/ sagrada família

25ago

4 dicas para economizar na viagem

Postado por às em Viagem

Money-saving-tips

Eu acho que ninguém aqui já está milionário, logo economizar na viagem é sempre um tema muito relevante. Durante minhas andanças eu aprendi algumas táticas para economizar em algumas coisas, já que muitas vezes eu optei por comprar um eletrônico e ai precisei reajustar a verba disponível durante a viagem. Considerando também o atual cenário onde as passagens de avião estão bem baratas, mas o dólar está nas alturas, algumas dicas podem fazer a diferença no final da sua trip.

 

Compre ingressos pela internet

Sempre uma dica valiosa que economiza dinheiro e muitas filas, mas eu nunca segui, me arrependo amargamente pois em dois casos me fez falta, uma vez no Vaticano que tinha uma fila enorme e a solução foi comprar um ticket especial que pulava a fila, mas $$$ né? A outra vez foi em Barcelona, quando visitamos a Sagrada Família e por sorte a fila andou rápido.

Monumentos e Museus gratuitos

Mais um ponto para quem faz a lição de casa e pesquisa tudo, existe uma grande opções de atividades sem custo ou com valores promocionais durante algum dia especifico da semana, por exemplo o Museu do Louvre é gratuito em todos os primeiros domingos do mês, mas apenas na baixa temporada. Muitos passeios ao ar livre também são bons demais como exemplo: andar às margens do Rio Sena tomando um vinho e comendo uma baguete, tem como não ser lindo? e melhor, de graça.

Tickets de transporte

Muitas cidades turísticas oferecem um ticket especifico para utilização durante um dia inteiro ou durante uma semana, até mesmo mês, depende da sua necessidade. Vale fazer as contas e ver se compensa fazê-los de acordo com o seu planejamento. Mas nem sempre pode ser uma boa, quando eu e o Jader estávamos em Barcelona, percebemos que valia muito mais andar de táxi do que de metrô, então essa opção não nos servia.

Coma no Fast Food

Em outros países, não só de McDonald´s e Burguer King são feitos os fast foods, existem opções para vários tipos de comida e o mais legal, o preço é realmente mais em conta. Eu sempre faço a “equação” comer baratinho a cada 3 refeições mais caras e tenho um hobby que é comer no McDonald´s em cada país que vou.

Espero que essas dicas sejam interessantes pra vocês e se tiver qualquer dúvida manda aqui nos comentários!

26mai

Por que não entrar na Sagrada Família

Postado por às em Viagem

Sagrada-Familia-Barcelona-SpainA não ser que você seja uma pessoa extremamente religiosa, visitar o famoso Templo da Sagrada Família por dentro não é tão legal quanto observar de fora a imensidão da obra e todos os seus detalhes.

Vou te poupar de falar sobre a história do monumento, já que provavelmente você já deve ter feito isso, vou me ater aos detalhes que as pessoas não dão.

Primeira coisa: compre seu tícket pela internet, às vezes (sempre) tem fila e por sorte não, quando eu fui, estava tranquila a pequena fila, mas quem gosta de perder tempo? Vão te perguntar se queres entrar ou não na igreja, se sim, este preço é um pouco mais caro (14 euros contra 11 sem entrar). Compramos com direito a entrar, se arrependimento matasse…

Toda a construção do templo é sensacional, me faltam palavras para descrever o quão boba eu fiquei ao ver a obra de Gaudí. Com imagens que representam o catolicismo e sua história, mesmo não tendo religião, não há como não se encantar com tão bela obra.

Depois de várias fotos turistão e mais um sem número de selfies, resolvemos entrar e ver o que nos esperava… uma igreja. Pois é, a arquitetura lá dentro é mais clean, mais cara de igreja, com destaque para os vitrais super coloridos que dão uns bons efeitos nas fotos, chamei de luz divina. Um grande painel com o pai nosso em alto relevo e uma placa moderna.

sagrada familia imagem

sagrada familia -dentro

sagrada familia luz

Eu não sou religiosa, busco sempre a beleza, a história e arquitetura dos lugares que conheço, com base nisso, eu não achei tão interessante assim entrar na igreja, isso já me aconteceu também com a Sacré-creur em Paris, mas isso eu  conto numa outra vez.

Pra finalizar, uma coisa importante, gosto é gosto né?

No meio do caminho tinha uma bolha.

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

26mai

Qual o problema em ser turista?

Postado por às em Viagem

blog_turistaDepois de ler muitos artigos para a minha última viagem, cheguei bufando no whatsapp e comentei com o Jader não pela primeira vez, mas certamente muitas: Qual o problema de ser turista? Existe hoje um movimento anti-turista, se é que eu posso chamar assim, onde as pessoas escrevem textos, dicas e conversam sobre como elas querem viver uma vida local quando viajam, que querem conhecer lugares off topic, mas eu me pergunto, por que raios?

Entendo este comportamento quando você já viajou para o país e conheceu o básico e quer ter novas experiências, ou mesmo já fez isso durante a viagem, mas está ai você, se preparando para a primeira viagem da sua vida e solta comentários sobre quão idiotas são os turistas, quão esperto é você que vai tentar ser um local onde na verdade você mal conhece e não terá verdadeiramente tempo para isso.

turistas-japoneses

Outra coisa, por que esse desprezo pelos pontos turísticos e pela imagem do turista? Uma indústria que movimenta grandes cifras, lugares que representam a história viva e a imensidão da criatividade humana e da natureza não podem ser vítimas de tão estúpido preconceito.

Qual o problema em se perder ao olhar um mapa? Ao tirar foto turistão na frente da torre Eiffel? Ah gente! Me poupe desse hipsterismo ridículo e bora viver as maravilhas de se embasbacar ao ver a sensacional Sagrada Família ou se entregar a beleza de qualquer monumento histórico.

Aloka!

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia