/ masterchef

27nov

Quanto custa jantar no Skye bar?

Postado por às em Bebidas, Comida, Gastronomia, Quanto custa?

sky

Nós já falamos aqui sobre Skye Bar, lembra?

Na época o texto foi sobre quanto custa beber no Skye bar, eu demorei um pouco pra escrever esse post, uma vez que já faz mais ou menos 2 meses que eu fui jantar no Skye.

Fui levar duas gringas para jantar, elas estavam super animadas com a night de SP, confesso que eu já estava bem cansada por conta da rotina de um trabalho que estava me consumindo toda minha energia vital, risos. Escolhi o Skye Bar por conta da vista e também por que eu queria muito experimentar aquele famoso prato do Emanoel Bassoleil, que é o chef responsável pelo restaurante.

skybar-unique

O prato era aquele de tinha ovas, peixe e creme de champagne, ficou mais famoso ainda depois que a galera precisou reproduzir esse prato na última edição do Masterchef amadores – nome é: Robalo ao creme de champagne com purê de nhame.

Leia mais: Quanto custa jantar no Figueira Rubayat?

Começamos com algumas bebidas, que giravam em torno de 35 – 40 reais cada, estávamos em 4 mulheres, conversa vai, conversa vem, super curtindo aquele rooftop e consequentemente a vista de São Paulo, finalmente vagou uma mesa para jantar. Faço um parêntese aqui para avisar que o Skye não faz reservas no restaurante se você não estiver hospedado no hotel Unique.

robalo-ao-creme-champagne-com-pure-de-inhame-e-pastel-de-caviar

Chegamos na mesa, eu escolhi um vinho mais ou menos, estou gostando muito dos vinhos que vem da uva nero d´avolla, custava algo em torno de 170 reais, inclusive achei que a carta tinha opções para vários bolsos.

A escolha dos pratos principais

O couvert deles é bem gostosinho, com pães diferentes, com duzentos mil temperinhos e tal. Fizemos um mix de entradas e dividimos, tinha camarões e ceviche. De principal eu fui no famoso, nem era tão caro assim, algo em torno de 115,00 só prato, acho ok considerando todo o ambiente, a fama do chef e o lugar. Depois escolhemos um combo de sobremesas para dividir, juro, tinha tudo o que você pode imaginar: mousse de chocolate, creme brulé, figos, um doce de café, que sobremesa maravilhosa, se não me engano ela custou 65 reais, você pode conferir na única foto que tenho desse rolé, que é bem grandinha, vale a pena.

As amigas gringas pediram uma um prato de sushis, parecia um rodízio, a outra uma massa e a Karina uma carninha que parecia deliciosa. Não acho elegante abrir aqui o custo de todo o jantar, mas considerando os vinhos, os drinks e as caipirinhas que as gringas amaram, o valor ficou até que ok.

prato-skybar

Bom dizer que a caipirinha deles é super grande, os outros drinks são servidos em copos mais bonitosos, taças e tal, o que não vem muita coisa, mas são muito bons.

Eu gostei muito do atendimento, da comida, o robalo ao champagne é realmente incrível e acho que vale a pena ir, é aquilo, pra gente que é do proletariado, uma vez na vida e outra na morte!

Por fim, se você chegou aqui é lógico que está curioso pra saber quanto custa jantar no Skye Bar, fazendo os cálculos e considerando mais ou menos os itens que eu comi e bebi, você vai gastar em torno de uns 330 reais por pessoa. Agora se você não beber vinho/drinks provavelmente consegue jantar gastando uma média de 200 – 220 reais.

14ago

Quanto custa comer no restaurante Arturito da Paola Carosella?

1417674478092

Eu não sei onde eu estava com a cabeça em chamar o Jader para almoçar no Arturito, um dos restaurantes da Paola Carosella, a jurada mais maravilhosa do Masterchef, não sei onde estava com a cabeça por que me esqueci completamente da fila de espera, ainda mais agora que o programa está no ar e na fase final.

Chegamos lá, a hostess disse que iria demorar 1h30 de espera no mínimo, como eu tinha algumas coisas pra fazer, reservamos e voltamos uma hora depois. Esperamos mais 30 minutos, mas nesse meio tempo pedimos uns petisquetes. Pedimos a famosa empanada de carne, pra beber eu pedi um chá maravilhoso, afinal estava dirigindo. Jader pediu uma cerveja x lá, bem gostosinha.

88715_w840h525_1483709306arturito-empanada2

Chegando na mesa, eu achei bem desconfortável um banco que tem, é tipo um bancão, ele é meio torto, não é gostoso. Pedimos o couvert, era um pão orgânico maravilhoso feito com fermentação natural, pedimos duas rodadas, o preço é 9,50 por pessoa. Depois de encher a pança com esse pão, fui escolher a entrada, queria pedir as famigeradas vieiras, mas o Jader não gosta de frutos do mar, me contentei em comer ostras, pedi um ceviche de ostras frescas pequeno, que vem 3 unidades e custa 25 dinheiros.

Eu achei o menu bem enxuto e ainda assim fiquei bem indecisa, acabei optando por um choripán, que achei mais tradicional, custou 36 reais, basicamente é um pão recheado de linguiça artesanal de porco e um troço chamado gremolata, não sei o que é, mas parecia um vinagrete. Achei gostoso.

Nós também já visitamos o restaurante do Jacquin, confira aqui!

Sobre o atendimento, eu achei que deixa um pouco a desejar, alguns garçons são super atenciosos, outros nem tanto. Pedimos mais bebidas, só chegou a minha, a o Jader se a gente não pede de novo, não chegaria até agora. Na hora de trazer o couvert tbém demorou, sem falar no final, na hora da conta.

ostras

Meu feedback sobre esse restaurante é bem difícil de dizer, já que sou mega fã da Paola, mas achei que é super estimado, acho que mais pelo público do que por sua dona, que claramente segue o natural, a valorização da cadeia produtiva e do produto final. Também não gostei muito das opções do cardápio, talvez por que também não sou muito de frutos do mar. E por fim, o atendimento não ajudou.

A fila é bem grande, mas uma boa dica é ir depois das 14:30 onde o movimento cai e certamente você não vai precisar encarar uma fila.

Gastamos 110 reais cada, Jader tomou 2 cervejas (19,90) e eu 2 chás (9,90) e os pratos que já citei acima. Você já foi no Arturito? Conta ai nos comentários.

17ago

3 lições que o Masterchef e sua semifinal podem ensinar sobre carreira

Postado por às em Gastronomia, televisão, Trabalho

masterchefecarreira2016

Ontem foi transmitida a semifinal da terceira edição do já consagrado Masterchef Brasil. A atração é muito popular, principalmente nas redes sociais, onde mobiliza milhares de pessoas.paola carosella

De um lado Leonardo Young, empresário paulista, com raízes orientais, tem uma família tradicional e no auge dos seus 30 anos já é sócio de um restaurante. Do outro Bruna Chaves, professora, mineira e especialista em confeitaria.

Raquel Novais, 32 anos, disputou a segunda vaga na final, também empresária, queridinha das redes sociais por sua extrema elegância e educação, mas perdeu a vaga, por qual motivo ainda tento entender.

Diante do programa, pensei em listar aqui 3 lições que eu e você podemos tomar e aplicar no nosso dia-a-dia no mundo corporativo:

Trabalhar sob pressão

Os concorrentes foram testados inúmeras vezes no limite da emoção, onde ter inteligência emocional foi fator chave. Nesse ponto, podemos destacar que Raquel esteve nas provas de eliminação e manteve-se muitas vezes mais calma que os demais, já Léo, perdeu a concentração e por muito pouco mesmo não foi eliminado. Tenho certeza de que você passa ou passou por situações de pressão na vida real, em ambientes adversos, profissionais com temperamentos explosivos, conseguir entregar bons resultados, lidar com pensamentos diferentes e saber transitar neste cenário, certamente lhe trará resultados diferentes.

Saber ouvir críticas

O tempo todo o trabalho dos participantes foi avaliado, criticado e cada um recebeu com feedback positivo ou negativo. Saber lidar com essas críticas e transformá-las em resultados positivos separa os bons profissionais dos que tem destaque. Você está sob julgamento o tempo todo, saber lidar com um resultado bom ou ruim é fundamental para crescer ou estagnar sua carreira

 Ser estratégico

Utilizar todos os recursos e extrair o melhor das pessoas é uma questão-chave em qualquer empresa, quem vence é você, mas sem conseguir trabalhar bem em equipe, você até consegue atingir seus objetivos, mas o caminho será mais longo. No reality, os profissionais estão competindo por um único título, o de Masterchef Brasil, mas no meio do caminho existem muitas provas, algumas em equipe, onde ele precisa saber lidar com múltiplas personalidades, assim como no seu escritório/agência. Conhecer os pontos fortes de cada membro da equipe, saber lidar com o temperamento e comportamento de cada profissional com quem tem que trabalhar é uma grande sacada.

Com o programa de ontem, podemos concluir que nem sempre o mais preparado vence, que mesmo com um histórico quase perfeito, um erro pode significar perder uma grande chance e que senso de oportunidade é uma característica diferenciadora.

Masterchef-Brasil-3x22

02out

Começou a Restaurant Week

Postado por às em Gastronomia, Quanto custa?

bhrestaurantweek

Galera que gosta de comer bem e pagar um precinho camarada já fica animada com essa notícia, pra quem não conhece, a Restaurant Week é um evento que acontece todos os anos em São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro, é tipo um festival gastronômico onde alguns restaurantes fazem um preço fechado para um menu completo (41,90 almoço – 52,90 jantar), excluindo bebidas e serviços, tem almoço e jantar.

Todo ano eu aproveito essa época para conhecer alguns restaurantes que estão na minha lista com um budget, digamos, mais tranquilo. Ano passado me lembro que fomos no francês Le Vin, em Higienópolis, foi nesse dia que eu comi pela primeira vez o Foie gras, aquele famoso fígado de pato (odiei), lembro também que pedimos um vinho que eu queria muito e fazia tempo que não achava e no final a conta ficou bem tranquila, acho que uns 110 pra cada.

Este ano nós também não deixamos passar e fomos conhecer o Capim Santo, ele já estava na minha lista fazia tempo, eu morria de vontade de comer aquele famoso brigadeiro de capim santo. Chegamos lá e pedimos uns petiscos e eu como não posso beber mais pinga (risos) escolhi um suco de capim santo, achei bem gostoso, tanto que pedi outro depois. Os petiscos eram variados e bem exóticos, tipo: enroladinho de pato, bolinho de mandioca recheado de queijo da serra da canastra entre outros, não curti não, 49 com 12 unidades.

capim-santo-rw

Timbale de Abóbora com Coco

 

Sempre existem duas opções tanto para entrada, prato principal e sobremesa, eu escolhi de entrada um mil folhas de batata doce com carpaccio de Buri, tipo um peixinho e tinha tbém um kiwi no meio, achei ok. De prato principal eu pedi Aligot com ragu de carne seca, por que fiquei curiosa depois daquele episódio do Masterchef e olha, achei MARA, VIDA! Risos! De sobremesa um Timbale de Abóbora com Coco, bem gostosinho, todo esse menu custou 52,00 tirando os petiscos, acho um preço super justo! A conta chegou! Deu 102 reais pra cada um, achei bem bom, considerando bebidas, petiscos fora do menu e serviço.

Aqui de olho no próximo da lista:

Ruella: bistrô geralmente frequentado por casais apaixonados <3

Marcel: tem cordeiro assado e desfiado no jantar!

Esquina Mocotó: comida típica e aquele chefe gato que apareceu no Masterchef

O gato que ri: o prato do jantar é talharim negro, quero!

Vou tentar aproveitar mais ainda os restaurantes participantes, o Restaurant week começou dia 28.09 e vai até dia 11.10 e tem muitos tipos de cozinha e restaurantes da modinha, eu sei que vocês gostam.

19ago

Eu conheço um Fernando

Postado por às em a vida como ela é, televisão

fernando-masterchef3

Ontem enquanto estávamos todos no twitter comentando o Masterchef Brasil, eu vi uma galera muito grande desejando a saída do Fernando, um dos participantes mais odiados dessa edição, ele tem um comportamento arrogante, cabeça dura e quando lidera uma equipe é daqueles que tenta mostrar que é melhor no grito.

Quantos Fernandos não existem no mercado de trabalho? Quantos chefes usam de técnicas e jeitos de mostrar poder na diminuição das outras pessoas? Eu tenho bastante tempo na estrada e posso dizer que já vi muitos desses passar e pior, passam ilesos.

fernando-masterchef2

Fernando na vida real é um gestor de projetos e o que me faz pensar nas pessoas que trabalham com ele e como é essa relação, rolaram boatos de que ele é mesmo como apareceu na tv, eu já perdi as contas de quantas vezes ele foi estúpido com a Jiang, e até mesmo ontem foi ~irritadinho~ jogando um prato praticamente na cara do Fogaça.

Esse perfil infelizmente é o de muitos gestores no Brasil e como o título diz, eu conheço um e assim como o Fernando, e acho que o que me revolta foi ver como por exemplo ontem, esse tipo tem sorte, eles passam, eles se vendem e continuam na parada.

fernando-masterchef1

E você conhece ou já cruzou com algum Fernando na sua vida profissional?

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia