/ empoderamento

16nov

O empoderamento feminino em Jogos Vorazes

Postado por às em Feminismo, Filmes

belezakatniss

Essa semana termina mais uma Saga que levou milhões de pessoas aos cinemas, com uma premissa diferente das outras histórias que acompanhamos, Jogos Vorazes traz uma história política, que obviamente tem como segundo plano um romance e algumas intrigas, mas esse filme eleva para um outro nível os filmes de Sagas, trazendo significados e visões que refletem na geração de pessoas que são impactadas pela história da revolução.

Não poderia vir em melhor hora este final, um momento em que estamos participando, vendo, presenciando a primavera das mulheres no Brasil, e Katniss Everdeen, a mocinha deste filme é um forte exemplo de feminismo, de força e empoderamento feminino.

Katniss é um exemplo para homens e mulheres, não apenas por suas habilidades de luta e sobrevivência, mas de inteligência e perspicácia, pois transcende a questão feminismo/machismo, ela impressiona homens e mulheres e sim, ela é fodona. Como não se impressionar vendo uma mulher dominar um arco e flecha e tornar-se o símbolo de uma revolução?

Ela desafia o Estado, desafia a própria sociedade e critica o culto excessiva à aparência, afinal os Jogos Vorazes são vistos como um espetáculo para quem está de fora e todo o tempo gasto em suas roupas, artigos para ela não faz sentido. Se Katniss vivesse na vida real, nos dias de hoje, ela seria uma mulher que vai contra os padrões impostos pela sociedade, tenho certeza disso.

katniss-cena-deletada-esperança

Poderíamos ficar aqui falando sobre os arquétipos e muitas facetas feministas sobre a personagem de Jennifer Lawrence, mas acredito que o fator mais importante aqui é a escolha de uma personagem forte para uma série que pode ser considerada focada no público adolescente, onde não existe o estereotipo de uma mocinha desprotegida que precisa de suporte e de um homem obviamente lindo e maravilhoso para cuidar dela e das fraquezas e que mais importante ainda, o foco dela não está relacionado ao amor romântico ou relacionamento.

Jogos Vorazes traz para jovens e adultos um novo formato de filme que coloca as mulheres no protagonismo e talvez não seja o que o movimento feminista busca, mas eu entendo como um grande passo e confesso que estou muito animada para ver o fim dessa história! Nós vamos assistir a pré-estreia hoje e eu estou mega ansiosa pra ver como Katniss vai conduzir esta revolução.

0a4b6317-8f79-4b29-a31a-fe6bb19513de

10jul

Fifth Harmony e o feminismo

Postado por às em Feminismo, Música

feminismo

Feminismo é a bola da vez, emponderar uma mulher virou moda, virou cool, demorou!

Podemos ver o posicionamento de empresas, e o novo pensamento em relação à mulher e sua representatividade, podemos ver as pessoas como um novo pensamento, com visões mais críticas quando uma publicação ou ação é machista, as pessoas estão mudando e as mulheres mais que nunca ganharam voz e no meio de tudo isso nós temos uma girl band chamada Fifth Harmony que traz em suas letras, coreografias e estilo o emponderamento feminino para um novo e maior público, os adolescentes, que acredito eu, ainda não tem o machismo completamente na mente.

A banda se declara feminista e seus dos hits BO$$ e Worht it traduzem mensagens de incentivo, colocando a mulher numa posição de poder, destaque e elevam a auto estima feminina, elas querem inspirar mulheres e meninas e mostrar que ser forte, poderosa lhes trará sucesso e que no final tudo isso é mais importante que uma competição.

“C-O-N-F-I-A-N-T-E, essa sou eu, eu sou confiante / Não quero seus elogios”.

anigif_original-1385-1418847251-6

No clipe de Worht it as cantoras são personagens da vida real e que em sua maioria são papéis desempenhados por homens como executivos de terno, chefes com suas secretárias, cantando algo como “dê pra mim, porque eu valho a pena”

As moças foram “descobertas” em um reality show The X-factor onde ficaram em terceiro lugar e desde então vem surpreendendo o mercado pop com suas músicas e clipes poderosos e já até foram comparadas com as Spice Girls, além de claramente serem feministas e fazerem questão de deixar isso público, as gurias estão faturando uma boa grana e vêm sendo chamadas de primeira grande girl band depois dos anos 2000.

Enquanto a quantidade de celebridades que se declaram feministas ainda é baixa, fico feliz em ver novos padrões vencendo os antigos e grupos como o Fifth Harmony preocupados em mostrar que para os jovens que o feminismo não se trata de odiar o sexo oposto e sim de igualdade, elas estão preocupadas em dar um bom exemplo a milhares de pessoas, sejam fãs ou apenas pessoas impactadas por sua música.

screen-shot-2015-03-30-at-8-29-32-am

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web