08jun

E o segundo encontro não acontece

Postado por às em Amor, Eu Você e Eles, Relacionamento

 

like-crazy-movie-loucamente-apaixonados

Anton Yelchin e Felicity Jones em Loucamente Apaixonados, de 2012

[Você pode ler esse texto ao som de Second Chances do Imagine Dragons ♫]

Nos encontramos no bar, flertarmos e nos beijamos, foi legal conhecer além dos aplicativos. É diferente falar com a pessoa e descobrir como ela age, como ela fica sem jeito quando recebe um elogio ou quando é encarada por mais de 5 segundos. Um primeiro encontro é isso, é simples assim.

No primeiro encontro existe aquela excitação em tudo. Até o olhar excita! Aquele toque sem querer dar mãos, o primeiro beijo, o olhar depois do primeiro beijo… É como se estivéssemos nus e fôssemos observados pelos olhos atentos do interessado. Você está tenso, mas você gosta disso.

Lembro de alguns primeiros encontros que me deixaram bem mais interessado pela outra pessoa, alguns que me deixaram completamente desinteressado e outros que me fizeram pensar que havia encontrado uma nova amizade, tipo aquela pessoa que você quer por perto mas não deseja.

Antes de um primeiro encontro ficamos com aquele frio na barriga, pensando se vamos agradar ou não, se seremos agradados e como vamos agir caso o outro tenha mau hálito. Vários pensamentos (bobos e sérios) invadem nossa mente criativa, tentando – em vão – tecer saídas para todas as possibilidades, para o certo ou errado…

E quanto acaba são outros sentimentos que tomam conta. Pensamos que não podemos ser os primeiros a enviar mensagens, por que “se o outro está interessado, ele que escreva” ou “não posso mostrar que estou mais interessado” e os jogos começam. E quando estamos falando de um jogo, estamos falando que deve existir um ganhador e um perdedor e isso faz com que não exista um segundo encontro.

Você já conhece o outro, gostou de estar com ele, pensa que poderia passar dos beijos, que poderia convidá-lo para uma bebida e passar a noite juntos, mas você não faz. E o outro não faz. E ninguém mais faz.

E o segundo encontro não acontece.

Também né? Vou perder meu tempo com algo que pode durar pouco? Vou me doar por alguém que mal conheço? Vou tentar entrar num relacionamento sendo que sou um fracasso? Por que eu faria isso?

E o segundo encontro não acontece.

Você nunca sabe onde errou. Pergunta para si mesmo qual o motivo e aí a tensão volta. Mesmo assim você não faz nada. Você espera ou parte pra outra. Olha o contato no Whatssap e pensa “poderia mandar um oi”, mas volta atrás.

E o segundo encontro não acontece.

*Este texto faz parte do projeto “Eu, Você e Eles“.

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web