/ restaurantes

13jun

Novidade: Nova casa Peruana em São Paulo

Postado por às em Comida, Gastronomia

comida peruana

Uma nova casa temática chega para agitar a badalada noite de São Paulo. Barranco Pisco Bar é mais uma opção para quem gosta da cultura peruana, do ritmo caliente latino e do clima de azaração. Inspirado na boemia dos bairros de Lima, no Peru, o local que é um misto de bar e balada, traz a riquíssima gastronomia peruana, drinks típicos e muita música variada.  A inauguração acontece no dia 14 de junho, a partir das 18h, no coração da Vila Olimpia – Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 .

A casa abre cedo, a partir das 18h, para aqueles que querem curtir um happy hour. O menu tem opções para compartilhar e individuais – como o Ceviche de Pescado Personal (R$38,90). Para beber, há drinques clássicos e autorais, com receitas como o do Pisco Sour – com pisco, suco de limão, goma de açúcar, clara de ovo e gotas de angostura (R$30,00). A partir das 21h até 00H, a banda Oficina Latina comanda o som, o local ganha ares de balada, com uma pista animada.  Depois que a banda encerra é a vez dos DJs assumirem a pick up e a pista fica democrática com músicas que vão do funk ao hip-hop.

pisco sour

O ambiente é diferente e inusitado, conta com uma estrutura ampla e decoração totalmente voltada ao universo latino. Possui dois andares e três bares, um deles na área externa com uma temática exclusiva, ideal para quem quer bater um bom papo e curtir um ar fresco.

“O Barranco Pisco Bar quer trazer ao público paulistano e para os turistas da cidade, mais da cultura latina, sendo uma nova opção para casais, amigos e até famílias se divertirem com muita música, dança, se deliciando com ótimos petiscos e drinks peruanos.” explica Marcelo Máximo, um dos empresários responsáveis pelo local.

A inauguração do Barranco Pisco Bar acontece com grandes parcerias – Bombay, Cachaça Leblon e Grey Goose. Quem passar por lá na quinta-feira (14) poderá aproveitar dose dupla de Gin Bombay com tônica. Já na sexta-feira (15) vai rolar uma festa da Cachaça Leblon, com dose dupla de caipirinha. A casa irá funcionar todas as quintas e sextas-feiras, das 18h às 3h.

 Informações e Serviço:

Barranco Pisco Bar

Bar e Música ao vivo

Local: Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 – Vl. Olimpia

Funcionamento: Quinta e sexta-feira das18h às 3h

Valor: após as 19h30 R$40,00 (H) e R$30,00 (M)

Forma de pagamento: Dinheiro e cartão de credito ou débito

Valet: R$20,00

Capacidade: 400 pessoas

Contatos: (11) 3842-4453

12set

Update do projeto #32coisas

32coisasantesdos32

Diferentemente do projeto anterior, eu não vou fazer posts únicos para cada coisa realizada na lista, pq né? Mas vou dar umas parciais, hoje é dia 12, faltam exatamente 12 dias para o fim do projeto, eu deveria estar louca, por que ainda falta muita coisa, mas se tem uma coisa que aprendi com esses 32 anos é ter calma.

Eu gosto de me desafiar, de colocar essas listas pra me tirar do limbo que eu mesmo crio, daquele conforto delicioso da rotina, ah eu descobri que eu adoro a rotina. Eu não gosto de mudar de caminho pra vir trabalhar, o waze diz que o caminho de sempre tá parado, mas eu olho e são 5 minutos de diferença, eu prossigo na mesma rota. Ah, eu adoro a rotina.

Mas vamos ao que interessa? Um update do que eu já consegui realizar nesse meio tempo:

01 – Terminar de ler #GirlBoss – olha, ainda tinha 50 páginas e eu honestamente li só por conta do projeto, por que o livro é muito fraco, cheio de lições de empreendedorismo que eu não queria ler. A história de como ela construiu a loja e tudo mais é bem interessante, mas só.

03 – Conhecer um restaurante novo – essa é a parte mais fácil do projeto né? Eu fui no restaurante O cupim com a Patty, o namorado dela e o Jader. O lugar é daqueles meio bar, meio restaurante, cheio de gente e que serve um cupim na telha que é de lamber os beiços, eu só demorei pra entender que tinha que comer o cupim com a mandioca juntos, porra, que delicia.

07 – Fazer uma hidratação power no cabelo – Sim, eu fiz, tava precisando viu? Eu fui no Jacques & Janine e fiz um procedimento chamado tratamento de luxo da marca Schwarzkopf, risos. Fez bem pro cabelo.

11- Mudar o corte de cabelo – No mesmo dia da hidratação fiz o corte. A Fernanda me deu um mega apoio e ficou pilhando pra eu cortar mais. Pela primeira vez fiz um corte radical, poderia até chamar de big chop hehehe. Acho que primeira vez na vida que cortei o cabelo tão curto. Ainda tô me acostumando com isso, mas tenho que confessar, eu curti pra KRLHO.

 

Uma boa mudança pra abrir a porteira de novidades que vem por ai! #32coisas

 

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

08 – Comprar a mesa pra casa – Depois de uma longa novela, finalmente eu comprei a minha mesa. Uma amiga indicou uma loja na Teodoro Sampaio e eu fui ver, adorei, ainda não recebi, mas em breve termos fotos!

12 – Me dar um presente MARA – Sim, foi ontem, eu estava de olho em duas coisas na Polishop – nunca pensei que iria gostar de coisas dessa loja. Comprei a panela que não gruda nada, aquela Flavorstone, eu já estava namorando ela bem uns 6 meses. Comprei também um troço de fazer cachos no cabelo pra variar o corte novo.

14 – Fazer mais uma road trip – Dirigir tornou-se uma coisa natural, mas ainda tenho muita cautela. Decidi da noite pro dia ir pra praia, consegui 2 dias de folga, reservei o hotel e parti! Fui pro Guarujá, minha primeira vez dirigindo prá lá. A ida foi meio longa, pois tinha trânsito, a volta tranquila, menos de 2 horas eu estava em casa.

17 – Ir numa balada latina – Eta que esse item foi uma delícia! No facebook a Jeh me disse que topava e coisa de 2 horas combinamos tudo (ela foi responsável por outro item aqui tbém). Fui no Rey Castro, o lugar é gostosinho, tem um monte de gente diferente, não é aquela coisa lotada louca e o ambiente é legal, tem uns casais mais assanhados, mas até ai normal.

18 – Assistir Stranger Things inteira – esse item foi fácil né? Matei em 2 dias, porra que série boa, intrigante e me deixou deveras ansiosa para os próximos episódios.

23 – Conhecer algúem do mundo virtual – A Jéssica é minha amiga virtual faz tempo, tem sei lá uns 3, 4 anos que a gente se segue no twitter e troca mega ideia. Vários crushs errados. Foi ela quem topou ir na balada latina. Adorei conhecê-la e foi aquela coisa, igualzinho no twitter, somos todas loucas. Plus que eu conheci o Danilo do twitter e a Juliana do MBA.

reycastro
28 – Começar aulas de francês – Baixei o duolingo de novo e comecei as aulas, por enquanto tá fácil, mas logo a língua começa a enrolar. Oui, Je suis uma femme.

Por enquanto é isso pessoal, obrigada por acompanhar!

04dez

Quanto custa jantar no Jamie’s Italian

Postado por às em Gastronomia, Quanto custa?

jamie-super-plank

Sim! A tag mais aguardada do blog voltou e nessa semana testamos um restaurante bem legal e que todo mundo anda comentando, o famoso Jamie’s Italian, do mais famoso ainda Jamie Oliver, que é um chef lá das terras do Reino Unido que tem e teve programas de tevê e é bem conhecido por sua “luta” por uma alimentação melhor, por cozinhar alimentos frescos.

Aqui no Brasil o programa dele geralmente está na grade do GNT e tem várias séries, é bem interessante, receitas de 15 minutos ou outros especiais.

Eu e o Jader estávamos num evento que era bem perto do restaurante, a visão de fora é bem bonita, parece até um restaurante super refinado, mas quando você entra, percebe a simplicidade e sofisticação do ambiente. Bem receptivo e aconchegante, não tinha fila, observei que o lugar é bem grande e tem algumas áreas, acredito que caibam umas 200 mesas lá, não sei, chute.

Recebemos o cardápio e mensagens de amigos que já tinham ido lá, uns reclamando do tamanho dos pratos e outros do tamanho e preço da entrada. Com isso em mente, observamos e pedimos uma cesta de pães de entrada, 22 reais, chegaram uns 4 pães diferentes e um molhinho maravilho, quero fazer em casa. Jader foi no italiano e pediu o que? Salmão, o prato dele estava lindo! Segundo ele maravilho e custou 48 reais. Eu não podia deixar passar e obviamente pedi a massa, um Tagliatelli com ragu de carne e porco ao vinho, tinha duas opções de tamanho, meia porção 29 e inteira por 39, obviamente fui na grande, era muito grande. Achei a massa muito boa, o molho também, a massa era bem leve, uma das poucas e boas que já comi. Também pedimos uma batata rústica que estava gostosinha, para beber o Jader foi de vinho 20,00 a taça e eu de suco de maçã verde com água de coco, achei médio.

Não satisfeitos o bastante, resolvemos pedir as sobremesas, eu fui de cheesecake de limão siciliano com amora e Jader de epic brownie, que tinha sorvete de caramelo com flor de sal e pipocas caramelizadas. Minha decepção chegou nesse momento, a minha sobremesa tinha um quesito que estava muito estranho, um molhinho, a caminha de limão siciliano tinha um gosto muito ruim, que parecia com o cheiro de frango cru, sério! Eu pedi pro Jader experimentar e ele também achou isso, alguém também já comeu? É o tal do Lemon curd que é feito de ovos e limão, acho que o ovo no caso foi o que pesou.

jamies

No fim das contas, o total deu uma média de 115 reais para cada um, chegando naquela mesma conclusão de sempre, não foi caro e valeu a experiência, principalmente se comparando com os fast foods da vida.

Serviço:
Jamie´s Italian
Endereço: Av. Horácio Lafer, 61 – Moema, São Paulo – SP
Telefone: (11) 2365-1309

22out

Curso de pães no Eataly

Postado por às em Gastronomia, Você rica

eataly-saopaulo-pao

Na semana eu ganhei um mega presente de aniversário, uma amiga querida organizou uma surpresa de presente, me disse apenas pra separar a noite na agenda e que iriamos a um lugar para ela me dar meu presente, tudo muito suspense, quem me conhece pessoalmente sabe o quanto eu me rasgo de curiosidade, então passei o dia pensando no que seria… No final do dia nos entramos, ela me pegou e seguimos o caminho, eis que chegamos ao famigerado Eataly e ai na hora eu já matei qual era o presente.

Eu já tinha enviado pra ela e pra mais um amigo a lista de cursos que o mercado tem e já estava de olho em fazer algo por lá, ai ela entrou e disse que iríamos fazer um curso de panificação, aprendendo a fazer dois tipos de pães italianos. Eu amei, por que tô muito na vibe de cozinhar e tal.

taina

Antes do curso demos uma volta básica no local que reafirmo, é super caro, bem gourmet mesmo, compramos umas coisinhas e fomos jantar. Fui de novo no La Pasta e pedi um tagliarini com ossobuco, eu gostei de uma forma geral, a minha amiga é mais crítica com as massas e gostou médio, mas considerando o custo benefício, foi bem interessante.

Chegou a hora do curso, com uma garrafa de vinho na cabeça, já estávamos bem alegrinhas pra botar a mão na massa literalmente, mas obviamente primeiro veio toda aquela parte técnica onde o professor com aquele sotaque italiano maravilhoso explicou tudo direitinho e o grupo era bem interessante, muita gente com perguntas relevantes e trazendo pro cenário brasileiro a questão de fazer o pão.

Melhor presente de niver! Aula de panificação italiana! Mão na massa!

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Mão na massa Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Aprendi que bom é usar a tal da massa 00, eu nem sabia que existia numeração pra farinhas, mas existe… e a que tem no mercado normal, tipo Dona Benta, Sol é a 01 e também aprendi a fazer um fermento natural chamado Levain, que é bem fácil de fazer, só precisa de paciência.

Partimos pra ação e foi bem legal essa parte, observar como a massa reage, qual é o ponto e o tanto de esforço que tem que fazer pra bater a massa. Depois teve a degustação dos pães com vinho e no final todo mundo leva a sua massa pra casa e mais um pão daqueles italianos deliciosos.

Já fiz dois pães depois do curso, deu bem certo, mas preciso fazer uns ajustes, pois fiz com a farinha normal que vende no mercado, quero encontrar a 00. No geral eu gostei demais do curso e se você está pensando em fazer eu recomendo e acho super válido.

Assei os pão tudo! #pão #bread

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

15out

Especial: Quanto Custa jantar no Famiglia Mancini?

Postado por às em Quanto custa?
famiglia

Brunno Kono/iG São Paulo

Oi gente! Os lindos da Taína e do Jader convidaram eu, Jessica, e meu namorado Breno, para falarmos sobre um dos restaurantes italianos mais famosos de São Paulo, o Famiglia Mancini.

Nós curtimos muito sair pra comer e, apesar de ser uma paulistana de nascença, nunca tinha ido ao Famiglia Mancini, que é um famoso restaurante em São Paulo. Meus pais sempre me contam histórias de quando começaram a namorar e iam toda semana na cantina então sempre tive uma grande vontade de conhecer o lugar! <3

O clima começa logo na entrada: na Rua Avanhadava. Um dos lugares mais bonitinhos da cidade, fica perto do Baixo Augusta e é um charme só com luzes penduradas por toda a extensão da ruazinha estreita. Hoje, quase todos os estabelecimentos da Avanhadava pertecem à família como indica a última folha do cardápio.

Preciso confessar pra vocês: a gente achava que iria gastar uma boa grana no jantar, mas nos surpreendemos! Fomos sem saber quanto custa jantar no Famiglia Mancini! Os valores são bem parecidos com as outras cantinas tradicionais de São Paulo como o C que Sabe, por exemplo: os pratos giram em torno de R$98,00 a R$120,00 a massa com o molho. Lembrando que todo restaurante italiano que se preze tem uma fartura de comida além da imaginação com pratos perfeitos para você e sua família de 12 pessoas.

Nós pedimos o tagliarini com ossobuco e molho ao sugo e era incrível! Comemos bem e ainda levamos o resto pra casa para o almoço do dia seguinte. Eu gostei muito da embalagem de viagem deles, própria para esquentar no microondas, e bem fechadinho para não perder o sabor.

Em compensação, sentimos que os vinhos eram um pouco mais caros que a média, o que acaba mexendo no orçamento final da conta. Se você pretende economizar com o jantar, já fica a dica. :)

Outra coisa que pode encarecer sua conta é o buffet de entradas: com uma mesa enorme cheia de queijos, antepastos e pãezinhos maravilhosos, você pode montar o prato de entrada com seus preferidos por 100g a R$11,00. Como a gente não sabe se portar frente à uma mesa de queijos nós acabamos exagerando um pouco hahaha! Gastamos juntos cerca de R$30,00 de entrada que poderia muito bem ser substituída pelo bom e velho combo pãozinho + azeite presente no cardápio.

No fim das contas nós achamos um bom custo-benefício pelo ambiente lindo, cheio de história e a comida deliciosa! O Famiglia Mancini é um daqueles lugares que vale a pena conhecer pelo menos uma vez na vida <3

***Este post foi escrito por Jessica Greco e Breno Oliveira que são um casal fofo e assim como nós, adoram saber que se pode comer bem sem gastar muito.***

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia