/ viagem

17fev

Hotel Fazenda Recando do Teixeira

Postado por às em Viagem

foto_principal
Depois de conhecer um resort nessa área, resolvi levar as crianças para um passeio na mesma região de Atibaia, já que é bem próxima da capital e tem fácil acesso. Essa foi minha terceira viagem de carro e eu estava tão empolgada quanto as crianças que contaram literalmente os dias para esta mini trip.

O plano que eu reservei era de pensão completa full, aqueles que incluem bebidas alcoólicas e alimentação, já fiquei animada pois a maioria dos resorts oferece apenas all inclusive sem as bebidas com álcool. Neste hotel além das refeições, estava incluído também petiscos servidos durante o dia: cerveja, drinks e sorvete! Você consegue imaginar sorvete free o dia inteiro?

recantoteixeira

Achei bem interessante esse sistema, mas nem tudo são flores… achei o quarto bem pequeno, a estrutura um pouco menos bonita e os almoços e jantares mais simples, obviamente fazendo uma comparação com o outro hotel. Mas os serviços foram bons, não dá para não fazer a comparação, pois o custo foi bem próximo, se eu não me engano, algo em torno de 800 a diária.

Este é mais um daqueles hotéis para família, onde você vai para descansar, ficar tranquilo. Eles têm um grupo de recreação infantil e adulta que é bem legal, as minhas filhas ficavam o dia inteiro brincando, correndo, se divertindo. Tem duas piscinas à disposição, uma fria e outra térmica. A piscina fria merece destaque pois tem profundidades diferentes e atende qualquer pessoa, desde criança aos adultos ~nadadores~.

Eles também possuem uma fazenda, serviços de arvorismo e tal. Os petiscos e drinks servidos durante o dia são bem gostosos e foram pra mim um diferencial, já que você já dispende de um valor durante a diária e não quer ter mais custos com porções, drinks e outros.

O sorvete free era daqueles soft, não tão gostoso assim, mas bonzinho. O valor que eu paguei na diária foi bem alto considerando os preços nos períodos normais, eu fui bem na segunda semana de janeiro, época de férias onde os hotéis enfiam mesmo a faca. Se você procurar o hotel na baixa temporada vai encontrar algo em torno de 1.600 o final de semana para família de 4 pessoas e diminui conforme o número de hóspedes.

Bom, eu avalio positivamente o hotel e recomendo caso você queira ir descansar, curtir a família, beber muito chopp com tudo incluso e ficar em contato com a natureza.

Liberte sua mente Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

01fev

Como é se hospedar no Tauá Resorts

Postado por às em Viagem

piscinas_taua_caete5

No final do ano passado eu estava me sentindo muito cansada e não estava com vontade de fazer viagens longas, então eu comentei com o Jader que também me disse que precisava de um relax, logo pensei em me hospedar em um resort pra curtir uma piscina, sauna e descansar o máximo possível e ele topou ir comigo. Mais tarde recrutamos uma amiga e começamos a busca por um lugar que fosse all inclusive, perto de São Paulo e com um preço razoável para o pacote oferecido.

piscina termica

Piscina Términca

Encontrei o Tauá em Atibaia depois de desistir de um hotel lindo em Lins, que só tinha disponibilidade para duas diárias, e fazendo as contas, são 6 horas de viagem pra ficar só dois dias, não compensava.

À primeira vista o Tauá se apresenta muito bem num quesito que nos é muito importante: beleza do estabelecimento, risos. Gostamos das fotos e do que nos foi ofertado: all inclusive sem bebidas alcoólicas, uma piscina grande, uma outra piscina com águas aquecidas com um tamanho bem bom, recreação noturna e um belo e espaçoso quarto.

Chegamos lá rapidinho, inclusive foi minha segunda viagem de carro depois que perdi o medo de dirigir e foi super legal. Estávamos entre amigos, bem tipo aquele filme Crossroads, risos. Já corremos pra analisar o quarto e olha, eu já passei por muitos hotéis e esse me surpreendeu, por que era muito amplo, bonito, bem decorado e gostoso, com uma boa vista para a piscina.

quartotaua

Foto do quarto triplo

Último suspiro de 2015

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

Depois do confere no quarto, corremos para a piscina e ficamos naquele relax maravilhoso, a piscina era bem grandinha e tinha vários níveis de profundidade. O jantar era bem farto, com muitas opções e com comidas gostosinhas, gostei bastante, considerando que aquele era um hotel de férias familiares.

Muito sereia, mergulhando até na chuva. ?? Um vídeo publicado por Jardinho (@jaderplanob) em


Passamos 3 dias bem agradáveis ali, descansamos bem e teve até um campeonato de caipirinhas para alegrar os mais velhos. Como reservamos de uma semana pra outra e bem no período de natal, a diária não foi uma pechincha, mas acredito que o preço foi de acordo com o produto oferecido, algo em torno de 900,00 reais a diária considerando que estávamos em 3 pessoas, torna-se um valor mais acessível.

O único inconveniente do hotel na verdade não é um inconveniente, ele é um hotel familiar, então se você está buscando curtição, pegação e tal, não é um lugar para você ir nesse momento, mas se quer aproveitar e descansar, eu recomendo.

18nov

Fiquei sem dinheiro e sem documento na primeira viagem internacional

Postado por às em Amizade, Viagem
buenos aires

foto arquivo pessoal

As histórias de viagens são sempre muito legais, cada perrengue, cada imprevisto que acontece que na hora te deixa a flor da pele, mas depois que passa, fica uma lembrança engraçada e boa de contar nas rodas de amigos. Eu resolvi desenterrar uma dessas histórias, que eu acredito que merece ser contada.

Era 2012 e eu estava me preparando para minha primeira viagem internacional, o destino? Buenos Aires, nosso quintal europeu, risos. Três amigos juntos, vocês podem imaginar o tanto que aprontamos né? Primeira viagem, primeiro país, descobrimos o tal do Pub Craw, relevem que eu era mais nova nessa época… pra quem não sabe o que é: basicamente um grupo de jovens que junta outros jovens por um preço camarada faz um esquenta, depois levam você para 3 bares e finalizam a noite em uma badalada boate local.

Nós já ficamos super animados no esquenta e como era bebida liberada até o horário de partir para o primeiro bar, já saímos calibrados. Chegamos no primeiro local, maior animação, quando falávamos que éramos do Brasil a galera pirava, esse tipo de balada só tem gringo, eles sempre ficam animados quando se fala em Brasil, olha a fama. E a noite foi seguindo bem animada até que chegamos no terceiro bar, obviamente a pegação rolando e eu me engracei com um moço por lá.

argentina

Floralis Generica

Eis que o chamado para o ônibus que partia aconteceu e eu não percebi, então, meus amigos, sim, eles me deixaram sozinha, sozinha em um país estranho e vocês não sabem, todos os documentos e dinheiros ficaram numa bolsa com uma pessoa só, ou seja, eu estava sem dinheiro, sem documento em plena noite de Buenos Aires.

Fiquei desesperada, entrei em uma balada do lado tentando encontrar eles, não acreditando que eles tinham mesmo me deixado só, eu estava tão nervosa. Fui andando pela rua sozinha, aí reconheci uma das pessoas que estava no pub craw e perguntei pra ela com meu espanhol ruim se ela sabia onde era a balada final e talz, ela me disse que era muito longe, que eu não conseguiria chegar lá a pé, risos.

Estava bem desesperada, por que eu não tinha dinheiro, eu não tinha nada, chorei, estava com medo, então eu resolvi chamar um táxi e fingir que eu tinha dinheiro, sorte que eu lembrava mais ou menos o endereço do hotel, na hora que ele chegou eu falei pra ele continuar com o taxímetro ligado que eu iria no meu quarto pegar o dinheiro. Tive que pedir uma nova chave na recepção e a minha sorte é que eles se lembraram de mim.

Fiquei no quarto chorando e até tentei ligar para o Jader, mas esqueci que estávamos só com wifi, mandei mensagem no facebook, estava louca de raiva e tbém preocupada com eles, passou algumas horas e eles chegaram, eu briguei horrores com eles, mas no final deu tudo certo, eles acharam que eu iria com o menino no ônibus e por isso o desencontro, falo assim com calma hoje, mas eu fiquei muito nervosa, muito mesmo.

Hoje eu só consigo rir dessa história e sempre que eu conto eu dou uma cutucada no Jader dizendo que ele me largou por lá.

quilmes

Eu e a Fer tomando uma boa Quilmes

27out

O teu amor pra onde foi?

Postado por às em a vida como ela é
Cena do filme Her, de Spike Jonze

Cena do filme Her, de Spike Jonze

[Você pode ler esse texto ao som de Quem inventou o amor?, da Legião Urbana]

Tudo era mil maravilhas, meu bem pra cá, meu bem pra lá. Saíram alguns eu te amo e tudo parecia tão bem, aparentemente estávamos felizes morando juntos, tudo foi tão rápido, em alguns meses já estávamos bolando planos de casamento e até planejando a nossa festa juntos, a viagem de lua de mel.

Mas ai de repente você vira e diz que tudo acabou, que o amor que você declarou várias vezes não existia mais, pra onde será que ele foi? Será que esse amor ai foi apenas uma ilusão? apenas um profundo gostar de si próprio que saiu do teu corpo e dá um pulo em uma outra pessoa, mas logo volta para seu lugar de origem, o amor próprio?

Eu sei, talvez nós tenhamos sido muito rápidos né? Afinal, pra quem já está na nossa idade, pra que fazer joguinhos? Pra que fingir desinteresse? Eu não sei. Será que mesmo no auge da nossa vida adulta temos ainda que nos submeter a esses jogos de sedução onde um finge que não viu a mensagem no whatsapp e demora no mínimo 30 minutos para responder?

Mas também não consigo entender como o amor se esvai assim tão rapidamente, deixa o que no lugar? Você também não conseguiu se explicar, nem sabe dizer como isso aconteceu, conversamos e o melhor foi você partir, pegar suas coisas e sair da minha casa, da minha vida.

Talvez seja melhor procurar o amor que se foi, mesmo que encontre em outro colo, em outro sorriso que não seja o meu, por que assim como o seu amor não existe mais, o meu também jaz profundamente.

Enquanto a vida vai e vem
Você procura achar alguém
Que um dia possa lhe dizer
– quero ficar só com você

*Este conto faz parte de uma série de crônicas do a vida como ela é.

26out

A importância de ficar sozinho

Postado por às em Amor, Eu Você e Eles, Relacionamento
greys-anatomy-temp11

Ellen Pompeo em cena da série Grey’s Anatomy, criado por Shonda Rhimes

[Você pode ler esse texto ao som de Hello, da Adele]

Essa semana eu cantei junto com Damien Rice em seu show em São Paulo. Foi um dos sonhos que realizei, ele estava lá há poucos passos de mim cantando as músicas que já me fizeram chorar muitas vezes. Sou apaixonado por esse moço e por suas musicas há muito tempo. E se você costuma ler esse blog com frequência, sabe que muitas das músicas que indico aqui são dele, diferente da música de hoje.

Comecei esse post falando sobre o show do Damien Rice, pois uma das entrevistas dele, enquanto estava no Brasil, foi sobre a importância de ficar sozinho. O irlandês conhecido mundialmente por The Blower’s Daughter (do filme Closer), disse que “ficar sozinho é tão importante quanto dormir” e eu concordei tanto com isso que decidi tornar isso um episódio de hoje aqui no blog. Damien Rice ficou muito tempo sem lançar músicas novas e sem sair em turnê, ele se escondeu da vida e ficou sozinho, criando uma nova pele, ou se moldando para uma nova vida. E eu estou mais ou menos nessa fase.

Eu não vou sumir, não deixaria os amigos e família de lado, não irei para a Islândia. Eu só estou sozinho, lidando com aquela nossa insustentável leveza e criando coragem para partir para outra. Há algum tempo e tomei algumas decisões que estão me levando para uma nova fase. Depois de 28 anos, finalmente eu me conheci. Agora conheço todos os meus defeitos e sei muito bem o quanto sou perfeito em algumas coisas. Parei para pensar na minha vida e em tudo que eu poderia e quero fazer e tomei decisões. Uma delas é finalizar todas as coisas que estão abertas, decidir todos os passos que posso decidir e aqueles que não tenho poder, deixar de lado. Nessa fase da vida eu não quero que alguma indecisão me prenda, eu quero trabalhar com as coisas certas, mesmo que isso me faça ficar sozinho. E se eu ficar sozinho, não terá nenhum problema.

carrossel-greys

Eu demorei muito tempo para me conhecer e tomar decisões. Parece que quanto mais o tempo passa mais estamos ficando maduros, mesmo sendo os bobos de sempre. Hoje em dia aquelas frases clichês que tanto me faziam rir, estão fazendo sentido. Até o título desse post faz um sentido que não faria para o Jader de 5 anos atrás. Aquele cara não entenderia nada que esse moço escreve aqui, ele precisou ficar sozinho e aprender o quanto isso é importante. Ele precisou amar mais o outro do que a si próprio para entender o quanto isso é errado, o quanto é burro colocar a vida de alguém – que não te quer – na frente da sua. Agora, ele olha pra trás e sorri para aquele menino que errou diversas vezes ao acreditar que “dessa vez é o amor verdadeiro” e ir com tudo.

Claro que vou continuar errando e quando acreditar que é real irei sem medo. Mas irei sabendo como as coisas são, pois não estou desacreditado do amor, pelo contrário, eu acredito muito. Mas eu acredito em mim e acredito que ninguém precisa se prender a alguém para ser feliz. Passei tanto tempo sozinho sendo feliz, que não tenho pressa em encontrar o amor da minha vida. Eu não procuro mais, na realidade eu procuro ser feliz comigo mesmo. Ser feliz no meu dia a dia e entender a importância das minhas escolhas.

Às vezes precisamos passar um final de semana trancados em nossas casas, fazendo algo que queremos fazer mas “estávamos sem tempo”. Esse último final de semana eu fiz isso e lembrei o quanto gostava de assistir Grey’s Anatomy. Essa série me faz chorar de um jeito tão lindo e me deixa numa paz tão grande. Ontem estava eu aprendendo com as lições da série e concordando com frases da Shonda Rhimes (aquela assassina!). Esse tempo que me dei, mesmo sendo pouco, é tão precioso. Em 2011, viajei sozinho para a Europa e fiquei 60 dias passeando por quatro países, conhecendo pessoas novas, visitando novos lugares e ficando comigo mesmo. Foi tão incrível que me pego pensando em fazer isso novamente, ficar sozinho em países que não conheço, ver coisas novas sozinho, apreciar a vista com meus olhos e guardar aquilo pra mim. Penso ainda que seria bem melhor que da outra vez, pois hoje sou alguém um pouco melhor.

Acredito que antes da gente se apaixonar por alguém e conhecer uma pessoa a fundo, temos que nos apaixonar por nós mesmos e nos conhecer muito bem. É um passo muito importante para ser feliz.

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web