/ restaurantes em são paulo

13set

Quanto custa jantar no Praça São Lourenço?

Postado por às em Quanto custa?
Fonte: Praça São Lourenço website

Fonte: Praça São Lourenço website

O mês de agosto foi cheio de visitas a novos restaurantes e vai ter muito material para os próximos dias, vou começar falando sobre o jantar no Praça São Lourenço, tradicional restaurante em São Paulo.

Foi por conta de um compromisso de trabalho que finalmente fui conhecer o Praça, me lembro de ter colocado ele na minha to-do list, mas ficou muito atrás, já que o mercado gastronômico está super em alta, oferecendo uma grande gama de novos lugares para ir.

O restaurante fica na Vila Olímpia e tem uma paisagem linda, com um grande jardim e até um mini rio cheio de carpas, é um ambiente super agradável e conta com uma equipe de serviço bem treinada. Cheguei antes para garantir a reserva e pude observar os detalhes da ambientação e de como os garçons se comportavam.

Esse é um lugar legal que você pode levar sua namorada, ou realizar um jantar de negócios, como foi o meu caso. A sugestão de local veio do presidente da empresa, logo, uma garantia prévia de que o lugar proporcionaria uma agradável noite.

IMG_0576

Começou o serviço, as entradas foram pedidas, pães e frios que além de bonitos, estavam deliciosos, dei uma olhada no cardápio, 28 reais, tinha um pão com fermentação natural (amo), pão de queijo “Serra da Canastra”, presunto parma e chorizo espanhol. Achei bem digno.

Para o prato principal, entre muitas opções, resolvi tentar algo diferente, pedi o polvo com mil folhas de mandioquinha, tinha mais coisas no prato, mas sem or, que delícia. Destaque para o mil folhas que me surpreendeu demais (86).

Para beber nós tomamos vinho, como eu estava dirigindo, me deixei tomar uma tacinha, intercalando com água, o presidente da empresa quem escolheu o rótulo, e pela conversa que tivemos, ele entende bem de vinhos, fomos com o espanhol Finca Resalso 2015 e depois um Chileno cabernet sauvignon (clássico!) Montes Alpha (153 – 212 respectivamente).

IMG_0581

Fechando com chave de ouro, escolhi a sobremesa Don Pedro, um sorvete de baunilha com mascarpone, nozes pecã e um pãozinho com flor de sal (32), confesso que não gostei muito, mas trata-se mais de uma questão de paladar.

Por fim, gostei muito do ambiente, o serviço sempre muito prestativo e a qualidade dos produtos servidos ali foi muito além do esperado. Fica a dica e garanto que você vai gostar muito da experiência proporcionada pelo Praça São Lourenço.

 

Serviço

Casa do Ator, 608 – Vila Olímpia – São Paulo

07dez

Os 5 restaurantes que quero conhecer

Postado por às em Gastronomia

5 restaurantes que eu quero conhecer

Não é segredo pra ninguém que eu gosto bastante de gastronomia, de conhecer novos restaurantes e pratos diferentes, por isso, eu sempre mantenho uma lista de 5 restaurantes que quero conhecer e vou tentando ajustar a minha agenda e a dos amigos, por que né? Eu não sei vocês, mas eu não gosto de sair pra jantar sozinha.

Eu fiz essa listinha com base no que li por ai e as escolhas são bem diferentes umas das outras, espero conhecer todos durante 2017, bora lá?

top10-Biyouz1

BIYOU’Z Restaurante Afro –  o restaurante é simples, fica no centro de SP e me despertou interesse por não conhecer nada da culinária africana. Os pratos têm ingredientes já conhecidos como carnes e banana da terra, mas o modus operandi e os temperos vêm direto da África. Os preços também são bem convidativos, há boatos que irei visitar na próxima semana, não nego, nem confirmo.

esther rooftop

Esther Rooftop – mudando totalmente de estilo, o novo restaurante do Olivier Anquier está mais que na minha lista, primeiro amo o chef, segundo fica na cobertura do edifício Esther, construído em 1930. A ideia do restaurante é exaltar os produtos brasileiros, numa mistura de alimentos comuns na nossa cultura com classe e contemporaneidade.

rendez vous

Rendez-Vous – passando ali pela rua Fradique Coutinho eu avistei a fachada e  surgiu o interesse imediato por conta do título do lugar, a palavra que dá nome ao restaurante é muito interessante, estava pesquisando sobre elas dias antes, significa “encontro”, mas no século passado, também era utilizada para dar nome aos prostíbulos onde os ricos e famosos da época “circulavam”. A proposta dessa casa é trazer comida francesa simples, sem frescuras, os preços também são convidativos.

Restaurante Myk

MYK – eu não sei nada sobre comida grega, sobre a Grécia mesmo, só me lembro de alguns filósofos das aulas na época da faculdade, mas eu acho a arquitetura desse restaurante linda demais e quero comer lá só por isso.

maní

Maní – o restaurante é criação de dois chefes renomados, o menu degustação anda em torno de meio mil reais, risos, mas tem pratos do cardápio normal que atende nós, réles mortais. Mais um restaurante que tem como objetivo enaltecer os ingredientes brasileiros, com requinte e diversificação, utilizando combinações diferentes e improváveis. Quero ir testar por essas combinações e claro, também pelo hype.

Na verdade, a minha lista tem muitos restaurantes, mas o budget não acompanha a listinha! Se você já foi em algum desses restaurantes em São Paulo, comente aqui sua experiência.

14jan

Quanto custa jantar no Marakuthai?

Postado por às em Uncategorized

ambiente dia marakuthai

Esse restaurante em São Paulo já estava na minha listinha de visitas e finalmente chegou o dia que consegui visitar o Marakuthai, ele é famoso por que fica nos arredores da avenida Paulista e claro, tudo naquela região tem um ar mais cool, ainda mais tratando-se de culinária Tailandesa, temos um combo lugar interessante + comida diferente. Também acompanhei uma reportagem com a chef da casa, a Renata Vanzetto que tem apenas 23 anos e despertou ainda mais a vontade de conhecer o lugar.

Eu já havia experimentado comida Thai alguns anos atrás em uma comemoração de aniversário do Jader, num restaurante chamado Namga, não tenho muitas recordações, me lembro apenas do arroz com água de coco que não gostei muito. Desde então meu paladar mudou um pouco, acho que estou mais aberta para novos sabores e então conhecer o Marakuthai foi uma nova oportunidade para este tipo de cozinha e como é um lugar que ocidentalizou um pouco a comida Thai, acabou adaptando um pouco os sabores ao nosso paladar.

marakuthai-menu

Chegamos na casa e existe uma opção bem interessante, um menu fechado com entradas, prato principal e sobremesa com valor tabelado em 105,00 reais, achei bem interessante pra quem é novato e quer experimentar o máximo de coisas. Como meu banco tem um “projeto” que chama Menu Personalitté, eu aproveitei e pedi esta opção, que custava 85, 00 reais e era a mesma coisa que o menu de cima Poderia ter escolhido alguma outra opção da carta, mas eu preferi experimentar mais coisas e ver no que dava.

As entradas eram uma saladinha de macarrão de arroz com um franguinho agridoce que gostei bastante, depois um ceviche de peixe branco, nesse caso aqui eu achei bem diferente, pois tinha muito leite de coco, pouca acidez e picância de um ceviche “normal”. Depois veio um bolinho de camarão e um de cordeiro com um molho gostosinho de menta, achei gostosos, poderia vir mais.

De prato principal escolhemos umas tirinhas de filé mignon com molho de curry picante, bastante leite de coco, arroz de jasmim e uma farofa de banana (hum!) – eu gostei bastante, você consegue sentir os temperos e um pouco da ardência da pimenta, mas não de uma forma que te queima a boca, de uma forma gostosa. O prato é bem servido, achei que não iria ficar satisfeita, mas foi o contrário.

Jantar thai

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

A sobremesa era um creme de iogurte com frutas vermelhas em cima e uma calda de tangerina, achei bem bonito e tal, mas não gostei muito, achei que tinha muito gosto de leite condensado, o Jader curtiu bem mais que eu.

Ah, pra beber pedimos um chá verde com frutas verdes, já que nem eu nem o Jader estávamos bebendo álcool no dia.

No fim da história achamos o lugar bem interessante, a decoração bem diferente, moderna, mas mesmo assim com uma cara de tradicional, o atendimento super atencioso, foi tudo muito agradável. Pedimos a conta, gastamos um total de 109,00 cada um, preço que achei super justo, mas obviamente tem o lance do benefício do banco, mas mesmo pra quem não tem essa opção, o valor girará em torno de 130 – 140,00 reais.

Serviço:
Restaurante Marakuthai
Alameda Itu, 1618
www.marakuthai.com.br

15out

Especial: Quanto Custa jantar no Famiglia Mancini?

Postado por às em Quanto custa?
famiglia

Brunno Kono/iG São Paulo

Oi gente! Os lindos da Taína e do Jader convidaram eu, Jessica, e meu namorado Breno, para falarmos sobre um dos restaurantes italianos mais famosos de São Paulo, o Famiglia Mancini.

Nós curtimos muito sair pra comer e, apesar de ser uma paulistana de nascença, nunca tinha ido ao Famiglia Mancini, que é um famoso restaurante em São Paulo. Meus pais sempre me contam histórias de quando começaram a namorar e iam toda semana na cantina então sempre tive uma grande vontade de conhecer o lugar! <3

O clima começa logo na entrada: na Rua Avanhadava. Um dos lugares mais bonitinhos da cidade, fica perto do Baixo Augusta e é um charme só com luzes penduradas por toda a extensão da ruazinha estreita. Hoje, quase todos os estabelecimentos da Avanhadava pertecem à família como indica a última folha do cardápio.

Preciso confessar pra vocês: a gente achava que iria gastar uma boa grana no jantar, mas nos surpreendemos! Fomos sem saber quanto custa jantar no Famiglia Mancini! Os valores são bem parecidos com as outras cantinas tradicionais de São Paulo como o C que Sabe, por exemplo: os pratos giram em torno de R$98,00 a R$120,00 a massa com o molho. Lembrando que todo restaurante italiano que se preze tem uma fartura de comida além da imaginação com pratos perfeitos para você e sua família de 12 pessoas.

Nós pedimos o tagliarini com ossobuco e molho ao sugo e era incrível! Comemos bem e ainda levamos o resto pra casa para o almoço do dia seguinte. Eu gostei muito da embalagem de viagem deles, própria para esquentar no microondas, e bem fechadinho para não perder o sabor.

Em compensação, sentimos que os vinhos eram um pouco mais caros que a média, o que acaba mexendo no orçamento final da conta. Se você pretende economizar com o jantar, já fica a dica. :)

Outra coisa que pode encarecer sua conta é o buffet de entradas: com uma mesa enorme cheia de queijos, antepastos e pãezinhos maravilhosos, você pode montar o prato de entrada com seus preferidos por 100g a R$11,00. Como a gente não sabe se portar frente à uma mesa de queijos nós acabamos exagerando um pouco hahaha! Gastamos juntos cerca de R$30,00 de entrada que poderia muito bem ser substituída pelo bom e velho combo pãozinho + azeite presente no cardápio.

No fim das contas nós achamos um bom custo-benefício pelo ambiente lindo, cheio de história e a comida deliciosa! O Famiglia Mancini é um daqueles lugares que vale a pena conhecer pelo menos uma vez na vida <3

***Este post foi escrito por Jessica Greco e Breno Oliveira que são um casal fofo e assim como nós, adoram saber que se pode comer bem sem gastar muito.***

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web