/ gastronomia

01out

Happy Wine tem noites com trio de jazz e seleção especial de vinhos em dobro

Postado por às em Episódio de Hoje, Gastronomia, Vinho

supstrip_214912_0_web

O Trabuca Bar realiza todas as terças-feiras o Happy Wine, projeto que fica até o final do ano e celebra grandes vinhos de diferentes países. Nestes dias, a trilha sonora da casa ganha o jazz do Strasbourg Trio, acompanhada por uma seleção especial de rótulos da importadora Grand Cru – na compra de uma garrafa, o cliente ganha a segunda – e que podem ser apreciados com sugestões do chef inspiradas em cada região.

A partir do dia 02/10 (amanhã), será a vez da França ser representada por seis rótulos selecionados, a carta inclui o Delas Syrah da região no norte do Rhône e o Les Fleurines White, da área do Languedoc-Roussillon. Até o dia 30/10, os vinhos poderão ser harmonizados com uma variedade de comidas típicas francesas, como a Quiche Lorraine com mix de folhas e molho de mostarda Dijon – R$ 30,00, o Croque Monsieur e Madame – R$ 30,00, a Tartine de Queijo Camembert, servida com geleia de figo e broto de rúcula – R$ 30,00 e outras delícias locais, além de uma deliciosa Seleção de queijos (Camenbert, Chevrotin, Saint Agur e um embutido francês- R$ 60,00).

Os próximos países homenageados serão Espanha, EUA e África do Sul. Confira a programação abaixo e a lista completas de vinhos e menu do França.

Happy Wine 2018:
02/10 até 30/10 – França
06/11 até 13/11 – Espanha
20/11 até 11/12 – EUA e África do Sul

Vinhos e menu França – de 02/10 a 16/10:
Carta de Vinhos:
Vinho Les Fleurines Red (2016) – R$ 130,00
Vinho Les Fleurines White (2016) – R$ 130,00
Vinho Delas Syrah (2016) – R$ 150,00
Vinho Delas Rose – R$ 160,00
Vinho Delas Viognier (2016) – R$ 180,00
Vinho Coteaux Bourguignons Aop Rouge (2014) – R$ 180,00

Meu sonho é morar em SP pra aproveitar essas coisas maravilhosas, quem vai?

Serviço Local: Av. Juscelino Kubitschek, 1.444 – Itaim Bibi / São Paulo

 

 

 

08ago

Você já experimentou a comida Persa?

foto: divulgação

Semana passada fui agraciada com um simpático email me convidando para um jantar persa, na hora achei sensacional, não tinha nenhuma referência sobre esse tipo de culinária e fiquei super empolgada, já obviamente aceitando o convite. O email super carismático veio do Cláudio, que é esposo da Nasrim, chefe do projeto Amigs do Rei. Nele havia algumas orientações sobre a localização e a explicação de que não seria um jantar tradicional, um jantar num restaurante e sim um petit comitê na casa da chef, uma coisa bem intimista e super inclusiva.

O jantar seria servido na casa deles, com reserva para apenas 8 participantes, prometia uma imersão pura e íntima à culinária iraniana. Nasrim veio do Irã em meados dos anos 90 já com uma bagagem boa na cozinha, conheceu Cláudio e se mudou para Paraty, onde abriram o restaurante no centro histórico da cidade.

O Jader não pode me acompanhar e eu logo acionei o boy, que prontamente topou se aventurar comigo em terras nunca antes navegadas, risos. Chegando no local, encontramos um simpático sobrado, toquei a campainha e o Cláudio nos recebeu com um sorriso e simpatia que já me alegraram por ter aceito o convite. As vezes essa vida de blogueira me dá oportunidades incríveis.

Sentamos na mesa e eu fiquei a observar a sala dele, toda decorada com motivos iranianos e com as artes do Cláudio, ele nos disse que gostava de pintar e tinha muitos quadros na sala. Depois de alguns minutos chegaram os outros participantes, também blogueiros focados em culinária/gastronomia e fizemos um bate papo bem legal. A Vanessa do SP 24 horas foi a “host” e uniu toda essa galera, o papo foi muito bom.

comida persa

foto: divulgação

Começamos o jantar com uma entrada cheia de especiarias, era azeitona com uma série de coisas que não consegui identificar, mas tinha um sabor delicioso. Depois veio uma sopa com uma espécie de omelete, não anotei os nomes, mas já começamos super bem.

Como terceiro prato chegou uma berinjela, chamada Kashq Bademjan – pausa pra dizer, que incrível esses sabores – você com certeza nunca verá a berinjela do mesmo jeito depois de provar essa. Pra mim, foi um dos melhores pratos.

Como prato principal temos o Feseenjun – são umas almondegas de carne com molho de nozes e romã, arroz com arroz de açafrão de verdade e um molho de yogurte, que serve para limpar o paladar – aqui temos um sabor totalmente novo, muito diferente de tudo que eu já experimentei.

degustacao4

Por fim, o simpático casal nos preparou duas sobremesas, um bolo de pistache e uma outra chamada ranghinak que é uma receita secreta, você tem uma tâmara recheada com nozes mergulhada numa antiga receita da região de Pasárgada, coberta com pistache e um pouco de canela. Vale dizer aqui que a sobremesa tem uma textura incrível, você tem uma sensação arenosa na boca, algo muito diferente, pouco açúcar, mas incrível. Saímos todos com uma pulga atrás da orelha tentando decifrar esses sabores e texturas.

IMG_7383

foto: acervo

Depois do jantar a galera estava empolgada e o papo foi longe, falando de política, economia, viagens e a vida no irã. Eu achei o jantar uma experiência incrível, intimista, com muito sabor, cultura e alegria. Foi muito bom experimentar tudo isso e compartilhar com vocês.

Se você quiser ter uma experiência como essa, eles oferecem o menu degustação, onde você será apresentado a 7 sabores: um boas-vindas, duas entradas, dois pratos principais e duas sobremesas, escolhidos a dedo pela Chef e em harmonia com os frutos e vegetais da estação. O valor é de 170,00 por pessoa.

Deixo aqui o site deles: www.amigodorei.com.br

Se você já conhece ou se você for, comenta aqui o que achou.

 

 

12abr

Restaurante em Ubatuba – Banana Brazil

Postado por às em Gastronomia

IMG_5551

O que esperar de um jantar na praia? Frutos do mar, comida simples ou comida rápida, não é mesmo? Não! para minha alegria, tive uma grata surpresa ao visitar o restaurante Banana Brazil, que fica em Ubatuba, litoral norte de São Paulo.

Antes de sair pra jantar, dei uma googlada pra ver o que tinha por perto, não me julgue, afinal, eu sempre quero ter uma boa experiência gastronômica. Li sobre alguns lugares no trip advisor e cheguei no Banana Brazil, que estava com comentários muito bons, e com um sistema diferente, parecia um rodízio, mas não era um rodízio.

Contei pro boy sobre o restaurante, ele topou, partimos! Chegando lá, você não dá nada pro lugar, parece mais um restaurante normal de praia. O esquema era o seguinte: o chef oferecia uma sequência de pratos, com vários itens de culinárias diferentes, e terminava com um pouco de comida japonesa, topei.

O primeiro prato foi uma casquinha de siri, veio numa concha, achei apresentação fofa. Depois um vinagrete de mexilhões. O próximo prato foi uma delícia, lulas com abacaxi, nunca pensei, mas que delícia. Depois teve espaguete de pupunha, que é super conhecido naquela região, mas eu só sabia que era um dos pratos famosos do Alex Atala, segundo o chefe Raoni, o Atala aprendeu por lá esse prato. Cara, tava muito bom.

Depois ainda teve um adorável risoto de frutos do mar, um poke de atum, um atum selado e também poderia escolher um temaki + um combinado.

IMG_5447

Cara, eu fiquei encantada com a qualidade da comida, com a apresentação de cada prato e com tudo que me foi apresentado. O chefe veio falar com a gente na mesa, super simpático, recebeu meus elogios e batemos um super papo, até conhecendo sua família. Que agradável.

Por fim, eu vou te contar quanto custou esse jantar, você já deve estar se perguntando, com tantos pratos, com tanto esmero na apresentação, o preço dessa sequência é de 69,00 reais, eu achei sensacional. Pra mim, valeu muito a pena, por tudo que já disse, e por que se você for pensar, um lugar como esse em São Paulo, seria muito caro.

IMG_5552

restaurante em ubatuba

Nossa conta ficou em 206 reais – 103,00 para cada um, tomamos 4 cervejas de 600 + o preço da comida. Eu gostei muito do lugar e desejei muito compartilhar com vocês esse achado.

Restaurante Banana Brazil

Avenida Leovigildo Dias Vieira, 1268 – Ubatuba

14mai

Conhecendo novos lugares: Restaurante Andiamo

Postado por às em Episódio de Hoje, Gastronomia

Andiamo

Umas duas semanas atrás estávamos eu e o Jader dando uma volta procurando por um novo sofá pra sala dele, depois de entrar em algumas lojas, a fome bateu, eis que demos uma volta pra procurar um lugar legal e de cara o cardápio na frente do restaurante Andiamo me chamou atenção.

Eu amo comida italiana, mas eu ainda não conhecia esse lugar, inclusive, era aquele famoso dia do nhoque, o dia que vc bota uma moeda embaixo do prato e sei lá, tem sorte depois da refeição, risos.

Chegamos, sentamos e mais legal ainda, dentro do shopping – estávamos no D&D – tava rolando um trio de jazz tocando ao vivo, uma graça. Pedimos o couvert, eu amo couvert! veio um duo de pastinhas deliciosas e um pão divino, sabe aquele pão artesanal, que vem quentinho? Foram umas 3 rodadas de couvert!

antipasti

O prato que escolhi era tipo um main course, pra quem não sabe, vem entrada, prato principal e sobremesa por um preço único, acho que o valor era tipo 42 reais. Minha entrada foi um carpaccio, não achei que estava muito bom, aproveitei e comi mais um pãozinho, rs. Depois chegou o gnocchi, humm um prato bem servido, a massa bem gostosinha e o molho bem equilibrado.

Esqueci de falar das bebidas, o Jader pediu uma taça de vinho e eu um suco, já que estava dirigindo e sou dessas que se bebe uma gota de álcool não pega no carro, inclusive recomendo.

andiamo-gnocchi

Depois chegou a hora da sobremesa, a hora mais feliz! era um mousse de chocolate, eu adorei, achei bem gostoso, com um chocolate bem bom sabe? Jader achou muito doce, mas ele não é muito de doces. Achei o atendimento ótimo, os garçons sempre prestativos e atenciosos, foi uma bela surpresa. Acho que o total da conta deu 75 dinheiros pra cada um, achei bem ok pra um kit completo, rs.

Ah uma dica boa: o prato era bem grande e eu não consegui comer tudo, pedi pra embrulharem para viagem e eles foram bem fofos e a embalagem que eles mandaram é melhor que muita tupperware por ai, fica a dica.

Depois desse dia eu comecei a reparar que o Andiamo faz parte de uma rede de restaurantes grande, que estao no mercado tem 20 anos e acabei cruzando com outras unidades e também tem delivery, achei muito legal! Inclusive recebi indicações para experimentar o penne ao limone.

Bom é isso, só vim aqui deixar mais essa dica pra vocês.

Beijos

07dez

Os 5 restaurantes que quero conhecer

Postado por às em Gastronomia

5 restaurantes que eu quero conhecer

Não é segredo pra ninguém que eu gosto bastante de gastronomia, de conhecer novos restaurantes e pratos diferentes, por isso, eu sempre mantenho uma lista de 5 restaurantes que quero conhecer e vou tentando ajustar a minha agenda e a dos amigos, por que né? Eu não sei vocês, mas eu não gosto de sair pra jantar sozinha.

Eu fiz essa listinha com base no que li por ai e as escolhas são bem diferentes umas das outras, espero conhecer todos durante 2017, bora lá?

top10-Biyouz1

BIYOU’Z Restaurante Afro –  o restaurante é simples, fica no centro de SP e me despertou interesse por não conhecer nada da culinária africana. Os pratos têm ingredientes já conhecidos como carnes e banana da terra, mas o modus operandi e os temperos vêm direto da África. Os preços também são bem convidativos, há boatos que irei visitar na próxima semana, não nego, nem confirmo.

esther rooftop

Esther Rooftop – mudando totalmente de estilo, o novo restaurante do Olivier Anquier está mais que na minha lista, primeiro amo o chef, segundo fica na cobertura do edifício Esther, construído em 1930. A ideia do restaurante é exaltar os produtos brasileiros, numa mistura de alimentos comuns na nossa cultura com classe e contemporaneidade.

rendez vous

Rendez-Vous – passando ali pela rua Fradique Coutinho eu avistei a fachada e  surgiu o interesse imediato por conta do título do lugar, a palavra que dá nome ao restaurante é muito interessante, estava pesquisando sobre elas dias antes, significa “encontro”, mas no século passado, também era utilizada para dar nome aos prostíbulos onde os ricos e famosos da época “circulavam”. A proposta dessa casa é trazer comida francesa simples, sem frescuras, os preços também são convidativos.

Restaurante Myk

MYK – eu não sei nada sobre comida grega, sobre a Grécia mesmo, só me lembro de alguns filósofos das aulas na época da faculdade, mas eu acho a arquitetura desse restaurante linda demais e quero comer lá só por isso.

maní

Maní – o restaurante é criação de dois chefes renomados, o menu degustação anda em torno de meio mil reais, risos, mas tem pratos do cardápio normal que atende nós, réles mortais. Mais um restaurante que tem como objetivo enaltecer os ingredientes brasileiros, com requinte e diversificação, utilizando combinações diferentes e improváveis. Quero ir testar por essas combinações e claro, também pelo hype.

Na verdade, a minha lista tem muitos restaurantes, mas o budget não acompanha a listinha! Se você já foi em algum desses restaurantes em São Paulo, comente aqui sua experiência.

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web