29set

Quanto custa jantar no restaurante do Jacquin do Masterchef?

Postado por às em Uncategorized

16145287

Nessa semana eu o Jader e mais dois amigos fomos comemorar o meu aniversário e o Jardinho me deixou escolher o lugar! Então eu pensei nas possibilidades e na listinha das minhas vontades e pensei em ir no Tartar & Co. – restaurante do Erick Jacquin, sim, um dos apresentadores do Masterchef Brasil. O tradicional ali é o tartar né e o famoso petit gateau, especialidade na qual o chef ficou famoso.

Como o nome já diz, o restaurante do Jacquin é especializado em tartare, um prato típico francês basicamente feito de carne crua, picada e bem temperada. Perdoem a pobre descrição, mas creio que você saiba muito bem o que é um tartar.

tartar-and-co-erick-jacquin

Eu cheguei primeiro e fiquei olhando o cardápio, o ambiente é bem gostoso, moderno. O clima é bem gostoso e pode ser um bom lugar para um date, uma reunião de amigos ou um jantar em família.

Nessa semana estava acontecendo a Restaurant Week, tinham duas opções de menu, eu optei pelo menu fechado da campanha, como entrada escolhi um tartar de atum que estava maravilhoso, juro, eu não sou fã de atum e fui surpreendida. Se vocè for num dia normal, um tartar normal vai sair em média 55 reais.

Para o prato principal  eu escolhi um peixe, pois estou na RE né migos? O prato era Pargo ao forno com creme de espinafre que estava uma delícia, confesso que não gostei muito do creme de espinafre, mas ai é uma coisa minha com ele, rs. Para peixes, a média de preços fica entre 55 e 64 reais. Tem um risoto de bacalhau com azeitona preta que me deixou babando por 67 temers.

Pargo ao creme de espinafre

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Para finalizar chegou a hora da sobremesa, no menu da restaurant week existiam duas opções, futas ou nougat glacé com calda de pêssego, obviamente escolhi o último, né? Sabe torrone? nougat é tipo isso, só que chic e menos doce, eu amei! lembro de ter comido em Paris uma vez.

Para beber, escolhemos um espumante francês, o preço estava bom, 68 a garrafa, ok né? Sem mencionar que os migos tomaram gin tônica, caipirinha e talz, eu bebi só uma tacinha pois dirigindo. Também olhamos a carta de vinhos que oferecia garrafas à partir de 65 reais, achei bem honesto.

Resumindo tudo, foi um ótimo jantar, gostei muito do espaço, da comida e do atendimento, gastamos em média 150,00 reais, mas teve uma belas cachacinhas, acho que se você se comportar ou não beber tanto álcool, o valor girará em torno de 110 – 130.

Espero que tenha curtido o post e se quiser indicar algum lugar que esteja curioso pra saber quanto custa, deixe aqui nos comentários.

 

27set

Viajando sozinho: Los Angeles

Postado por às em Viagem

LosAngeles-cidade

[Você pode ler esse texto ao som de California, da Grimes]

No meio do ano fiz uma loucura, do nada resolvi comprar uma passagem para ficar uma semana em Los Angeles. Eu amava a ideia de viajar para EUA pela primeira vez e estava em dúvida entre LA e NY, pesquisei durante meia hora o preço das passagens e me decidi pela mais em conta: Los Angeles custava R$ 1000,00 a menos que NY e a cidade foi meu primeiro destino em solo americano.

Eu estava bem animado, mas como estava passando por uma transição na vida profissional não consegui pesquisar, planejar e nem fechar nada do que queria ver na cidade. Foi tudo tão corrido que eu não sabia quais lugares de Los Angeles visitaria. Vocês acreditam que comprei o ingresso para o Parque da Universal em frente ao parque? Loucura mesmo.

usa-hostels-hollywood

USA Hostels Hollywood

Eu cheguei na cidade e fiquei hospedado no USA Hostels Hollywood, gostei bastante do lugar. Uma semana de hospedagem (em quarto compartilhado, afinal é um hostel) ficou por 330,00 dólares, como fechei muito em cima da hora (uma semana antes) achei o valor super bom, principalmente por que fica há menos de 100 metros da Hollywood Boulevard, aquela avenida maravilhosa da calçada da fama, cheia gente bonita, onde acontece os eventos de lançamento de filmes, cheia de lojas, galera de cosplay e etc. Eu adorei me hospedar nesse hostel e fui pra lá por indicação de um amigo.

Eu adorei a época que fui, pois estava calor. Tinha sol durante o dia, demorava para escurecer e ainda fez um tempo muito gostoso durante toda minha viagem, foi bacana demais. No primeiro dia eu andei pela calçada da fama, fiz algumas compras, comi, bebi e descansei, afinal de contas tinha ficado um bom tempo no voo e queria descansar, pois nos outros dias eu precisava curtir! Mas ainda consegui visitar o museu de cera, que fica na Hollywood Boulevard. Fiquei chateado pois não tinha uma versão da Lady Gaga de cera, mas sobrevivi. O museu não é muito legal, porém eu peguei um desconto de 50% na rua e foi sucesso.

No segundo dia decidi que iria até a Universal Studios e visitaria o parque do Harry Potter. A brincadeira me custo 100,00 dólares, mas com esse ticket eu tive acesso ao parque inteiro e também a versão hollywoodiana da atração do Harry Potter. Eu adorei o passeio pelo parque, pelo castelo de Hogwarts e me senti dentro dos filmes. Aliás, fiz o rico e comprei várias coisas, incluindo uma varinha do Harry e outra do Voldemort, pois eu ainda não sei se sou da Sonserina ou da Grifinória. O parque é muito legal, achei que valeu a pena o preço. Só que eu estava sozinho, então não conseguia passar muito tempo na fila das outras atrações do Parque da Universal, eu acho chato filas quando estou sozinho. Mas aproveitei para comer bastante e beber muita cerveja.

No terceiro dia eu já sabia onde iria e, também, comprei na hora! Umas das minhas vontades, desde cedo, era conhecer os estúdios de Warner Bros, ver onde as séries são gravadas, ir no Central Perk e tudo mais. Eu sou muito fã de séries, principalmente de Friends e estava muito animado para conhecer tudo. Eu ia sozinho, até que no hostel acabei conhecendo um brasileiro que estava indo para o mesmo lugar na mesma hora e fomos juntos. Foi divertido, eu curti bastante o passeio, fiz alguns posts no Snapchat mostrando a casa dos pais da Mônica (Friends), onde era filmada a série Pretty Little Liars e também onde aconteceu aquele icônico beijo de Peter Parker/Homem-Aranha com Mary Jane, no primeiro filme do herói. Ah, também passei em frente ao lugar onde foi filmado o episódio em que o Marcel (o macaco do Ross) grava um filme com o Jean-Claude Van Damme. Eu fiquei bobo, pois sou fã de Friends.

Nessa hora eu tava falando “moça, bate essa foto direito pois não sou obrigado”. #Friends #CentralPerk

Uma foto publicada por Jardinho (@jaderplanob) em

Eu queria muito conhecer Santa Mônica e também Venice, eu adoro praias e adoro ver gente, por isso passei três dias seguidos pegando Uber para esses lugares maravilhosos. Santa Mônica e Venice são dois distritos dentro de Los Angeles que me lembram muito a diferença entre Madrid e Barcelona, São Paulo e Rio de Janeiro. Enquanto Santa Mônica é aquela coisa linda, meio dura e séria, Venice passa aquela sensação de juventude. Eu amei aquele lugar!

Eu passei sete dias no total em Los Angeles e voltei para São Paulo com 5kg a mais. Dá para acreditar? Eu bebi tanta cerveja (e tão gostosas) e comi tanto hambúrguer que sinto falta até agora. Los Angeles não é uma cidade barata, sim se você pensar em comprar coisas que vendem pouco no Brasil, como vinil, funkos e sapatos da Dr. Martens. O que eu fiz? Comprei tudo! Quando estava em Santa Mônica passei pela 3rd Street Promenade, é uma rua incrível cheia de lojas maravilhosas. Lá eu comprei o meu primeiro Dr. Martens (no Brasil custa 800,00 reais, paguei 100,00 dólares) e algumas bugigangas.

Outros dois lugares que gostei bastante na minha passagem por Los Angeles foram: Amoeba Music e Urban Outfitters. Essas duas lojas levaram meus dinheiros e me deixaram muito contentes. Eu tenho um toca discos e aproveitei para comprar todos os álbuns da Lady Gaga e ter uma coleção completa, além de presentes para amigos. Eu parecia uma criança na Disney, pois as lojas são incríveis e tem coisas que no Brasil são extremamente caras.

 

Num pub em Santa Monica

 

Uma foto publicada por Jardinho (@jaderplanob) em

Los Angeles é uma cidade um pouco complicada de se locomover, eu tive que andar muito de Uber e em sete dias de viagem gastei mais de R$800,00 (reais, gente) indo de lá pra cá e visitando os pontos da cidade. Eu nem sabia onde era o metrô, só para vocês terem ideia de como sou perdido. Mas eu adorei essa experiência de viajar para a cidade sozinho, gosto de conhecer lugares e coisas sob minha perspectiva.

Antes de conhecer Los Angeles minha cidade favorita era Barcelona e hoje eu tenho que contar: Barcelona agora é a segunda favorita, pois Los Angeles me ganhou de um jeito. Eu adorei aquela cidade e espero voltar muitas outras vezes.

13set

Guia de Vinhos – Glossário básico

Postado por às em Bebidas, Gastronomia, Você rica

winebarrels

Depois do primeiro post Guia de Vinhos – As Uvas, eu resolvi escrever um pouco sobre alguns termos que você sempre vai encontrar, seja num aplicativo de vinhos, num blog especializado em vinhos ou em um programa de gastronomia.

Eu já me perdi muitas vezes e confesso, morria de preguiça de pesquisar o que significava cada coisa, uma vez que a vida é corrida né?  Muitas vezes até achei bobeira utilizar esses termos, mas quando você começa a beber vinho, isso se torna um fator importante, principalmente se você gosta de compartilhar e ler resenhas naquele app Vivino.

guidadevinhos

Chega de ficar sem entender os termos básicos da arte de beber vinho. Então, se você quer saber um pouquinho mais sobre eles, bora:

Acidez: é uma característica que dá o equilíbrio ao vinho, por exemplo: quando uma uva fica muito madura, ela consequentemente se torna mais doce e a acidez cai,  a grande sacada é o produtor conhecer exatamente o melhor período para colheita. Quando você bebe o vinho, percebe a acidez nas extremidades da língua, quanto mais você salivar, mais ácido ele é.

Adstringência: é aquela sensação de boca seca, me lembra aquela sensação de comer um caqui verde, sabe? lembra aquela palavra “caqui tá marrando!” – Em bons vinhos você não vai sentir essa “marra” tão forte.

Afinado: quando o vinho está envelhecido, tá bem equilibrado.

Complexo: quando o vinho tem muitos aromas diferentes, é eu sei, você ainda vai aprender a compreender os aromas posteriormente.

Retrogosto: ô palavra estranha, mas é basicamente o gosto que fica na boca depois que você bebe o vinho.

Tanino: quem nunca ouviu falar dos taninos? É uma substância derivada das sementes e cascas e é responsável pela adstringência do vinho.

Terroir: clássica palavra! Significa literalmente o solo onde as uvas foram plantadas, mas ai inclui-se ambiente, clima para que seja compreendida todas as características do vinho.

Bom, essas são as palavras básicas para um iniciante em vinhos, já está num belo caminho se conhece a maioria delas e seus significados. Eu gosto de escrever e simplificar os conteúdos, torná-los mais acessíveis e de fácil compreensão.

Em breve novos posts sobre vinhos e cia.

12set

Update do projeto #32coisas

32coisasantesdos32

Diferentemente do projeto anterior, eu não vou fazer posts únicos para cada coisa realizada na lista, pq né? Mas vou dar umas parciais, hoje é dia 12, faltam exatamente 12 dias para o fim do projeto, eu deveria estar louca, por que ainda falta muita coisa, mas se tem uma coisa que aprendi com esses 32 anos é ter calma.

Eu gosto de me desafiar, de colocar essas listas pra me tirar do limbo que eu mesmo crio, daquele conforto delicioso da rotina, ah eu descobri que eu adoro a rotina. Eu não gosto de mudar de caminho pra vir trabalhar, o waze diz que o caminho de sempre tá parado, mas eu olho e são 5 minutos de diferença, eu prossigo na mesma rota. Ah, eu adoro a rotina.

Mas vamos ao que interessa? Um update do que eu já consegui realizar nesse meio tempo:

01 – Terminar de ler #GirlBoss – olha, ainda tinha 50 páginas e eu honestamente li só por conta do projeto, por que o livro é muito fraco, cheio de lições de empreendedorismo que eu não queria ler. A história de como ela construiu a loja e tudo mais é bem interessante, mas só.

03 – Conhecer um restaurante novo – essa é a parte mais fácil do projeto né? Eu fui no restaurante O cupim com a Patty, o namorado dela e o Jader. O lugar é daqueles meio bar, meio restaurante, cheio de gente e que serve um cupim na telha que é de lamber os beiços, eu só demorei pra entender que tinha que comer o cupim com a mandioca juntos, porra, que delicia.

07 – Fazer uma hidratação power no cabelo – Sim, eu fiz, tava precisando viu? Eu fui no Jacques & Janine e fiz um procedimento chamado tratamento de luxo da marca Schwarzkopf, risos. Fez bem pro cabelo.

11- Mudar o corte de cabelo – No mesmo dia da hidratação fiz o corte. A Fernanda me deu um mega apoio e ficou pilhando pra eu cortar mais. Pela primeira vez fiz um corte radical, poderia até chamar de big chop hehehe. Acho que primeira vez na vida que cortei o cabelo tão curto. Ainda tô me acostumando com isso, mas tenho que confessar, eu curti pra KRLHO.

 

Uma boa mudança pra abrir a porteira de novidades que vem por ai! #32coisas

 

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

08 – Comprar a mesa pra casa – Depois de uma longa novela, finalmente eu comprei a minha mesa. Uma amiga indicou uma loja na Teodoro Sampaio e eu fui ver, adorei, ainda não recebi, mas em breve termos fotos!

12 – Me dar um presente MARA – Sim, foi ontem, eu estava de olho em duas coisas na Polishop – nunca pensei que iria gostar de coisas dessa loja. Comprei a panela que não gruda nada, aquela Flavorstone, eu já estava namorando ela bem uns 6 meses. Comprei também um troço de fazer cachos no cabelo pra variar o corte novo.

14 – Fazer mais uma road trip – Dirigir tornou-se uma coisa natural, mas ainda tenho muita cautela. Decidi da noite pro dia ir pra praia, consegui 2 dias de folga, reservei o hotel e parti! Fui pro Guarujá, minha primeira vez dirigindo prá lá. A ida foi meio longa, pois tinha trânsito, a volta tranquila, menos de 2 horas eu estava em casa.

17 – Ir numa balada latina – Eta que esse item foi uma delícia! No facebook a Jeh me disse que topava e coisa de 2 horas combinamos tudo (ela foi responsável por outro item aqui tbém). Fui no Rey Castro, o lugar é gostosinho, tem um monte de gente diferente, não é aquela coisa lotada louca e o ambiente é legal, tem uns casais mais assanhados, mas até ai normal.

18 – Assistir Stranger Things inteira – esse item foi fácil né? Matei em 2 dias, porra que série boa, intrigante e me deixou deveras ansiosa para os próximos episódios.

23 – Conhecer algúem do mundo virtual – A Jéssica é minha amiga virtual faz tempo, tem sei lá uns 3, 4 anos que a gente se segue no twitter e troca mega ideia. Vários crushs errados. Foi ela quem topou ir na balada latina. Adorei conhecê-la e foi aquela coisa, igualzinho no twitter, somos todas loucas. Plus que eu conheci o Danilo do twitter e a Juliana do MBA.

reycastro
28 – Começar aulas de francês – Baixei o duolingo de novo e comecei as aulas, por enquanto tá fácil, mas logo a língua começa a enrolar. Oui, Je suis uma femme.

Por enquanto é isso pessoal, obrigada por acompanhar!

06set

5 opções para você se apaixonar por música latina

Postado por às em Música

anitta

Eu sempre fui muito ligada à cultura latina, às músicas puxadas pra Rumba, Reggaeton, bachata sempre fizeram meu coração bater forte, eu não sei explicar, mas eu me sinto mais feliz, mais alegres com essa batida, será que eu deveria ter nascido lá pra Colômbia, México ou Chile? Não sei, nunca saberemos.

Ando sempre indicando músicas pros amigos e recentemente a ascenção desse ritmo me fez voltar a ouvir com mais frequência as playlists latinas.

A cantora Anitta vem apostando muito forte nesse ritmo realizando colaborações com cantores famosos pela Colômbia como Maluma (sem or) e J. Balvin, acho que ela tem tornado o ritmo mais conhecido e acostumado os ouvidos brasileiros para essa delícia de som.

Thalia-Playlist

Confesso aqui pra quem não sabe, eu fui muito fã da cantora mexicana Thalía (risos) e por ela desde sempre esse tipo de música se fez presente na minha vida. Mas, dito isso, eu pensei em fazer uma lista com 5 músicas que são MARA pra que você conheça o ritmo e assim como eu, se apaixone por música latina.

Sim ou não – Anitta e Maluma

A música é uma delícia e eu duvido que você não mexeu a bunda ai na cadeira quando deu o play! Anitta acertou muito nessa colab, risos.

La Bicicleta – Carlos vives e Shakira

Sabe aquela vibe de bem estar? De felicidade? É o que você vai encontrar nessa música gostosinha com a diva Shakira.

El Perdedor – Maluma

O cantor colombiano é sex symbol (ainda se usa esse termo?) – meu crush secreto e tem uma história de amor que não deu muito certo ao som de uma batida contagiante.

Por fin te encontre – Cali Y El Dandee

Me apaixonei por essa música e não consigo parar de ouvir, batida perfeita, letra gostosinha e muito contagiante.

Desde esa noche – Thalía feat Maluma

Ah, não podia faltar né? A música que me fez quase comprar uma passagem para Nova York e ir assistir o show no dia do meu aniversário. Thalía volta renovada nesse feat com o crush Maluma  e traz uma música animada, sensual e cheia de latinidade, ah eu sou fã, não posso dizer muito rs.

Bom, basicamente é essa lista ai, se você já tem uma queda pelo ritmo, é só dar uma olhadinha nessas músicas, são as mais atuais. Se você gostou, eu também fiz uma playlist no Spotify com as que eu mais gosto de ouvir, boto no carro pra ir trabalhar e o ânimo pra começar o dia vem que vem.

Playlist soy latina by me <3

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web