/ Você rica

04mar

Degustação de vinhos Brunello di Montalcino

Postado por às em Vinho, Você rica

Brunello

Na semana passada, o pessoal da Sonoma me convidou para participar de uma degustação super exclusiva de Brunellos di Montalcino, tradicional terroir italiano. São vinhos famosos por sua potência, tipo de produção e também por sua exclusividade, já que são vinhos mais caros, uma vez que seu processo de produção é um pouco mais difícil.

Em toda minha vida, já tomei pelo menos uns 4 Brunellos di Montalcino, é gente, é um vinho que começa com preços em 200 reais, no mínimo.

Sobre o Brunello di Montalcino

O Brunello é produzido da uva Sangiovese e tem denominação de origem controlada e garantida, aquela sigla DOCG, essa denominação traz algumas regras: o vinho tem que ficar minimamente 2 anos na barrica de carvalho e mínimo 4 meses em garrafa e tem mais uma série de regras mais técnicas.

brunello

Mas o que diferencia o Brunello de outros vinhos? basicamente seu terroir, traduzindo em miúdos: o lugar de produção, que contempla a sua temperatura, sua terra, formato de produção.

O Brunello di Montalcino é um vinho de guarda, que evolui em 10, 15 anos na garrafa, não que você não possa beber antes, mas esse tempo guardado faz com que o vinho evolua, seus taninos sejam “domados” e entregue mais complexidade de aromas e sabor na abertura da garrafa. Ah, ao se abrir um vinho como esse, é recomendado que você o faça com 8 horas de antecedência, para que o vinho “respire” e entregue toda sua versatilidade e potência.

No evento da Sonoma, experimentamos 9 Brunellos diferentes e fomos acompanhados do Sommelier responsável pela curadoria do e-commerce, explicando sobre os rótulos escolhidos e também contando histórias dos vinhos e tudo que envolve esse mundo.

Brunello di montalcino

A degustação foi acompanhada de um menu de carne e massa, que é a melhor pedida para esse tipo de vinho, com estrutura e complexidade. Um menu incrível do restaurante Modi, que fica ali em Higienópolis, perto do shopping.

Também experimentamos duas garrafas de  Rosso de Montalcino, que são vinhos mais fáceis de beber, com taninos mais amaciados, vinhos de entrada, como eles costumam dizer.

rosso di montalcino

Meu preferido foi o Barrici, que é um dos top 100 Brunellos da safra, segundo a Wine Enthusiast achei ele um vinho super complexo, com taninos ainda muito duros, daqui uns 5 anos vai ficar maravilhoso.

A Sonoma é um e-commerce super moderno, tem uma curadoria especial, traz vinhos para todos os bolsos, vinhos exclusivos e também alguns mais tradicionais. O que eu acho mais legal é que você vai encontrar vinhos de entrada, aqueles mais baratos e também encontra complexidade de um Brunello ou Barolo, entre outras denominações. Ah e outro ponto super legal, eles entregam em até 90 minutos nas regiões aqui em SP, testei o serviço e realmente eles conseguem cumprir a promessa, olha que eu morro bem longe né?

Eu adorei o evento e os vinhos que provei, vou mostrar cada rótulo lá no meu instagram – segue ai! www.instagram.com/tainasena

Se você quiser saber mais, o site deles é www.sonoma.com.br – dá um pulo lá e depois me conta!

01out

Como foi o curso de vinhos na Toque de Vinho?

toque-de-vinho

Vocês sabem, eu sou uma apaixonada por vinhos e sua cultura, cada vez mais eu tento entender um pouco mais sobre a parte técnica de se beber, sim, tem uma parte técnica. Aproveitando que meu aniversário estava próximo, eu andei pesquisando o pessoal da Toque de Vinho, que estava preparando um novo curso em setembro. Eu já fiz alguns, mas ainda tenho muito caminho e gostaria de aprender mais sobre as sensações do vinho na boca, como identificar sabores, aromas.

Depois de perguntar um pouquinho sobre o curso, eu resolvi arriscar. Eles prometeram um curso básico com sentidos, explicações mais sensoriais e foi exatamente o que eu queria. A loja e lugar do curso ficam em pinheiros, peguei um táxi e fui, claro, pq né? Se beber não dirija nunca. PFVR.

curso vinhos

Cheguei lá meio atrasada, pq né? Morar em Jandira e ir para Pinheiros às 19 não é uma tarefa fácil. Antes do curso começar teve uma degustação de queijos, azeites e antepastos, eu perdi, mas deu tempo de dar uma beliscada. Chegando na minha cadeira de estudos eu encontrei um balde de cuspir, 9 potinhos com líquidos e a apostila. A professora é uma sommelier super renomada e mostrou muita confiança nas informações.

Logo de cara eu tomei um tiro, por que eu não sabia que o álcool do vinho vinha da fermentação das uvas, que era algo natural, sempre achei que ele era adicionado posteriormente. Depois da parte teórica onde aprendemos alguns conceitos básicos, como as principais uvas, os lugares e os processos, fomos para a parte que eu achei mais interessante: a parte prática com os 9 potinhos.

Cada potinho tinha uma “solução” – água com açúcar, vodka representando o álcool, café, chá preto, suco de limao = acidez – entre outros. Nessa parte ela nos fez misturar alguns desses líquidos e entender como eles se comportam na boca, fazendo com que possamos entender melhor quando degustamos um vinho.

Depois desse exercício rolou a degustação de vários tipos de vinhos: espumante, branco, rosé, tinto, do porto, dando um total de 8 rótulos. O curso estava tao bom que se extendeu por uma meia hora a mais, eu já estava preocupada, porque já era tipo meia noite e meia de uma terça.

Aumentando meus conhecimentos em vinhos e espumantes #cursodevinhos #wine #winelovers @toquedevinho 🍷🥂

Uma publicação compartilhada por Taína Sena (@tainasena) em

Eu compartilhei tudo no meu instagram (segue ai! @tainasena) e uma galera ficou super interessada, por isso eu resolvi escrever esse post para contar um pouco mais como foi. O curso custou 250,00 reais e eu acho que super valeu a pena. Estou acompanhando eles pra ver se surge algum outro e ir aprofundando um pouco mais os meus singelos conhecimentos.

Se você se interessou, aqui estão as informações do lugar:

Toque de Vinho

João Moura, 531 – Pinheiros, São Paulo – SP – 11 3083- 2669

17out

Fim do projeto #32coisas

Postado por às em Episódio de Hoje, Você rica

 

IMG_3196

Okay, esse post demorou horrores né? Im sorry mas aconteceu tanta coisa na minha vida nas últimas 3 semanas que eu não consegui vir aqui dar uma atualizada e dizer como foi o fim do projeto.

Mas é aquela coisa, antes tarde do que nunca né?

1 – Ler um livro – não consegui, comecei a ler o livro novo do amigo Daniel Bovolento – Antes do Fim, mas não consegui tempo pra finalizar.

4 – Fazer exames de rotina – eu concluí esse item, mas confesso! Foi depois da data, eu já estava planejada pra fazer, mas infelizmente meu convênio não autoriza exames solicitados por nutricionista, então rolou de ir em ouro médico e isso vocês sabem, toma tempo.

5 – Ir pra academia 5 vezes por semana – esse item eu bati com louvor hein? Fui 7 dias por semana, com apenas 2 dias de abstenção. Muito fitness, Gabriela Pugliesi que me aguarde.

6 – Fazer limpeza de pele – rolou um groupon e fui, normal.

9 – Bater a meta da nutricionista – no meio do projeto eu mandei um whatsapp pra ela perguntando qual era a meta, ela respondeu que a gente tinha que atingir a meta e depois dobrar a meta, brinks, na verdade, a meta era eliminar o máximo possível nesse primeiro mês, não vou publicar aqui, mas foi sucesso hein?

10 – Fazer uma tatoo temporária tipo mehndi – achei a tatuadora, mas nossa agenda nunca bateu, sério, tentamos por umas 5 vezes. Quem sabe role por esses dias.

13 – Fazer uma limpa no guarda roupa – consegui eliminar apenas uma categoria de coisas: livros! Doei todos, foram vários aqui pro pessoal do condomínio e pro pessoal da empresa, muito boa essa sensação.

15 – Doar sangue – fiquei triste por não conseguir realizar isso, por que foi apenas por uma questão de tempo e logística que não rolou, mas quero muito tentar fazê-lo até o final deste ano.

16 – Ir em uma exposição de arte – não rolou também.

19 – Plantar temperos em casa – Rolou, rolou mara! Comprei alecrim, coentro e pimenta e plantei no dia do meu niver, o coentro coitado, já morreu, mas os demais estão indo bem, inclusive comprei também um pé de manjericão que está lindo.

IMG_3538

20 – Fazer um curso de bordado – Fiz, aprendi as coisas básicas e logo eu vou pendurar o quadrinho do meu primeiro bordado, ficou bem lindinho.

IMG_3524

21 – Fazer uma doação para o projeto médicos sem fronteiras – eu adorei cumprir essa parte do projeto, dá uma sensação boa, compartilhei nas minhas redes e espero ter incentivado mais pessoas a fazê-lo.

22 – Ir no teatro – fomos ver Wicked que estava na lista faz tempo, que espetáculo! Escrevi sobre como foi: Eu não gosto de musicais mais amei Wicked.

24 – Visitar o templo budista Zu Lai – Não rolou L

25 – Fazer um bolo red velvet – depois e pesquisar muito sobre, eu descobri que eu não gosto de bolo red velvet ahahah, eu gosto da cor, mas os ingredientes e o recheio não são do meu agrado. Eu adaptei uma receita e comprei um corante, não ficou super vermelho, mas valeu a experiência.

IMG_3549

26 – Fazer um novo curso de vinhos – Não rolou, tempo, tempo, tempo.

27 – Escrever cartas físicas para amigos – Foi muito bom, acho que eles gostaram, foi uma surpresa, com esse mundo extremamente digitalizado, receber uma cartinha escrita a mão, é surpreendente.

29 – Mudar decór do quarto – Eu dei uma ligeira mudada na posição da cama, a cabeceira e adicionei uma cadeira, deu uma outra cara e mais espaço, continuo odiando minha cabeceira e ainda falta colocar um criado e mais quadros.

30 – Esquecer o elevador por uma semana – não rolou por que eu esquecia toda segunda de começar hahaha.

31 – Dedicar-me mais ao blog – puxa, foi muito bem cumprido esse! O número de posts aumentou consideravelmente, fiz algumas mudanças no layout.

32 – Cuidar mais do meu carro – Olha, podemos considerar como cumprido, mandei lavar 2 vezes, arrumei um pneu e um problema na porta, acho que conta né?

No fim, ficaram 6 itens sem cumprir, hahaah normal, afinal a vida é muito corrida e teve uma grande mudança que em breve eu abro por aqui. Mas, mais importante que isso, é o fato de me questionar sempre, de me desafiar e correr atrás. Sair da inércia do dia-a-dia, afinal, somos nós os únicos responsáveis pela movimentação das nossas vidas.

Fica aqui um agradecimento pra todo mundo que acompanha e torce sempre pra esses projetos loucos.

 

13set

Guia de Vinhos – Glossário básico

Postado por às em Bebidas, Gastronomia, Vinho, Você rica

winebarrels

Depois do primeiro post Guia de Vinhos – As Uvas, eu resolvi escrever um pouco sobre alguns termos que você sempre vai encontrar, tipo um glossário básico, seja num aplicativo de vinhos, num blog especializado em vinhos ou em um programa de gastronomia.

Eu já me perdi muitas vezes e confesso, morria de preguiça de pesquisar o que significava cada coisa, uma vez que a vida é corrida né?  Muitas vezes até achei bobeira utilizar esses termos, mas quando você começa a beber vinho, isso se torna um fator importante, principalmente se você gosta de compartilhar e ler resenhas naquele app Vivino.

guidadevinhos

Chega de ficar sem entender os termos básicos da arte de beber vinho. Então, se você quer saber um pouquinho mais sobre eles, bora:

Acidez: é uma característica que dá o equilíbrio ao vinho, por exemplo: quando uma uva fica muito madura, ela consequentemente se torna mais doce e a acidez cai,  a grande sacada é o produtor conhecer exatamente o melhor período para colheita. Quando você bebe o vinho, percebe a acidez nas extremidades da língua, quanto mais você salivar, mais ácido ele é.

Adstringência: é aquela sensação de boca seca, me lembra aquela sensação de comer um caqui verde, sabe? lembra aquela palavra “caqui tá marrando!” – Em bons vinhos você não vai sentir essa “marra” tão forte.

Afinado: quando o vinho está envelhecido, tá bem equilibrado.

Complexo: quando o vinho tem muitos aromas diferentes, é eu sei, você ainda vai aprender a compreender os aromas posteriormente.

Retrogosto: ô palavra estranha, mas é basicamente o gosto que fica na boca depois que você bebe o vinho.

Tanino: quem nunca ouviu falar dos taninos? É uma substância derivada das sementes e cascas e é responsável pela adstringência do vinho.

Terroir: clássica palavra! Significa literalmente o solo onde as uvas foram plantadas, mas ai inclui-se ambiente, clima para que seja compreendida todas as características do vinho.

Bom, essas são as palavras básicas para um iniciante em vinhos, já está num belo caminho se conhece a maioria delas e seus significados. Eu gosto de escrever e simplificar os conteúdos, torná-los mais acessíveis e de fácil compreensão.

Em breve novos posts sobre vinhos e cia.

12set

Update do projeto #32coisas

32coisasantesdos32

Diferentemente do projeto anterior, eu não vou fazer posts únicos para cada coisa realizada na lista, pq né? Mas vou dar umas parciais, hoje é dia 12, faltam exatamente 12 dias para o fim do projeto, eu deveria estar louca, por que ainda falta muita coisa, mas se tem uma coisa que aprendi com esses 32 anos é ter calma.

Eu gosto de me desafiar, de colocar essas listas pra me tirar do limbo que eu mesmo crio, daquele conforto delicioso da rotina, ah eu descobri que eu adoro a rotina. Eu não gosto de mudar de caminho pra vir trabalhar, o waze diz que o caminho de sempre tá parado, mas eu olho e são 5 minutos de diferença, eu prossigo na mesma rota. Ah, eu adoro a rotina.

Mas vamos ao que interessa? Um update do que eu já consegui realizar nesse meio tempo:

01 – Terminar de ler #GirlBoss – olha, ainda tinha 50 páginas e eu honestamente li só por conta do projeto, por que o livro é muito fraco, cheio de lições de empreendedorismo que eu não queria ler. A história de como ela construiu a loja e tudo mais é bem interessante, mas só.

03 – Conhecer um restaurante novo – essa é a parte mais fácil do projeto né? Eu fui no restaurante O cupim com a Patty, o namorado dela e o Jader. O lugar é daqueles meio bar, meio restaurante, cheio de gente e que serve um cupim na telha que é de lamber os beiços, eu só demorei pra entender que tinha que comer o cupim com a mandioca juntos, porra, que delicia.

07 – Fazer uma hidratação power no cabelo – Sim, eu fiz, tava precisando viu? Eu fui no Jacques & Janine e fiz um procedimento chamado tratamento de luxo da marca Schwarzkopf, risos. Fez bem pro cabelo.

11- Mudar o corte de cabelo – No mesmo dia da hidratação fiz o corte. A Fernanda me deu um mega apoio e ficou pilhando pra eu cortar mais. Pela primeira vez fiz um corte radical, poderia até chamar de big chop hehehe. Acho que primeira vez na vida que cortei o cabelo tão curto. Ainda tô me acostumando com isso, mas tenho que confessar, eu curti pra KRLHO.

 

Uma boa mudança pra abrir a porteira de novidades que vem por ai! #32coisas

 

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

08 – Comprar a mesa pra casa – Depois de uma longa novela, finalmente eu comprei a minha mesa. Uma amiga indicou uma loja na Teodoro Sampaio e eu fui ver, adorei, ainda não recebi, mas em breve termos fotos!

12 – Me dar um presente MARA – Sim, foi ontem, eu estava de olho em duas coisas na Polishop – nunca pensei que iria gostar de coisas dessa loja. Comprei a panela que não gruda nada, aquela Flavorstone, eu já estava namorando ela bem uns 6 meses. Comprei também um troço de fazer cachos no cabelo pra variar o corte novo.

14 – Fazer mais uma road trip – Dirigir tornou-se uma coisa natural, mas ainda tenho muita cautela. Decidi da noite pro dia ir pra praia, consegui 2 dias de folga, reservei o hotel e parti! Fui pro Guarujá, minha primeira vez dirigindo prá lá. A ida foi meio longa, pois tinha trânsito, a volta tranquila, menos de 2 horas eu estava em casa.

17 – Ir numa balada latina – Eta que esse item foi uma delícia! No facebook a Jeh me disse que topava e coisa de 2 horas combinamos tudo (ela foi responsável por outro item aqui tbém). Fui no Rey Castro, o lugar é gostosinho, tem um monte de gente diferente, não é aquela coisa lotada louca e o ambiente é legal, tem uns casais mais assanhados, mas até ai normal.

18 – Assistir Stranger Things inteira – esse item foi fácil né? Matei em 2 dias, porra que série boa, intrigante e me deixou deveras ansiosa para os próximos episódios.

23 – Conhecer algúem do mundo virtual – A Jéssica é minha amiga virtual faz tempo, tem sei lá uns 3, 4 anos que a gente se segue no twitter e troca mega ideia. Vários crushs errados. Foi ela quem topou ir na balada latina. Adorei conhecê-la e foi aquela coisa, igualzinho no twitter, somos todas loucas. Plus que eu conheci o Danilo do twitter e a Juliana do MBA.

reycastro
28 – Começar aulas de francês – Baixei o duolingo de novo e comecei as aulas, por enquanto tá fácil, mas logo a língua começa a enrolar. Oui, Je suis uma femme.

Por enquanto é isso pessoal, obrigada por acompanhar!

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web