/ passaporte

11ago

Viagem: Ficar em casa ou em hotel?

Postado por às em Viagem

Hoje existem muitas modalidades de viagem e inúmeras possibilidades para atender todos os públicos e também para facilitar a vida do viajante, uma delas é a possiblidade de alugar uma casa por um determinado período, ficou bem popular no Brasil com a chegada do AirBnb, que já era bem forte lá fora, eu já usei esta “ferramenta” e pensei em escrever sobre as duas opções com os prós e contras de cada um.

Ficar em Hotel

hotel

Eu adoro ficar em hotel, mas eu diria que é uma grande aventura, principalmente considerando a cidade que você vai ficar, uma vez que não é fácil conciliar o combo: preço baixo + boa localização + lugar legal. Paris é um grande exemplo disso, se você não tem uma grana pra ficar no centro ou mais próximo, não espere muito de um hotel, tem muito transporte público bom, tem, mas  você vai ver como é cansativo pegar o metrô lotado com a galera que tá voltando do trampo. Mas tirando esses detalhes, reservando um hotel você tem as mordomias como: café da manhã pronto, troca de roupa de cama, arrumação da bagunça do quarto e um porto seguro. Os contras são: geralmente preço mais elevado, localização e bom serviço. Existem muitos poréns, muitas coisas que você vai aprendendo com o tempo, conhecendo bons e péssimos hotéis.

Ficar em casa alugada

casa

Minha primeira experiência com o aluguel de casa foi via Airbnb, o serviço ainda não era muito conhecido no Brasil em 2012, quando eu  e o Jader fizemos nossa primeira viagem para Paris, escolhemos um apartamento perto de Montmatre e obviamente não conhecíamos nada, olhamos que tinha uma estação de metrô perto então beleza, mas ai as coisas não foram tão maravilhosas assim, o apartamento era bem legal, como
nas fotos mesmo, mas tinha um mega cheiro de cury e de cigarro/fumo, além de não funcionar wifi e principalmente ter uma vizinhança assim, digamos, estranha. Eu não curti muito essa minha primeira vez, mas o serviço tem melhorado muito e vários amigos tem viajado seguindo essa opção. Os prós são: individualidade, poder cozinhar, sentir-se um morador local e o custo, que comparando com os hotéis é bem mais em conta.

No final das contas eu continuo preferindo os hotéis, pelo conforto e praticidade, eu gosto de viajar e ficar tranquila, não me preocupar e realmente descansar.

23jun

O que você precisa falar na imigração?

Postado por às em Viagem

imigração

Viajar pra mim sempre foi um sonho, muitas vezes esteve longe por muitos motivos diferentes, mas nos últimos anos tornou-se uma incrível realidade e como o texto –Como organizar sua primeira viagem para a Europa–  eu quero mostrar alguns detalhes que aterrorizam sempre as pessoas que ainda não tiveram uma experiência internacional e tem aquele medinho sabe?

Eu já observei que em muitas conversas com a galera, o medo da imigração é grande, não que seja um grande monstro, mas geralmente as pessoas tem medo por conta da fama de rigidez do país de entrada e a barreira do idioma, que paralisa muita gente.

Mas o processo é bem simples e você quando passar por isso vai perceber que não é nenhum bicho de 7 cabeças e agir com naturalidade é sempre a melhor coisa.

Basicamente o oficial da imigração vai te perguntar:

  • Quanto tempo você vai ficar no país? (How long will you be here?)
  • Qual o motivo da sua viagem? (What´s the reason of your trip?)
  • Qual lugar (cidade) você vai? (Where are you going to stay ?)
  • Vai para algum país depois? (Here is your last city?)

As respostas para essas perguntas são fáceis e você pode decorar, outras perguntas também podem ocorrer como por exemplo ele perguntar quanto de dinheiro você trouxe, onde ficará hospedado… prepare-se para esses “extras”. Se você for viajar com um amigo, vocês devem ir juntos para a cabine de imigração, facilita o processo para os dois.

Vistos Passaporte

Eu já passei por muitas “cabines de imigração” mas a mais complexa foi a dos EUA que está sempre desconfiada achando que você quer imigrar ilegalmente, como foi uma viagem de trabalho, foi mais tranquilo explicar tudo para o agente, eu disse que estava a trabalho e ele quis detalhes de tudo, onde era o evento, por que eu fui do Brasil para lá e por que outra pessoa dos EUA não poderia fazer o trabalho que eu estava indo fazer, mas isso foi um caso muito específico, se você está indo de férias, responder “vacation” é super tranquilo.

Eu uso sempre da tática de ser ultra, mega, máster simpática, isso nunca falha, chegar sempre com um sorriso no rosto já desarmou até um oficial na Alemanha daqueles bem sérios e no final ainda terminei convidando ele para ir curtir o carnaval do Rio de Janeiro.

Espero que tenha esclarecido um pouquinho desse processo e se você tiver alguma dúvida manda aqui nos comentário que nós vamos tentar responder tudinho!

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia