20jun

Férias em Morro de São Paulo

Postado por às em Viagem

Morro-de-São-Paulo

Pela primeira vez eu fiz uma viagem de férias para Morro de São Paulo, na Bahia. Não sabia que era um destino famoso e desejado. Poucos sabem, mas eu não tive tempo de planejar nada para essa trip, minhas queridas amigas Dani e Carol que fizeram grande parte do job.

As duas fizeram um trecho antes de mim, foram para a Chapada Diamantina, como era uma coisa mais roots eu declinei dessa parte e entrei apenas quando o destino era mais “tranquilo”. Fizemos a costa do dendê e a costa do cacau, conhecemos algumas ilhas e nesse post vou falar basicamente sobre Morro de São Paulo.

Como chegar em Morro de São Paulo?

Eis que vem o primeiro desafio, ilha é ilha né? Quem disse que é fácil chegar? Saí de SP, peguei um avião, nos encontramos no aeroporto de Salvador e ai começou a saga: pega um transfer, um catamarã 40 minutos, mais uma hora e pouco de carro e mais uma lancha. Quem disse que ia ser fácil? Quando você chega na ilha, tem que pagar uma taxa de preservação, acho que 15 reais, ai tu sobe literalmente um morro, risos. A cidade é bem pequena, tem 5 praias, muito comércio, restaurantes, hotéis e atividades turísticas. É bem pequena, mas aconchegante, acolhedora, você se sente bem, quase que em casa.

Onde se hospedar em Morro de São Paulo?

Nós ficamos no Anima Hotel, o segundo melhor hotel de Morro segundo o trip advisor (!) – ele fica na praia 4, que é extremamente reservada, um paraíso. Viagem tem sempre aquele lance de você ficar com medo do hotel não ser bem o que mostra nas fotos né? Com o Anima, não tivemos esse problema, ele era bem mais do que esperávamos. Ficamos num bangalô bem legal com jacuzzi e um clima todo romântico, percebemos que o lance em morro é meio que pra casais. Toda a equipe do hotel é maravilhosa, se você procura um lugar, apesar de ele ficar 20 minutos do ~centro~ vale muito a pena.

anima-hotel-morro de sp

Divulgação

Onde comer em Morro de São Paulo?

Todos os lugares são bem familiares, com comida simples, natural e cheia de peixe, camarão e tudo mais que o mar nos oferece. Tem restaurantes para todos os gostos, mas o forte mesmo é aquela moqueca, peixe, camarão, frutos do mar em geral. Eu fui em alguns lugares e na verdade não vou indicar nenhum, você pode experimentar tudo que a ilha te oferece, a única recomendação que faço é tomar cuidado com aqueles restaurantes que tem na beira da praia, pois quando a comida chega, vem junto um monte de mosca que aparece do nada pra atrapalhar sua linda refeição.

morrodesp-animahotel

instagram @tainasena

O que fazer em Morro de São Paulo?

Olha, tu tens 5 praias à disposição e ainda tem uma boa gama de passeios, como por exemplo visita às piscinas naturais, passeio volta a ilha, praia da gamboa, visita no bar flutuante. Cada praia tem uma característica diferente, 1 e 2 tem onda, água limpa e mais pessoas. Agora a 4 é bem tranquila, quando a maré está baixa o mar fica lá longe, é bem legal ver isso. A praia é cheia de conchas, não tem ondas, dá pra ver uns peixinhos e uns caranguejos. Nós fizemos o passeio das piscinas naturais, é bem interessante, você é levada até o local, o guia te deixa livre para curtir a piscina, ver os peixinhos nos corais, é bem massa!

Keep calm e férias é bom demais   Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Resumindo: Morro de São Paulo é uma delícia, geralmente é cheio de casal, ao menos nessa época, vale muito pelas paisagens, belas praias, contato com a natureza. Um único aviso: leve dinheiro físico, pois só existe um caixa do Banco do Brasil e uma mini agência do Bradesco e na maioria das vezes não tem dinheiro.

24mai

Quanto custa jantar no L’Entrecôte d’ Olivier?

Postado por às em Gastronomia, Quanto custa?, Você rica

entrecoteolivierpreco

Não confunda o L´Entrecôte d´Olivier com o L´Entrecôte de Paris, parece que rolou uma bela briga entre os donos e o que era um restaurante acabou virando dois, o mais famoso é obviamente o do Olivier, que leva o nome do famoso apresentador Olivier Anquier.

Nem vou falar aqui o quanto eu amo assistir os programas dele no GNT, por que né? Mas vamos ao que interessa, o restaurante L´Entrecôte d´Olivier já estava na minha lista de visitinhas faz tempo, mas sempre escolhíamos outro lugar e como esse já tem um preço tabelado, muitas vezes achei que não seria interessante para a proposta do Quanto Custa?

Um  belo dia eu resolvi mudar, digo, ir lá! Chamei o Jader e assim na correria, fomos! Escolhemos a unidade do Jardins, manobrista na frente, deixei o carro e entramos sem fila, ok que era uma quarta feira né? Convenhamos!

Hummm

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Como todos sabem, o restaurante tem um prato único que é o Entrecôte, um corte que também é conhecido como bife ancho ou filé da costela, um corte bem saboroso e macio e este corte é o único e exclusivo prato do restaurante. O corte é acompanhado de um molho especial, uma receita parisiense e secreta. Muitas pessoas e veículos já tentaram descobrir o tal do segredo e fiquei sabendo que no molho pode ter até fígado de galinha (ECA!), mas ninguém confirma nada.

O ~bife~ é também acompanhado de batata frita refil, isso mesmo, batata frita à vontade. Me segura!

restauranteentrecoteolivier

Bom, chegamos e fizemos o pedido sem muita hesitação, risos, o Jader pediu uma garrafa de vinho pra beber sozinho e eu pedi uma taça de champagne rosé só pra sentir um gostinho da riqueza enquanto esperávamos nosso prato. Confesso que quando chegou, não achei muito bonito/atraente, mas o prato é realmente bem saboroso e o molho bem diferente e interessante. Fora as batatinhas que são sensacionais, tive que me conter com esse lance de refil.

Também experimentei a sobremesa, o famoso moussão de chocolate, eles preparam uma mega taça, não seria taça o nome correto, mas é uma big forma de mousse e quando vc pede eles servem meio que o tanto que você quiser.

mousseentrecote

O atendimento é excelente, não é um restaurante que é aquela coisa requintada, é na verdade bem familiar e os garçons são bem animados e prestativos. Mas quanto custa jantar no L´Entrecôte d´Olivier? Só o prato custa 78 reais, mas nós também pedimos sobremesa, que gira em torno de 24 reais e também tem as bebidas + serviço. Nossa conta deu 376,00 contanto os dois pratos, duas sobremesas, uma garrafa de vinho, refri e minha taça de champagne. Seria um valor mais razoável se não tivesse a garrafa de vinho, mas tem dias que nos damos ao luxo não é mesmo?

Minha única tristeza foi não ter encontrado o chef Olivier Anquier, que obviamente faria pagar o mico de tirar uma foto comigo.

No geral, a experiência é bem interessante, o prato é gostoso. Vale a pena conferir.

Serviço:

www.entrecoteolivier.com.br

Alameda Lorena, 1821 – Jardim Paulista – São Paulo

Telefone: 11 3063-4107

03mai

Os 7 melhores restaurantes de São Paulo

Postado por às em Gastronomia, Você rica

restaurante

Acho que falar sobre comida, restaurantes, saídas noturnas virou meio que uma característica minha, sempre que algum amigo quer ir num lugar especial, ou quer uma indicação de restaurante eu recebo uma mensagem, whatsapp ou telefonema perguntando sobre x lugar, e óbvio, eu adoro falar sobre isso.

Esses dias me deparei com a lista do trip advisor sobre os 07 melhores restaurantes de São Paulo, a maioria ainda não recebeu minha ilustre visita, risos, mesmo assim, achei interessante listar aqui pra gente comentar, trocar uma ideia e ter algumas referências:

1 – Vila das Rosas – Confesso que nem tinha ouvido falar ainda, com foco em comida simples, parece que é um daqueles lugares

2 – La Tambuille – Toda vez que penso nesse restaurante me vem a cara da Val Marchiori na cabeça, ela sempre vai nesse resto, riquíssima que é, diz que o lugar é encantador e a comida mais ainda, eu ainda não tive o prazer de visita-lo, estou esperando cair o din din da mega sena. Risos.

3 – Temakeria Paulista – Especializado em temaki e sushi, de acordo com as recomendações dos clientes, é um lugar com bom atendimento, os produtos são sempre fresquinhos  e possui muitas opções. Parece que o atendimento é meio “digitalizado” – você escolhe o pedido no tablete! Gostei! Pena que eu não sou muito fã de temaki.

4 – Gopala Hari – Essa é pra quem gosta de cozinha indiana, eu confesso que já comi algumas vezes, mas não é aquela paixão. Nunca visitei esse lugar, mas segundo os frequentadores, é um dos melhores na categoria e oferece uma boa cartela de opções e substituições.

5 – Kinoshita – Mais um japa na área, também figura na lista dos nunca visitados por minha pessoa, mas tem bons reviews e aparentemente o custo da experiência também é um pouco elevado, garantindo satisfação com ingredientes frescos e explosões de sabor. Eles tem também um menu degustação, que é bem interessante pra conhecer a casa e a comida.

6 – Sainte Marie Gastronomia – Bom, finalmente um lugar que eu já fui, risos. Esse árabe é apenas maravilhoso, fica escondido na Vila Sônia, só descobri por que fica do lado do meu trabalho. O chef é atencioso e visita cada mesa, o atendimento é personalizado, a comida é gostosa e barata, é inacreditável que você pode comer um prato tão bom, e sair pagando 50 reais com bebida e sobremesa incluída.

7 – Varanda Grill –Também chamado de “restaurantes de carnes” – é um lugar familiar, com bom atendimento, bons cortes, resumidamente: tradicional. Diferente de uma churrascaria, ele tem como foco principal as diferentes variações dos cortes de carne e faz dela o seu principal.

Lembrete que essa lista é do trip advisor, que faz um ranking por categoria/comentários das pessoas que utilizam a plataforma.

Dessa lista, me deu vontade de conhecer 2 ou três lugares, obviamente escolhi os com maior custo, ou seja, vai demorar um pouquinho pra figurar aqui no quanto custa, mas trarei essa experiência pra cá.

E você? já visitou alguns desses restaurantes da lista?

19abr

Nada dura para sempre

ele não está tão afim de você-filme

Ginnifer Goodwin e Justin Long em cena do filme Ele Não Está Tão a Fim de Você, de 2009

[Você pode ler esse texto ao som de Colors, da Halsey ♫]

Quando começamos um relacionamento colocamos muita expectativa naquilo e certas vezes acreditamos que esse amor vai durar para sempre. É muito bom acreditar que você encontrou alguém que vai dividir a vida com você, é incrível fazer planos enquanto olha para o lado e existe alguém lá. Não é bobeira acreditar em amor verdadeiro ou acreditar em alma gêmea. Eu não acredito mais, porém não acho que é besteira.

Eu já encontrei o amor verdadeiro algumas vezes e sempre achei que nunca amaria mais depois que esse amor acabou, mas logo depois estava eu lá apaixonado e rindo sozinho enquanto pensava no ser amado. Agora corta, vamos para o futuro ver o autor sofrendo pelo fim daquele amor verdadeiro e acreditando que jamais amaria de novo. Bobeira achar que não vai surgir uma nova pessoa que fará seus olhos brilharem e seu coração bater mais forte.

Hoje li uma frase no Facebook de uma cantora que sigo, que dizia “Nada dura pra sempre, os tempos mudam” e foi pensando nisso que resolvi dividir mais um capítulo da minha história com vocês aqui.

Eu estou apaixonado e como das outras vezes acredito que esse amor é real. Acredito que é aquele amor verdadeiro e que nunca sentirei igual, maior ainda que da última vez. Só que por alguns motivos essa relação não deu certo e estou tentando caminhar em frente, tentando não pensar no “poderia ter dado certo” ou “será que acabou mesmo?”, eu simplesmente tento não pensar e apenas estou seguindo em frente.

Como das outras vezes eu estou passando por uma situação complicada, é difícil ser rejeitado e ter que abrir mão daquilo que você acredita ser sua felicidade. Mas eu olho pra trás e penso “eu já senti isso antes”. E essa é a parte da vida que está me dando forças pra seguir em frente, afinal há dois anos estava eu triste pelo fim de um relacionamento e hoje aquilo é só uma lembrança legal de uma parte da minha vida.

Eu sou muito apegado a pessoas e por isso eu não gosto de concordar com certas coisas, mas eu concordo muito com essa frase e hoje consigo enxergar claramente que a vida é assim, nada dura para sempre. O seu amor não dura a vida toda, ele muda, ele se transforma. Claro que em alguns casos ele pode se transformar e continuar, mas em outros ele se transforma e acaba.

Para quem continua amando é mais complicado, a gente vai sofrer e eu gosto de sentir todas as fases de um relacionamento, desde o amor que tira você do chão até a parte triste. E ainda acredito que devemos passar por isso, o sofrimento nos ensina.

Só que hoje eu aprendi algo, a vida não acaba quando seu amor vai embora. A vida continua e você vai acabar encontrando outros amores e vai chorar de alegria e também de tristeza e aos poucos vai aprendendo a lidar com isso, pois as pessoas mudam e os sentimentos também.

Eu escrevi esse texto enquanto escutava Colors, da Halsey, e destaco essa parte que fala basicamente sobre mudanças:

You were red, and you liked me ‘cause I was blue
But you touched me, and suddenly I was a lilac sky
Then you decided purple just wasn’t for you

*Esse texto faz parte do projeto Eu, Você e Eles.

12abr

Você não me escolheu

Postado por às em Amor, Eu Você e Eles, Relacionamento
andrew-lincoln-simplesmenteamor

Andrew Lincoln em cena do filme Simplesmente Amor, de 2003

[Você pode ler esse texto ao som de Flesh Without Blood, da Grimes ♫]

Por muito tempo eu insisti na gente, por muitas vezes eu tentei fazer com que você sentisse o mesmo que sinto e acredito que quase chegamos lá, foi por pouco, mas você não me escolheu.

Eu não sei lidar com rejeição, na verdade eu acho que ninguém sabe. É difícil você amar alguém que não te dá isso em troca. E eu não falo de receber em troca um amor incondicional, apenas aquele amor do dia a dia, aquele carinho e atenção. Amar e não ser amado é viver sob a presença da ausência da pessoa, é complicado.

Passamos muito tempo juntos, eu te conheci e você acabou conhecendo cada detalhe meu, cada defeito e cada coisa boa, você conheceu os tons do meu sorriso e mesmo depois de tudo isso não me escolheu. Hoje você prefere ficar sozinho a ficar comigo e agora nós não somos (e não seremos mais) uma dupla.

Eu nunca vou te perguntar os seus motivos, eu não quero saber e muito menos tentar entender. Eu sei que simplesmente as pessoas não se apaixonam de volta, eu entendo que às vezes o amor acontece e às vezes não. É normal, triste, mas totalmente aceitável.

simplesmente amor gif

Andrew Lincoln e Keira Knightley em cena do filme Simplesmente Amor, de 2003

E eu olho pra trás e vejo situações parecidas, onde eu era o “não escolhido”, mas essas situações foram tão poucas e tão pequenas que acredito que isso não tem nenhuma ligação comigo, o problema não sou eu. Simplesmente eu não fui seu vencedor e agora devo lidar com isso.

Quando me pego pensando nas opções que tenho a partir de agora eu fico triste, pois em todas elas não existe você, a sua presença não está lá. E o pior de tudo é que isso é bom, pois levará um tempo para que eu não pense mais em você e depois tudo terá acabado. Até nossa ligação (o meu amor por você) terá chego ao fim e depois disso eu poderei me reencontrar.

Agora nada mais importa na nossa relação, pois a cada dia ela vai existir menos e vamos chegar num ponto em que não conheceremos mais um ao outro. Nós dois seremos estranhos e nesse dia eu não vou mais lembrar que você não escolheu, pois isso não terá importância pra mim.

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia