/ Posts por Taína Sena

27out

Indicação de Vinhos: Vinho Verde

Postado por às em Gastronomia, tipos de vinho, Vinho

vinhoverdeportugal

Como admiradora de Vinhos, eu fui surpreendida quando recebi uma caixa do pessoal do Club des Sommeliers para comemorar a chegada da primavera, na caixa veio um vinho verde português e um espumante. Fiquei super curiosa para experimentar e entender um pouco mais sobre esse tipo de vinho.

Antes de tomar, eu conversei com algumas pessoas que conhecem bastante de vinho português e de cara, me disseram que é um vinho para ser tomado durante uma refeição, não  num happy hour com petiscos.

Fazendo algumas pesquisas, descobri que o vinho verde é originário de Portugal e que pode ser tinto, branco ou rosé, o nome verde, diz a lenda que vem da região onde ele é produzido, que tem uma grande área verde, ou seja, o vinho verde não é verde! Mas também pode ser por conta do tempo de colheita das uvas, fazendo oposição as uvas maduras, o que atualmente não é verdade, pois elas são colhidas exatamente quando estão prontas.

071835031115

Bom, depois de entender um pouco sobre, eu fui pensar no que cozinhar para servir com esse tipo de vinho, obviamente segui as referências que diziam que fica bom com peixe, fizemos carpaccio de salmão, arroz integral, legumes assados e incluímos também um filé mignon, risos. Convidei o amigo Bruno para ir almoçar em casa e fizemos um super almoço e fui incrivelmente surpreendida! Ele era extremamente suave, com aroma frutado  e o sabor super fresco e também frutado, com um leve toque de espumante, sabe?

vinhoverde

O vinho é o Club des Sommerliers – Vinho Verde – 750ML, feito com as uvas Arinto, Trajadura e Loureiro. Tradicionalmente fica melhor com peixes e mariscos, sempre deve ser servido na temperatura entre  6  e 8 graus .

Almocinho especial com o @barreto1989 e vinho verde do @clubdessommeliers

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Eu gostei bastante e acho que é uma alternativa interessante para um jantar ou almoço mais suave, com a família ou se você quiser impressionar o crush com um vinho diferente! não é  de sabores muito complexos e o fator preço também agrega! A garrafa custa R$33,25 – um bom custo benefício né?

24out

Brunch Weekend da Chandon – O que teve?

Postado por às em Gastronomia, Vale a pena?

brunch

Semana passada eu e o Jader, que amamos um brunch, demos pulinhos de alegria ao saber que a Chandon estava organizando o Brunch Weekend, resolvemos então participar, recebemos um release com fotos maravilhosas e confesso, foi difícil escolher o lugar, pois todas as opções eram muito gostosas.

O evento está na sua segunda edição e foi inspirado nos famosos brunchs de NY, vários restaurantes, bares, cafeterias, hamburguerias, pubs e pâtisseries da cidade fazem parte do projeto durante todo o mês de outubro. Cada casa montou um prato com preço fixo de 49 reais + 1 taça de espumante ou um drink com o mesmo.

Depois de ler todos os cardápios, optamos por conhecer o Cocina Bar Y Vino, que é um restaurante argentino super tranquilo na região da consolação. O cardápio era o seguinte:

Brunch Menu:
Pães de Nozes
+ Focaccia de Cebola (com Azeite de Ervas e Coalhada Seca)
+ Mix de Champignon (com Aspargos Grelhados)
+ Empanada de Queijo Brie, Gorgonzola e Cebolas Caramelizadas
+ Torta de Chocolate

Drink da casa:
Chandon Mimosa
ou
Chandon Bellini

cocina

Eu gostei muito focaccia de cebola – já o mix de champignon não me agradou tanto por conta do creme de leite que fazia parte do molho, eu detesto creme de leite e sinto de longe. Empanada de queijo brie com gorgonzola, como em muitas receitas, o gorgonzola tomou conta de toda a empanada, um prato cheio pra quem gosta desse tipo bem característico de queijo, tadinho do brie.

Pra finalizar veio a torta de chocolate, que eu achei bem gostosinha, não muito doce, na medida. Para beber eu escolhi o espumante rosé, que particularmente gosto muito.

Fiquei com vontade de conhecer outros lugares, mas a agenda não me permite, então, nesse link você encontra todos os cardápios disponíveis e os nomes dos restaurantes.  goo.gl/kFDEqe

Por 49 reais, eu achei um preço bem bom para um brunch e ainda mais delicinha poder conhecer mais um restaurante diferente.

Eu não segurei o riso

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

17out

Fim do projeto #32coisas

Postado por às em Episódio de Hoje, Você rica

 

IMG_3196

Okay, esse post demorou horrores né? Im sorry mas aconteceu tanta coisa na minha vida nas últimas 3 semanas que eu não consegui vir aqui dar uma atualizada e dizer como foi o fim do projeto.

Mas é aquela coisa, antes tarde do que nunca né?

1 – Ler um livro – não consegui, comecei a ler o livro novo do amigo Daniel Bovolento – Antes do Fim, mas não consegui tempo pra finalizar.

4 – Fazer exames de rotina – eu concluí esse item, mas confesso! Foi depois da data, eu já estava planejada pra fazer, mas infelizmente meu convênio não autoriza exames solicitados por nutricionista, então rolou de ir em ouro médico e isso vocês sabem, toma tempo.

5 – Ir pra academia 5 vezes por semana – esse item eu bati com louvor hein? Fui 7 dias por semana, com apenas 2 dias de abstenção. Muito fitness, Gabriela Pugliesi que me aguarde.

6 – Fazer limpeza de pele – rolou um groupon e fui, normal.

9 – Bater a meta da nutricionista – no meio do projeto eu mandei um whatsapp pra ela perguntando qual era a meta, ela respondeu que a gente tinha que atingir a meta e depois dobrar a meta, brinks, na verdade, a meta era eliminar o máximo possível nesse primeiro mês, não vou publicar aqui, mas foi sucesso hein?

10 – Fazer uma tatoo temporária tipo mehndi – achei a tatuadora, mas nossa agenda nunca bateu, sério, tentamos por umas 5 vezes. Quem sabe role por esses dias.

13 – Fazer uma limpa no guarda roupa – consegui eliminar apenas uma categoria de coisas: livros! Doei todos, foram vários aqui pro pessoal do condomínio e pro pessoal da empresa, muito boa essa sensação.

15 – Doar sangue – fiquei triste por não conseguir realizar isso, por que foi apenas por uma questão de tempo e logística que não rolou, mas quero muito tentar fazê-lo até o final deste ano.

16 – Ir em uma exposição de arte – não rolou também.

19 – Plantar temperos em casa – Rolou, rolou mara! Comprei alecrim, coentro e pimenta e plantei no dia do meu niver, o coentro coitado, já morreu, mas os demais estão indo bem, inclusive comprei também um pé de manjericão que está lindo.

IMG_3538

20 – Fazer um curso de bordado – Fiz, aprendi as coisas básicas e logo eu vou pendurar o quadrinho do meu primeiro bordado, ficou bem lindinho.

IMG_3524

21 – Fazer uma doação para o projeto médicos sem fronteiras – eu adorei cumprir essa parte do projeto, dá uma sensação boa, compartilhei nas minhas redes e espero ter incentivado mais pessoas a fazê-lo.

22 – Ir no teatro – fomos ver Wicked que estava na lista faz tempo, que espetáculo! Escrevi sobre como foi: Eu não gosto de musicais mais amei Wicked.

24 – Visitar o templo budista Zu Lai – Não rolou L

25 – Fazer um bolo red velvet – depois e pesquisar muito sobre, eu descobri que eu não gosto de bolo red velvet ahahah, eu gosto da cor, mas os ingredientes e o recheio não são do meu agrado. Eu adaptei uma receita e comprei um corante, não ficou super vermelho, mas valeu a experiência.

IMG_3549

26 – Fazer um novo curso de vinhos – Não rolou, tempo, tempo, tempo.

27 – Escrever cartas físicas para amigos – Foi muito bom, acho que eles gostaram, foi uma surpresa, com esse mundo extremamente digitalizado, receber uma cartinha escrita a mão, é surpreendente.

29 – Mudar decór do quarto – Eu dei uma ligeira mudada na posição da cama, a cabeceira e adicionei uma cadeira, deu uma outra cara e mais espaço, continuo odiando minha cabeceira e ainda falta colocar um criado e mais quadros.

30 – Esquecer o elevador por uma semana – não rolou por que eu esquecia toda segunda de começar hahaha.

31 – Dedicar-me mais ao blog – puxa, foi muito bem cumprido esse! O número de posts aumentou consideravelmente, fiz algumas mudanças no layout.

32 – Cuidar mais do meu carro – Olha, podemos considerar como cumprido, mandei lavar 2 vezes, arrumei um pneu e um problema na porta, acho que conta né?

No fim, ficaram 6 itens sem cumprir, hahaah normal, afinal a vida é muito corrida e teve uma grande mudança que em breve eu abro por aqui. Mas, mais importante que isso, é o fato de me questionar sempre, de me desafiar e correr atrás. Sair da inércia do dia-a-dia, afinal, somos nós os únicos responsáveis pela movimentação das nossas vidas.

Fica aqui um agradecimento pra todo mundo que acompanha e torce sempre pra esses projetos loucos.

 

04out

Não gosto de musicais mas amei Wicked

Postado por às em Episódio de Hoje

wickedcover

Eu nunca fui uma pessoa de musicais, neste ano, fui duplamente surpreendida. Dessa vez eu e o Jader ficamos ensaiando meses para assistir o tal musical da Broadway que encantou todo mundo em São Paulo, o Wicked.

Não gosto de ler muito antes de um filme ou espetáculo, então, fui de coração aberto. Muitos amigos já tinham ido me dado ótimas referencias, mas nada pode ser comparado com o que eu vi.

Como sempre, quase tudo na nossa vida é decidido de última hora, corremos para a bilheteria e compramos os lugares disponíveis, não muito perto do palco, mas dava pra aproveitar.

A primeira vista é do palco cheio de luzes, peças que farão mais sentido posteriormente, mas a grandiosidade e beleza é a primeira coisa com que você vai se surpreender. Logo depois, no começo da história, as cantoras principais entram no palco e fazem com que você se pergunte: elas estão cantando de verdade? Sim, elas estão!

wickedbrasil

E a orquestra? Sim, tem uma orquestra que toca ao vivo todas as músicas da peça.

A história é um prelúdio da história do mundo de Oz, antes da pequena Doroty ir parar na terra fantástica de Oz, e o mais interessante é que a versão exibida aqui tem um toque nacional, com algumas piadas atuais, o que eu achei interessante, gerou empatia do público.

Eu sai de lá encantada com a história, com as vozes e com a incrível orquestra, um sentimento de quero mais, de ver mais espetáculos como Wicked, mais musicais que toquem o meu coração e de muitas outras pessoas.

Ir ao teatro estava na lista das 32 coisas antes dos 32 e foi uma atividade que me deixou muito feliz, por isso eu resolvi escrever esse post, para compartilhar com você, para que você aproveite enquanto ainda está em cartaz e saia encantado, assim como eu.

elphaba

 

29set

Quanto custa jantar no restaurante do Jacquin do Masterchef?

Postado por às em Uncategorized

16145287

Nessa semana eu o Jader e mais dois amigos fomos comemorar o meu aniversário e o Jardinho me deixou escolher o lugar! Então eu pensei nas possibilidades e na listinha das minhas vontades e pensei em ir no Tartar & Co. – restaurante do Erick Jacquin, sim, um dos apresentadores do Masterchef Brasil. O tradicional ali é o tartar né e o famoso petit gateau, especialidade na qual o chef ficou famoso.

Como o nome já diz, o restaurante do Jacquin é especializado em tartare, um prato típico francês basicamente feito de carne crua, picada e bem temperada. Perdoem a pobre descrição, mas creio que você saiba muito bem o que é um tartar.

tartar-and-co-erick-jacquin

Eu cheguei primeiro e fiquei olhando o cardápio, o ambiente é bem gostoso, moderno. O clima é bem gostoso e pode ser um bom lugar para um date, uma reunião de amigos ou um jantar em família.

Nessa semana estava acontecendo a Restaurant Week, tinham duas opções de menu, eu optei pelo menu fechado da campanha, como entrada escolhi um tartar de atum que estava maravilhoso, juro, eu não sou fã de atum e fui surpreendida. Se vocè for num dia normal, um tartar normal vai sair em média 55 reais.

Para o prato principal  eu escolhi um peixe, pois estou na RE né migos? O prato era Pargo ao forno com creme de espinafre que estava uma delícia, confesso que não gostei muito do creme de espinafre, mas ai é uma coisa minha com ele, rs. Para peixes, a média de preços fica entre 55 e 64 reais. Tem um risoto de bacalhau com azeitona preta que me deixou babando por 67 temers.

Pargo ao creme de espinafre

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Para finalizar chegou a hora da sobremesa, no menu da restaurant week existiam duas opções, futas ou nougat glacé com calda de pêssego, obviamente escolhi o último, né? Sabe torrone? nougat é tipo isso, só que chic e menos doce, eu amei! lembro de ter comido em Paris uma vez.

Para beber, escolhemos um espumante francês, o preço estava bom, 68 a garrafa, ok né? Sem mencionar que os migos tomaram gin tônica, caipirinha e talz, eu bebi só uma tacinha pois dirigindo. Também olhamos a carta de vinhos que oferecia garrafas à partir de 65 reais, achei bem honesto.

Resumindo tudo, foi um ótimo jantar, gostei muito do espaço, da comida e do atendimento, gastamos em média 150,00 reais, mas teve uma belas cachacinhas, acho que se você se comportar ou não beber tanto álcool, o valor girará em torno de 110 – 130.

Espero que tenha curtido o post e se quiser indicar algum lugar que esteja curioso pra saber quanto custa, deixe aqui nos comentários.

 

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia