/ Dinheiro

18jun

Como organizar sua primeira viagem para a Europa

Postado por às em Dinheiro, Viagem

mapa-mundi-parede

Eu sempre quis viajar, passei alguns anos só pensando como seria conhecer Barcelona, Paris ou Roma e achava que viajar era muito caro, até que um dia (em 2012) decidi que faria um curso de espanhol na Espanha e passaria alguns dias em Paris. Sim, me joguei.

Na verdade o curso era só um pretexto para passar mais dias viajando, eu não queria sair do Brasil para a Europa pela primeira vez e ficar 10 dias, então comecei a pesquisar preço de tudo. Desde o curso, até preço de comida e bebida para saber qual seria o ticket médio diário daquela viagem.

Nessas pesquisas descobri que Barcelona é uma cidade mais barata que Madrid. O curso de espanhol era mais barato, o aluguel do apartamento e até a comida saia mais em conta, mas mesmo assim meu desejo pro Madrid era intenso, eu queria conhecer aquela cidade.

Até então eu ficaria 28 dias viajando, mas aconteceu algo inesperado e eu sai do meu trabalho. Foi ai que pensei “essa é a oportunidade para fazer algo maior” e comecei a pesquisar mais e mais até conseguir fechar um roteiro que me animou. Fechei uma semana em Madrid, cinco semanas em Barcelona (lá eu faria o curso), uma semana em Paris, cinco dias em Roma, mais dois dias em Paris e depois mais dois dias em Madrid. Quase um mochilão né?

praga

Eu em frente ao Orloj, o relógio astronômico medieval de Praga, capital da República Checa (2014).

Essa parte que você me pergunta “Jader, como você fez tudo isso e não gastou horrores de dinheiros?” e eu respondo com facilidade “eu pesquisei”. Sério, eu pesquisei tudo. Desde o hostel que eu ficaria até as coisas que eu compraria, pois passar 60 dias viajando por aí requer um planejamento. Esse que vou compartilhar com vocês agora.

Primeiro: você precisa decidir seu destino
O legal de viajar para a Europa é que o visto é válido para todos os países da União Europeia e por isso você pode ir de Barcelona à Paris em 8 horas (isso mesmo, de trem!). Agora que você já escolheu seus destinos, deve escolher quantos dias vai passar em cada lugar. Sugiro que não seja menos que três dias, pois sua viagem ficará cansativa e muito corrida. É sua primeira vez naquele lugar, escolha ao menos cinco dias em cada! Fechou quais países ou cidades vai passar e quantos dias vai ficar? Então podemos pular para o próximo passo.

Segundo: você precisa fechar a passagem de avião
Uma das coisas que mais me surpreendi quando viajei pela primeira foi o preço da passagem. Ela é o mais caro da sua viagem. Para você ter uma ideia as diárias no hotel não custaram tanto quanto o valor que paguei pela passagem e isso foi bom, pois ela não foi tão cara. O ideal é você fechar isso com antecedência de pelo menos 1 mês antes da sua partida. E pensar direitinho na ida e na volta. Se você vai desembarcar em Barcelona, ir para Paris, Roma e depois Athenas de onde partirá seu voo de volta? Na minha primeira viagem eu fiz toda a volta na Europa para pegar o avião na mesma cidade que cheguei, mas aproveitei para passar mais dias nas cidades e curtir o final da viagem. Mas minha segunda viagem, eu fiz o mais cômodo. Comprei passagem de ida para Barcelona a acabei voltando de Praga, foi mais caro? Foi sim, mas foi mais cômodo, não teve correria na volta.

Terceiro: vamos reservar os hotéis?
Na minha primeira viagem fiz um mashup total de opções de lugares para ficar. Fiquei em hostel que custou 10 euros a diária (e era ótimo, com wifi e café da manhã), fiquei num apartamento com outros três estudantes, fiquei num loft alugado pelo AirBnb e também em hotel. Para decidir isso fiz muita pesquisa. Em Barcelona (que passei mais tempo) eu precisava de uma casa, um lugar onde eu poderia dormir, comer, lavar roupa e etc. Por isso a decisão foi fácil, aluguei um apartamento pela escola que fechei o curso. Ficava mais barato, pois eu dividia a casa com mais três outros estudantes (uma brasileira que virou minha amiga, um russo meio estranho e uma russa que falava espanhol melhor que eu). Os hotéis eu reservei pelo Booking.com e foi uma das melhores coisas. Você consegue pesquisar por preço, por localidade e consegue lugares muito legais (perto do metrô) por preços muito bacanas. Como eu disse, cheguei a pagar 10 euros na diária. Eu indico muito o Booking, uso em todas as viagens (até nas nacionais).

coliseu

Euzinho dentro do Coliseu de Roma, na Itália (2012).

Quarto: O que você vai visitar no país?
Essa é a hora mais gostosa, pois você já fechou o roteiro, passagens de avião e também os hotéis e agora precisa decidir os lugares que você vai. Mas fique tranquilo, essa parte é fácil. Você vai jogar no Google e aparecerão milhares de blogs com roteiros legais (alguns nem tanto) para o que fazer nos países. Também você já terá uma mínima noção do quer ver. Mas é muito divertido colocar tudo no papel (ou no bloco de notas) o seu roteiro de viagem. E depois é só aproveitar os lugares lindos e as incríveis experiências que uma viagem para a Europa pode te proporcionar. E lembre-se de aproveitar para ver dois pontos turísticos próximos no mesmo dia (assim você economiza também e dinheiro) e também de tirar um tempo para um descanso entre bater perna de manhã e a tarde e sair de balada a noite.

Quinto: Quanto dinheiro você precisa levar?
Você não precisa ser um matemático para saber que vai passar X dias e precisa de X dinheiros por dia para comer, beber, visitar os pontos turísticos e comprar presentinhos pra quem ficou no Brasil. Eu, como tenho uma família grande e amigos muito queridos, tenho que separar aquela grana para presentear todo mundo. Então, já viu né?
Comer na Europa não é caro, claro que às vezes a gente pode dar aquele presentinho gastronômico para nós mesmos e passar naquele restaurante caro para conhecer ou experimentar. Mas a minha ideia na primeira viagem que fiz para Europa era: 50 euros por dia para comer, beber e visitar os pontos turísticos. Você consegue? Sim, consegue! Porém às vezes você pode gastar muito mais num dia e em outros dias muito menos, mas isso é uma questão de foco. Em alguns dias em que o passeio era a praia de Barcelona eu aproveitei para comer em um lugar mais legal, pois o ponto que visitei não era pago, já no dia em que assisti um jogo do Barcelona (ingresso para jogos são caros lá na Europa) eu aproveitei para gastar menos na comida e bebida.

Eu não nasci em berço de ouro, por isso faço muita pesquisa antes de fechar minha viagem e decido até quanto dinheiro vou levar por dia e quanto do cartão de crédito que usarei. Isso é bem importante, pois não podemos voltar cheios de dividas, não é?

E se eu puder dar mais uma dica pra você essa dica é: viaje muito! Não existe algo mais enriquecedor do que ir onde você nunca foi, visitar outras culturas, conhecer o Louvre, andar pelas ruas do bairro gótico de Barcelona e beber as cervejas de Praga. <3

Tem alguma dúvida? Comenta aí que eu e a Taína vamos tentar responde-las.

17jun

Aprenda como guardar dinheiro 2

Postado por às em Dinheiro, Você rica

Midsection of young man holding jar full of coins

Esse assunto é interminável, acho que podemos falar sob vários cenários, mas o que eu quero saber neste momento é se você seguiu o conselho do primeiro post e colocou um objetivo por trás de guardar dinheiro?

Eu espero que sim! Desta vez eu vim trazer uma forma diferente para ajudá-lo, vou dar opções mais objetivas para seguir com o projeto.  A primeira delas não é recomendada pelos especialistas em planejamento financeiro e investimentos, mas sim, eu vou sugerir para você meu caro amigo que não consegue guardar um puto na poupança: você deveria investir num título de capitalização, considerando que na verdade não é um investimento real e sim um “jogo de sorte” esse tipo de produto pode te ajudar a criar a cultura de separar um dinheirinho e além de tudo se você for sortudo pode ganhar uma graninha extra (10 – 20k) ou não e apenas resgatar um dinheiro inesperado ao final do plano. Você pode fazer planos de 20, 30 reais por mês, o que convenhamos, você nem vai sentir! É possível tirar o dinheiro a qualquer momento, mas ai entra uma porrada de regra e não vai ser o mesmo valor depositado no total, mas o objetivo aqui é criar o hábito ok?

Sabia que o título de capitalização é mais efetivo que a mega sena? É mais fácil 4x você ganhar com ele do que com a loteria.

banner-guarde dinheiro

Quando eu comecei minha faculdade eu fiz um título de 20 reais, fui até o final e foi legal pegar essa grana toda e botar novamente na poupança. Também fiz um de 50 reais em outra época mas não consegui ir ao final, precisei sacar a grana pra ajudar a pagar a parcela de chaves do apto, me ajudou muito essa grana que eu nem lembrava que tinha.

Uma segunda opção para dar um start no modus “guardar din din” é fazer uma aplicação programada automaticamente via conta corrente, você provavelmente tem uma poupança vinculada a tua conta, pra fazer essa programação é muito fácil, acesse a sua conta no bankline e faça uma transferência de valor para a poupança e selecione a decorrência, programe para todo dia 5 por exemplo um saque de 50 reais da conta corrente para a conta poupança e você nem vai perceber, por que né? 50 reais não dá nem pra ir tomar uma cervejinha de sexta-feira.

Eu acho que as dicas que eu dei são bem básicas e você consegue fazer tudo isso on-line e vai por mim, na hora que você começar a ver o dinheiro aumentando você vai se empolgar mais e mais!

26mai

Aprenda como guardar dinheiro

Postado por às em destaque, Dinheiro

economia

Este título parece bastante sensacionalista, mas na verdade é só para chamar atenção, uma vez que 90% dos meus amigos tem dificuldades e eu sempre fui bem espertinha neste quesito, quero mostrar-lhes como começar a ficar mais inteligente financeiramente falando.

Existem as pessoas que gostam de guardar dinheiro desde sempre (meu caso), existem pessoas que não pensam e não querem pensar nisso, mas amigos, depois de alguns anos essa água bate na bunda e você começa a pensar no futuro.

Mas ai você vira e me pergunta: “Como guardar dinheiro ganhando pouco?” Eu me lembro da época em que eu sonhava entrar na faculdade, eu tinha dois empregos de telemarketing, ganhando algo como 300 reais em cada um, era pouco, eu trabalhava muito, então a primeira dica que eu dou é: tenha um objetivo.

Na época eu guardava dinheiro para entrar na faculdade e conseguir garantir o primeiro semestre de mensalidades, então, fui guardando o máximo possível, me lembro de ter conseguido juntar uns 5 mil reais juntando décimo terceiro e bônus. O ponto que quero chegar neste texto é: quando você tem um objetivo é muito mais fácil conseguir juntar dinheiro, pode ser por exemplo: trocar de carro, fazer aquela viagem internacional (pode ser Buenos Aires pra começar), fazer um curso de extensão, tanto faz, o que importa é o foco.

Beleza! Você encontrou sua motivação e então não sabe mais o que fazer, nunca sobra grana! Vou te contar aqui meu grande trunfo:  você precisa determinar um valor x, comece baixo R$50 – 100 reais e quando receber seu rico salário, você tira este dinheiro da conta e bota na poupança, não importa o que acontecer, vai ser seu desafio, você vai passar este mês sem estes 100 conto! E assim, pelos próximos 6 meses e isso se tornará um hábito! Depois desses 6 meses você deve aumentar o nível de dificuldade desse nível e ao ver mês a mês sua poupança rendendo uma graninha, você vai ver, você vai se empolgar com o processo todo.

Simbora ao primeiro milhão?

 

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia