/ torre eiffel

19jun

Subindo a Torre Eiffel de escadas

Postado por às em Viagem

escadas

Minha primeira vez em Paris eu quase tive um troço quando avistei a Torre Eiffel pela primeira vez, era de noite, as luzes dela estavam incrivelmente brilhantes e eu posso dizer que nunca fiquei tão emocionada numa viagem, gravei até um vídeo com a minha reação que ficou claramente muito boba, mas eu não tenho vergonha de mostrar isso.

Awesome place

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

 Já era de noite e nós resolvemos subir mesmo assim, pegamos o tícket de elevador, pagamos e [CARACA] que vista sensacional, acho que vai ficar gravada por muito tempo na minha mente, subimos nos dois “andares” e foi muito bom.

Na minha segunda visita nós estávamos com aquele espírito jovem, cheio de pique naquele mega frio e resolvemos fazer uma coisa diferente: subir a Torre Eiffel de escadas, é 7 euros mais barato, mas não escolhemos isso pelo valor e sim pela ~aventura~ e obviamente para evitar as filas. Não sei se você sabe mas a torre tem 324 metros de altura e nos primeiros dois andares temos 704 degraus, isso mesmo 704, caras, eu quase morri.

Paris

As escadas são todas de ziguezague e parece não ter fim, eu com a minha condição física avantajada sofri horrores, perdi o fôlego muitas vezes e como estava muito frio e muito vento, não dava pra parar e ficar apreciando muito a vista, o legal foi que nessa época tinha um rinque de patinação no primeiro andar e nós super aproveitamos! É legal o fato de você conseguir “chegar lá” e ver a paisagem de uma outra forma, mas olha, é pesado. 

large torre

Não posso dizer que foi uma coisa Ah nossa que sensacional! Foi uma experiência que eu não quero repetir novamente, mesmo amando a torre e tendo uma tatuagem no meu pulso.

Awesome place

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

26mai

Qual o problema em ser turista?

Postado por às em Viagem

blog_turistaDepois de ler muitos artigos para a minha última viagem, cheguei bufando no whatsapp e comentei com o Jader não pela primeira vez, mas certamente muitas: Qual o problema de ser turista? Existe hoje um movimento anti-turista, se é que eu posso chamar assim, onde as pessoas escrevem textos, dicas e conversam sobre como elas querem viver uma vida local quando viajam, que querem conhecer lugares off topic, mas eu me pergunto, por que raios?

Entendo este comportamento quando você já viajou para o país e conheceu o básico e quer ter novas experiências, ou mesmo já fez isso durante a viagem, mas está ai você, se preparando para a primeira viagem da sua vida e solta comentários sobre quão idiotas são os turistas, quão esperto é você que vai tentar ser um local onde na verdade você mal conhece e não terá verdadeiramente tempo para isso.

turistas-japoneses

Outra coisa, por que esse desprezo pelos pontos turísticos e pela imagem do turista? Uma indústria que movimenta grandes cifras, lugares que representam a história viva e a imensidão da criatividade humana e da natureza não podem ser vítimas de tão estúpido preconceito.

Qual o problema em se perder ao olhar um mapa? Ao tirar foto turistão na frente da torre Eiffel? Ah gente! Me poupe desse hipsterismo ridículo e bora viver as maravilhas de se embasbacar ao ver a sensacional Sagrada Família ou se entregar a beleza de qualquer monumento histórico.

Aloka!

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web