/ sofrimento

18jan

Ninguém pode te ensinar como (não) sofrer por amor

Postado por às em Amor, Feminismo, Relacionamento
her-joaquin-phoenix-filme

Joaquin Phoenix em cena do filme Her, de 2013

[Você pode ler esse texto ao som de Supersymmetry, do Arcade Fire ♫]

É muito complicado quando um amigo, ou amiga, chega a você e diz: “o que eu faço para parar de pensar no fulano?”, eu sempre respondo “tenta fazer algo diferente, ocupar sua mente, vamos sair?” e assim tento ajudar aquele ser durante esse momento difícil, mas tudo que eu disse não passa de frases prontas que todo mundo está cansado de escutar. É claro que eu tento de todas as formas fazer com esse amigo não sofra e leve a vida adiante, mas até que ponto essas palavras funcionam?

Você está bem no trabalho, está muito feliz com o andamento da sua vida e começa até a fazer planos para o futuro: viagens, comprar um carro, trocar de apartamento, fazer um curso novo… Até que um dia chega uma pessoa na sua vida, uma pessoa que movimento tudo, bagunça tudo e te fazer sentir aquele sentimento que há tempos você não sentia. Aquela pessoa que emenda a sua alma novamente, sim aquela pessoa. E em meio a toda essa felicidade bagunçada a pessoa acaba indo embora, sem explicações, sem direito de receber uma resposta, apenas vai, pois o amor acabou. O que a gente faz?

Seus amigos (meus amigos, eu, seus irmãos…) falarão “calma, vai ficar tudo bem. Tenta esquecer o que aconteceu e bola pra frente”, mas você esquece? Não, você chora, tenta ocupar a mente fingindo que está pensando em outras coisas e não consegue. Você vai passar dias, semanas ou meses assim, pois não consegue controlar. Não é uma questão de escolha, de desligar uma válvula e seguir em frente, você imagina de todas as formas como seria se tudo fosse diferente, se tivesse mais uma chance. E às vezes você tem essa oportunidade, às vezes.

Quando a oportunidade não vem o que resta é lidar consigo mesmo, é encarar o problema e ir aos poucos diminuindo esse sentimento sem se forçar a nada. Não tente entrar em outro relacionamento apenas para “esquecer”, pois uma pessoa não consegue ocupar o buraco de outra, apenas você consegue ocupar esse buraco.

Esses dias vi um post de imagem e coloquei no Twitter, esse post falava sobre uma pessoa que teve o coração partido três vezes e o que ela fez em cada uma dessas situações. Na terceira, ela foi ver um filme. Apesar de não ser tão simples assim eu gostei muito da imagem, coisas assim dão uma forcinha pra gente mesmo sabendo como é esse sofrimento e conhecendo essa dor. Sabemos que chega a doer de verdade, entende que todo o choro é real, mas coisas fofas nos ajudam a trabalhar esse sofrimento.

O que eu gostaria de dividir com vocês é que ninguém pode parar essa dor, ninguém pode fazer você desligar e esquecer de um dia para outro, só você. A gente luta tanto diariamente e no final acabamos esquecendo que somos tão fortes e capazes de superar essas perdas.

Vai doer? Vai sim, vai muito.
Vou chorar? Vai sim, vai muito.
Vai passar? Vai sim.

A dor é passageira e ela nos dá algo que ninguém pode dar: a experiência. Ensine você mesmo a lidar com seus sentimentos, sejam eles bons ou ruins. Só você pode se ajudar.

15set

Você não saberá como me sinto

ross-rachel

Na foto estão Jennifer Aniston e David Schwimmer como Rachel e Ross, da série Friends.

[Você pode ler esse texto ao som de Elastic Heart, da Sia ♫]

Decidi isso há poucos dias, decidi que não reclamaria da sua ausência, que não faria planos para viver com você, decidi que guardaria qualquer sentimento pra mim. Afinal essa é a maneira mais fácil de lidar com tudo. Agora, sempre que você perguntar se estou bem, responderei com aquele emoji que uso sempre em nossas conversas e ele dirá que sim, estou bem. E você acabará acreditando nisso, até o dia que não precisarei mais mentir.

Eu não quero que você carregue esse peso com você, de não me fazer bem, de estar machucando alguém, principalmente porque eu não quero ser triste e quanto mais eu falar sobre essa tristeza mais ela existirá. Maior ela ficará. Por isso, não terão mais lágrimas e não terão mais choros. Eu prometo isso pra mim mesmo.

Eu não escolhi passar por essa situação novamente, muito pelo contrário. Dessa vez eu escolhi a felicidade e me dei uma chance pra viver aquilo que eu acreditava, mas as coisas não funcionam como queremos e por isso vou ficar aqui sendo feliz no meu canto, enquanto espero que você seja feliz no seu. E a nossa história pode continuar por muito tempo e eu espero realmente que isso aconteça, mesmo não tendo a mínima ideia de como vou lidar com isso.

rach12

O que eu sei é que as pessoas não querem compartilhar tristezas. Eu, por exemplo, queria compartilhar a alegria de estar apaixonado por você, mas não posso. Por isso, a partir de agora, só compartilhei as alegrias que posso e guardarei as tristezas todas para mim, num cantinho. Até chegar aquele dia que acordarei e não saberei mais o que elas são. Até o dia que estarei bem e não terei mais a tristeza da sua ausência comigo.

Hoje eu olho para todos os meus relacionamentos anteriores e vejo tudo que aprendi, penso que agora estou aprendendo mais ainda e espero que essa lição me leve para boas escolhas no futuro. E se eu errar de novo escreverei uma série de textos que me ajudarão a seguir em frente. Afinal, todas essas histórias estão aqui dentro e fazem parte de mim. E histórias servem para ser contadas.

Esse texto pode soar como indireta para várias pessoas, e ele é. Mas na verdade é algo maior, funciona como uma carta para mim mesmo. Quem sabe assim eu posso aprender a lidar com meus sentimentos sozinhos, pela primeira vez na vida.

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia