/ gourmetização

22out

Curso de pães no Eataly

Postado por às em Gastronomia, Você rica

eataly-saopaulo-pao

Na semana eu ganhei um mega presente de aniversário, uma amiga querida organizou uma surpresa de presente, me disse apenas pra separar a noite na agenda e que iriamos a um lugar para ela me dar meu presente, tudo muito suspense, quem me conhece pessoalmente sabe o quanto eu me rasgo de curiosidade, então passei o dia pensando no que seria… No final do dia nos entramos, ela me pegou e seguimos o caminho, eis que chegamos ao famigerado Eataly e ai na hora eu já matei qual era o presente.

Eu já tinha enviado pra ela e pra mais um amigo a lista de cursos que o mercado tem e já estava de olho em fazer algo por lá, ai ela entrou e disse que iríamos fazer um curso de panificação, aprendendo a fazer dois tipos de pães italianos. Eu amei, por que tô muito na vibe de cozinhar e tal.

taina

Antes do curso demos uma volta básica no local que reafirmo, é super caro, bem gourmet mesmo, compramos umas coisinhas e fomos jantar. Fui de novo no La Pasta e pedi um tagliarini com ossobuco, eu gostei de uma forma geral, a minha amiga é mais crítica com as massas e gostou médio, mas considerando o custo benefício, foi bem interessante.

Chegou a hora do curso, com uma garrafa de vinho na cabeça, já estávamos bem alegrinhas pra botar a mão na massa literalmente, mas obviamente primeiro veio toda aquela parte técnica onde o professor com aquele sotaque italiano maravilhoso explicou tudo direitinho e o grupo era bem interessante, muita gente com perguntas relevantes e trazendo pro cenário brasileiro a questão de fazer o pão.

Melhor presente de niver! Aula de panificação italiana! Mão na massa!

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Mão na massa Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Aprendi que bom é usar a tal da massa 00, eu nem sabia que existia numeração pra farinhas, mas existe… e a que tem no mercado normal, tipo Dona Benta, Sol é a 01 e também aprendi a fazer um fermento natural chamado Levain, que é bem fácil de fazer, só precisa de paciência.

Partimos pra ação e foi bem legal essa parte, observar como a massa reage, qual é o ponto e o tanto de esforço que tem que fazer pra bater a massa. Depois teve a degustação dos pães com vinho e no final todo mundo leva a sua massa pra casa e mais um pão daqueles italianos deliciosos.

Já fiz dois pães depois do curso, deu bem certo, mas preciso fazer uns ajustes, pois fiz com a farinha normal que vende no mercado, quero encontrar a 00. No geral eu gostei demais do curso e se você está pensando em fazer eu recomendo e acho super válido.

Assei os pão tudo! #pão #bread

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

02out

Começou a Restaurant Week

Postado por às em Gastronomia, Quanto custa?

bhrestaurantweek

Galera que gosta de comer bem e pagar um precinho camarada já fica animada com essa notícia, pra quem não conhece, a Restaurant Week é um evento que acontece todos os anos em São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro, é tipo um festival gastronômico onde alguns restaurantes fazem um preço fechado para um menu completo (41,90 almoço – 52,90 jantar), excluindo bebidas e serviços, tem almoço e jantar.

Todo ano eu aproveito essa época para conhecer alguns restaurantes que estão na minha lista com um budget, digamos, mais tranquilo. Ano passado me lembro que fomos no francês Le Vin, em Higienópolis, foi nesse dia que eu comi pela primeira vez o Foie gras, aquele famoso fígado de pato (odiei), lembro também que pedimos um vinho que eu queria muito e fazia tempo que não achava e no final a conta ficou bem tranquila, acho que uns 110 pra cada.

Este ano nós também não deixamos passar e fomos conhecer o Capim Santo, ele já estava na minha lista fazia tempo, eu morria de vontade de comer aquele famoso brigadeiro de capim santo. Chegamos lá e pedimos uns petiscos e eu como não posso beber mais pinga (risos) escolhi um suco de capim santo, achei bem gostoso, tanto que pedi outro depois. Os petiscos eram variados e bem exóticos, tipo: enroladinho de pato, bolinho de mandioca recheado de queijo da serra da canastra entre outros, não curti não, 49 com 12 unidades.

capim-santo-rw

Timbale de Abóbora com Coco

 

Sempre existem duas opções tanto para entrada, prato principal e sobremesa, eu escolhi de entrada um mil folhas de batata doce com carpaccio de Buri, tipo um peixinho e tinha tbém um kiwi no meio, achei ok. De prato principal eu pedi Aligot com ragu de carne seca, por que fiquei curiosa depois daquele episódio do Masterchef e olha, achei MARA, VIDA! Risos! De sobremesa um Timbale de Abóbora com Coco, bem gostosinho, todo esse menu custou 52,00 tirando os petiscos, acho um preço super justo! A conta chegou! Deu 102 reais pra cada um, achei bem bom, considerando bebidas, petiscos fora do menu e serviço.

Aqui de olho no próximo da lista:

Ruella: bistrô geralmente frequentado por casais apaixonados <3

Marcel: tem cordeiro assado e desfiado no jantar!

Esquina Mocotó: comida típica e aquele chefe gato que apareceu no Masterchef

O gato que ri: o prato do jantar é talharim negro, quero!

Vou tentar aproveitar mais ainda os restaurantes participantes, o Restaurant week começou dia 28.09 e vai até dia 11.10 e tem muitos tipos de cozinha e restaurantes da modinha, eu sei que vocês gostam.

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia