/ televisão

17ago

3 lições que o Masterchef e sua semifinal podem ensinar sobre carreira

Postado por às em Gastronomia, televisão, Trabalho

masterchefecarreira2016

Ontem foi transmitida a semifinal da terceira edição do já consagrado Masterchef Brasil. A atração é muito popular, principalmente nas redes sociais, onde mobiliza milhares de pessoas.paola carosella

De um lado Leonardo Young, empresário paulista, com raízes orientais, tem uma família tradicional e no auge dos seus 30 anos já é sócio de um restaurante. Do outro Bruna Chaves, professora, mineira e especialista em confeitaria.

Raquel Novais, 32 anos, disputou a segunda vaga na final, também empresária, queridinha das redes sociais por sua extrema elegância e educação, mas perdeu a vaga, por qual motivo ainda tento entender.

Diante do programa, pensei em listar aqui 3 lições que eu e você podemos tomar e aplicar no nosso dia-a-dia no mundo corporativo:

Trabalhar sob pressão

Os concorrentes foram testados inúmeras vezes no limite da emoção, onde ter inteligência emocional foi fator chave. Nesse ponto, podemos destacar que Raquel esteve nas provas de eliminação e manteve-se muitas vezes mais calma que os demais, já Léo, perdeu a concentração e por muito pouco mesmo não foi eliminado. Tenho certeza de que você passa ou passou por situações de pressão na vida real, em ambientes adversos, profissionais com temperamentos explosivos, conseguir entregar bons resultados, lidar com pensamentos diferentes e saber transitar neste cenário, certamente lhe trará resultados diferentes.

Saber ouvir críticas

O tempo todo o trabalho dos participantes foi avaliado, criticado e cada um recebeu com feedback positivo ou negativo. Saber lidar com essas críticas e transformá-las em resultados positivos separa os bons profissionais dos que tem destaque. Você está sob julgamento o tempo todo, saber lidar com um resultado bom ou ruim é fundamental para crescer ou estagnar sua carreira

 Ser estratégico

Utilizar todos os recursos e extrair o melhor das pessoas é uma questão-chave em qualquer empresa, quem vence é você, mas sem conseguir trabalhar bem em equipe, você até consegue atingir seus objetivos, mas o caminho será mais longo. No reality, os profissionais estão competindo por um único título, o de Masterchef Brasil, mas no meio do caminho existem muitas provas, algumas em equipe, onde ele precisa saber lidar com múltiplas personalidades, assim como no seu escritório/agência. Conhecer os pontos fortes de cada membro da equipe, saber lidar com o temperamento e comportamento de cada profissional com quem tem que trabalhar é uma grande sacada.

Com o programa de ontem, podemos concluir que nem sempre o mais preparado vence, que mesmo com um histórico quase perfeito, um erro pode significar perder uma grande chance e que senso de oportunidade é uma característica diferenciadora.

Masterchef-Brasil-3x22

30set

Novo reality culinário: Batalha de Confeiteiros

Postado por às em televisão

BATALHA-DOS-CONFEITEIROS-BRASIL-COVER-FINAL

Quem não conhece o Buddy Valastro, mais conhecido como Cake Boss? Ele é o superstar da confeitaria e tem uma série de reality shows na tevê fechada, aposto que você já assistiu e ficou besta com os diferentes e suntuosos bolos que a confeitaria Carlos Bakery faz.

Além do reality Cake Boss, Buddy também tem um outro sucesso chamado Batalha de Confeiteiros e caso você ainda não saiba, uma versão em PT-BR está sendo produzida e vai estrear hoje! O programa será exibido na Record, à partir das 22:15h e eu confesso que estou mega ansiosa para saber como vai ser essa versão tupiniquim.
Eu acompanho os programas do Buddy faz um bom tempo e acho que foi até ai que nasceu esse meu gosto de ver receitas, bolos e confeitaria, só ver, por que fazer que é bom niente.

Mas sei que ele é acompanhado por muitas pessoas, pois lembro ano passado que ele veio aqui em São Paulo no Shopping Eldorado e foi um caos, eu não fui por que detesto muvuca, mas teve gente que até dormiu nas filas, sem or.

logo-buddy-1c13e9ebcc46f20215046161ac38fbe5

Eu já sabia da produção do programa e estava acompanhando algumas notícias das suas vindas para o Brasil, o mais legal é saber que ele vai abrir uma Carlos Bakery aqui (eu já sonhei horrores em comer um de seus bolos!) e o vencedor do programa será a pessoa responsável por administrar o negócio no Brasil, ou seja, não são só os dotes na confeitaria, outras habilidades também estão em jogo.

Eu estou animada pra ver como vai se adaptar o formato por aqui e já estou sabendo que a final vai ser ao vivo em Dezembro.

19ago

Eu conheço um Fernando

Postado por às em a vida como ela é, televisão

fernando-masterchef3

Ontem enquanto estávamos todos no twitter comentando o Masterchef Brasil, eu vi uma galera muito grande desejando a saída do Fernando, um dos participantes mais odiados dessa edição, ele tem um comportamento arrogante, cabeça dura e quando lidera uma equipe é daqueles que tenta mostrar que é melhor no grito.

Quantos Fernandos não existem no mercado de trabalho? Quantos chefes usam de técnicas e jeitos de mostrar poder na diminuição das outras pessoas? Eu tenho bastante tempo na estrada e posso dizer que já vi muitos desses passar e pior, passam ilesos.

fernando-masterchef2

Fernando na vida real é um gestor de projetos e o que me faz pensar nas pessoas que trabalham com ele e como é essa relação, rolaram boatos de que ele é mesmo como apareceu na tv, eu já perdi as contas de quantas vezes ele foi estúpido com a Jiang, e até mesmo ontem foi ~irritadinho~ jogando um prato praticamente na cara do Fogaça.

Esse perfil infelizmente é o de muitos gestores no Brasil e como o título diz, eu conheço um e assim como o Fernando, e acho que o que me revolta foi ver como por exemplo ontem, esse tipo tem sorte, eles passam, eles se vendem e continuam na parada.

fernando-masterchef1

E você conhece ou já cruzou com algum Fernando na sua vida profissional?

01jul

Pequenas misses e a frustração materna

Postado por às em televisão

pequenasmisses

Eu posso dizer que sou uma mãe com uma cabeça bem aberta e pensamentos que vão contra muitas mães com quem eu convivo, eu não sei vocês, mas perdi umas horinhas para assistir o programa Pequenas Misses, transmitido no Brasil pelo canal pago Discovery H&H onde não suportei ver alguns comportamentos e me deu vontade de escrever sobre.

Lindas meninas com vestidos carregados de lantejoulas, brilhos e canutilhos, maquiagem carregada, unhas postiças e pasmem, dentadura, peruca, bronzeamento artificial, fazem parte do traje básico para um concurso de miss nos EUA.  Mães fazendo micagem para as crianças de 3 a 7 anos durante a apresentação, coisas como: “manda beijo pros jurados” “sorria” “dá uma volta” e outras que repetem as coreografias ensaiadas por semanas no intuito de fazer com que a filha copie e se saia melhor no concurso.

honeybooboo

Mas o que pega mesmo é ver o que essas pequenas mocinhas soltam durante o programa, eu tive a pachorra de anotar: “Uau! Eu sou melhor que elas”Sou melhor do que as outras” “Dinheirooo” ou quando não dá certo: “Ah eu fui muito ruim, não fiz nada certo”. Eu não entendo porque uma mãe submete uma criança a passar por esse tipo de exposição e principalmente por esse tipo de situação de julgamento, stress e sentimento de incapacidade e de comparação com as outras pequeninas.

“é um retrato cruel do tipo de relação que o mundo contemporâneo aponta para os pais estabelecerem com seus filhos” Rosely Sayão

pageant+girl

Em alguns casos também é possível observar que este tipo de tratamento desenvolveu na criança uma “personalidade” cheia de egoísmo, falta de educação e prepotência. Isso é bom para tua filha? Eu acredito que não. No fim vejo pais e mães frustrados e que colocam nas filhas todas as expectativas e sonhos frustrados, ignorando o real bem estar da criança, ignorando a possibilidade de ser uma atividade que nada agrega na vida de uma menina ou pior, que pode gerar um transtorno futuramente ou então ser um problema na educação da criança.

15jun

2 programas culinários que você deveria ver

Postado por às em televisão

cozinha

Não é de hoje que nota-se um grande aumento do interesse do público brasileiro para reality shows focados em cozinha, o GNT foi pioneiro em trazer esse tipo de programa para a casa brasileira e a BAND e SBT espertas que são, observaram o movimento e fizeram suas versões de realitys já consagrados fora do Brasil com Masterchef e Cozinha Sob Pressão, ambos já em sua segunda edição.

Eu sou suspeita para falar sobre isso, já que quem me segue no Twitter me vê falando muito sobre este assunto, mas não é de hoje que acompanho os programas do GNT, Discovery Home&Health e tudo mais. Acho que o público vem mudando seus gostos, mas no fundo, todo mundo gosta de acompanhar uma competição, de ver as pessoas sob pressão. Eu adoro tudo isso aliado ao prazer de cozinhar, então, separei aqui 2 programas que você precisa acompanhar.

Cozinha Sob Pressão

cozinhasobpressao

O renomado chef Carlos Bertolazzi é o comandante do reality que é a versão brasileira do Hell´s Kitchen, com o querido Gordon Ramsay – se você não conhece esse nome, volte duas casas na vida de realitys. Eu diria que o Bertolazzi é um pouco mais soft que o chef gringo, mas não menos brilhante, bota pressão na galera de 16 participantes divididos em dois grupos e precisam cozinhar exatamente como funciona em um restaurante e em todo programa tem um jantar para 40 convidados. O diferencial deste é que são profissionais participando da competição, o que eleva o conteúdo e resultado dos pratos. Cozinha Sob Pressão é exibido todo sábado às 21:30 no SBT.

Masterchef

elenco-master-chef

Uma versão abrasileirada do reality mundialmente famoso, tem 3 chefs com personalidade forte e carismáticos, que garantem muita pressão e momentos engraçados. Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella formam o trio que ensina, critica e pressiona 14 aspirantes a cozinheiros, pessoas normais sem formação em gastronomia que sonham com o prêmio de 150 mil reais + 1 carro e uma bolsa de estudos em uma escola na França. Masterchef faz sucesso exatamente por conta de seus participantes que muitas vezes são surpreendidos com as provas que vão a fazer uma sobremesa com chocolate à depenar um frango.

Nas redes sociais o público vai ao delírio em ambos os programas, torcendo para o seu escolhido e observando os erros da equipe adversária, existem até aqueles que aprendem alguns truques culinários, mas eu gosto mesmo é de ver o povo sob pressão.

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia