/ Paola Carosella

14ago

Quanto custa comer no restaurante Arturito da Paola Carosella?

1417674478092

Eu não sei onde eu estava com a cabeça em chamar o Jader para almoçar no Arturito, um dos restaurantes da Paola Carosella, a jurada mais maravilhosa do Masterchef, não sei onde estava com a cabeça por que me esqueci completamente da fila de espera, ainda mais agora que o programa está no ar e na fase final.

Chegamos lá, a hostess disse que iria demorar 1h30 de espera no mínimo, como eu tinha algumas coisas pra fazer, reservamos e voltamos uma hora depois. Esperamos mais 30 minutos, mas nesse meio tempo pedimos uns petisquetes. Pedimos a famosa empanada de carne, pra beber eu pedi um chá maravilhoso, afinal estava dirigindo. Jader pediu uma cerveja x lá, bem gostosinha.

88715_w840h525_1483709306arturito-empanada2

Chegando na mesa, eu achei bem desconfortável um banco que tem, é tipo um bancão, ele é meio torto, não é gostoso. Pedimos o couvert, era um pão orgânico maravilhoso feito com fermentação natural, pedimos duas rodadas, o preço é 9,50 por pessoa. Depois de encher a pança com esse pão, fui escolher a entrada, queria pedir as famigeradas vieiras, mas o Jader não gosta de frutos do mar, me contentei em comer ostras, pedi um ceviche de ostras frescas pequeno, que vem 3 unidades e custa 25 dinheiros.

Eu achei o menu bem enxuto e ainda assim fiquei bem indecisa, acabei optando por um choripán, que achei mais tradicional, custou 36 reais, basicamente é um pão recheado de linguiça artesanal de porco e um troço chamado gremolata, não sei o que é, mas parecia um vinagrete. Achei gostoso.

Sobre o atendimento, eu achei que deixa um pouco a desejar, alguns garçons são super atenciosos, outros nem tanto. Pedimos mais bebidas, só chegou a minha, a o Jader se a gente não pede de novo, não chegaria até agora. Na hora de trazer o couvert tbém demorou, sem falar no final, na hora da conta.

ostras

Meu feedback sobre esse restaurante é bem difícil de dizer, já que sou mega fã da Paola, mas achei que é super estimado, acho que mais pelo público do que por sua dona, que claramente segue o natural, a valorização da cadeia produtiva e do produto final. Também não gostei muito das opções do cardápio, talvez por que também não sou muito de frutos do mar. E por fim, o atendimento não ajudou.

A fila é bem grande, mas uma boa dica é ir depois das 14:30 onde o movimento cai e certamente você não vai precisar encarar uma fila.

Gastamos 110 reais cada, Jader tomou 2 cervejas (19,90) e eu 2 chás (9,90) e os pratos que já citei acima. Você já foi no Arturito? Conta ai nos comentários.

17ago

3 lições que o Masterchef e sua semifinal podem ensinar sobre carreira

Postado por às em Gastronomia, televisão, Trabalho

masterchefecarreira2016

Ontem foi transmitida a semifinal da terceira edição do já consagrado Masterchef Brasil. A atração é muito popular, principalmente nas redes sociais, onde mobiliza milhares de pessoas.paola carosella

De um lado Leonardo Young, empresário paulista, com raízes orientais, tem uma família tradicional e no auge dos seus 30 anos já é sócio de um restaurante. Do outro Bruna Chaves, professora, mineira e especialista em confeitaria.

Raquel Novais, 32 anos, disputou a segunda vaga na final, também empresária, queridinha das redes sociais por sua extrema elegância e educação, mas perdeu a vaga, por qual motivo ainda tento entender.

Diante do programa, pensei em listar aqui 3 lições que eu e você podemos tomar e aplicar no nosso dia-a-dia no mundo corporativo:

Trabalhar sob pressão

Os concorrentes foram testados inúmeras vezes no limite da emoção, onde ter inteligência emocional foi fator chave. Nesse ponto, podemos destacar que Raquel esteve nas provas de eliminação e manteve-se muitas vezes mais calma que os demais, já Léo, perdeu a concentração e por muito pouco mesmo não foi eliminado. Tenho certeza de que você passa ou passou por situações de pressão na vida real, em ambientes adversos, profissionais com temperamentos explosivos, conseguir entregar bons resultados, lidar com pensamentos diferentes e saber transitar neste cenário, certamente lhe trará resultados diferentes.

Saber ouvir críticas

O tempo todo o trabalho dos participantes foi avaliado, criticado e cada um recebeu com feedback positivo ou negativo. Saber lidar com essas críticas e transformá-las em resultados positivos separa os bons profissionais dos que tem destaque. Você está sob julgamento o tempo todo, saber lidar com um resultado bom ou ruim é fundamental para crescer ou estagnar sua carreira

 Ser estratégico

Utilizar todos os recursos e extrair o melhor das pessoas é uma questão-chave em qualquer empresa, quem vence é você, mas sem conseguir trabalhar bem em equipe, você até consegue atingir seus objetivos, mas o caminho será mais longo. No reality, os profissionais estão competindo por um único título, o de Masterchef Brasil, mas no meio do caminho existem muitas provas, algumas em equipe, onde ele precisa saber lidar com múltiplas personalidades, assim como no seu escritório/agência. Conhecer os pontos fortes de cada membro da equipe, saber lidar com o temperamento e comportamento de cada profissional com quem tem que trabalhar é uma grande sacada.

Com o programa de ontem, podemos concluir que nem sempre o mais preparado vence, que mesmo com um histórico quase perfeito, um erro pode significar perder uma grande chance e que senso de oportunidade é uma característica diferenciadora.

Masterchef-Brasil-3x22

15jun

2 programas culinários que você deveria ver

Postado por às em televisão

cozinha

Não é de hoje que nota-se um grande aumento do interesse do público brasileiro para reality shows focados em cozinha, o GNT foi pioneiro em trazer esse tipo de programa para a casa brasileira e a BAND e SBT espertas que são, observaram o movimento e fizeram suas versões de realitys já consagrados fora do Brasil com Masterchef e Cozinha Sob Pressão, ambos já em sua segunda edição.

Eu sou suspeita para falar sobre isso, já que quem me segue no Twitter me vê falando muito sobre este assunto, mas não é de hoje que acompanho os programas do GNT, Discovery Home&Health e tudo mais. Acho que o público vem mudando seus gostos, mas no fundo, todo mundo gosta de acompanhar uma competição, de ver as pessoas sob pressão. Eu adoro tudo isso aliado ao prazer de cozinhar, então, separei aqui 2 programas que você precisa acompanhar.

Cozinha Sob Pressão

cozinhasobpressao

O renomado chef Carlos Bertolazzi é o comandante do reality que é a versão brasileira do Hell´s Kitchen, com o querido Gordon Ramsay – se você não conhece esse nome, volte duas casas na vida de realitys. Eu diria que o Bertolazzi é um pouco mais soft que o chef gringo, mas não menos brilhante, bota pressão na galera de 16 participantes divididos em dois grupos e precisam cozinhar exatamente como funciona em um restaurante e em todo programa tem um jantar para 40 convidados. O diferencial deste é que são profissionais participando da competição, o que eleva o conteúdo e resultado dos pratos. Cozinha Sob Pressão é exibido todo sábado às 21:30 no SBT.

Masterchef

elenco-master-chef

Uma versão abrasileirada do reality mundialmente famoso, tem 3 chefs com personalidade forte e carismáticos, que garantem muita pressão e momentos engraçados. Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella formam o trio que ensina, critica e pressiona 14 aspirantes a cozinheiros, pessoas normais sem formação em gastronomia que sonham com o prêmio de 150 mil reais + 1 carro e uma bolsa de estudos em uma escola na França. Masterchef faz sucesso exatamente por conta de seus participantes que muitas vezes são surpreendidos com as provas que vão a fazer uma sobremesa com chocolate à depenar um frango.

Nas redes sociais o público vai ao delírio em ambos os programas, torcendo para o seu escolhido e observando os erros da equipe adversária, existem até aqueles que aprendem alguns truques culinários, mas eu gosto mesmo é de ver o povo sob pressão.

Plugin creado por AcIDc00L: key giveaway
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia