/ Comida

31jul

Vinho e comida coreana, o desafio está lançado!

Postado por às em Comida, Gastronomia, Vinho

Dando sequência aos jantares em torno da culinária de um país, a ABS-SP programou o próximo para o dia 9 de setembro, segunda-feira, às 20 horas, o tema, melhor dizendo, o desafio que será escolher vinhos para harmonizar com a excelente comida coreana servida no restaurante Surah.

Desta vez, até para estimular os participantes a pensar “fora da caixa”, cada um deverá levar seu(s) próprio(s) vinho(s), cujo custo, evidentemente, não está incluído no valor do jantar.
Isso permitirá, também, retomar a tradicional prática dos jantares promovidos pela ABS-SP, que é a de cada um dos participantes partilhar os vinhos que levar com seus companheiros de mesa (ou mesmo de mesas próximas), numa saudável, divertida e profícua interação.

Não deixe de participar de mais esse jantar, que além do agradável convívio com os companheiros de ABS e amigos, certamente propiciará muitas oportunidades de explorar, mais uma vez, o inesgotável e sempre surpreendente campo da harmonização entre vinho e comida, ainda mais quando a culinária em questão certamente não é tão familiar para muitos de nós como, por exemplo, a francesa ou a portuguesa.

*E aqui vão algumas dicas de harmonização do Diretor de Cursos da ABS-SP, Dr. Mario Telles, baseados na sua experiência pessoal e nas harmonizações testadas na degustação de quarta-feira (17.07.19) sobre comidas condimentadas.

1 . Prefira vinhos com maior acidez, como os espumantes.
2. Evite vinhos muito encorpados e tânicos (embora a comida seja “quente” não é gordurosa ou pesada)
3. O elemento chave é um toque de doçura.

 

Serviço:

Jantar ABS -SP

Data: Segunda-feira, 09 de setembro

Horário: 20hs

Local: Restaurante Surah – R. Bandeira Paulista, 455 – São Paulo – SP

Investimento: R$ 195,00

 

Mais informações em: www.abs-sp.com.br/degustacoes-e-eventos/e514/vinho-e-comida-coreana-o-proximo-desafio

O desafio está lançado, você não perderá essa chance, certo?

 

08fev

Jantar Harmonizado no Rio de Janeiro

Postado por às em Comida, Gastronomia, Vinho

vinho rose

Muitas vezes eu recebo reclamações de só escrever sobre restaurantes, feiras e eventos de São Paulo, natural, pois eu moro aqui! Mas, recebi informações sobre um evento em terras de praia, sol e mar: Rio de Janeiro! Fique de olho nas informações abaixo:

Em sua primeira edição do ano de 2019, o Jantar Harmonizado
promovido pelo escritório de vinhos e coworking Wine Office, localizado na Avenida das Américas, 16299, no Recreio dos Bandeirantes, promete surpreender os participantes com um menu bem verão. O objetivo é reunir sabores em pratos leves e aromáticos, acompanhados de vinhos refrescantes.

Com data marcada para o dia 14 de fevereiro, o Jantar Harmonizado da Wine Office também brinda o dia de St Valentine’s Day. A Chef da casa, Vanda Aguiar, conta que o evento é o momento para conhecer novos temperos e antecipa o que a noite especial reserva para os participantes.

“Para esta noite criei um menu com ingredientes frescos, leves e aromáticos visando harmonizar com a leveza e sabores dos vinhos que serão servidos no evento. Para celebrar o Valentine’s Day, o jantar será um brinde para os corações enamorados partilharem da experiência de um cardápio leve, com vinhos refrescantes”, ressaltou Vanda Aguiar, Chef gastronômica do Wine Office.

O evento começa às 20h. Interessados podem garantir sua reserva no
telefone 21 97269-2782. Mais informações no site: https://wineoffice.org/ .

wineoffice

Serviço:

Jantar Harmonizado

Reservas:
(21) 97269-2782

Data: 14/02

Horário: 20h

Endereço: Avenida das Américas, 16.299 – Sala 307 – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro – RJ

Investimento:
R$: 170,00

Site do
Wine Office: https://wineoffice.org/

13jun

Novidade: Nova casa Peruana em São Paulo

Postado por às em Comida, Gastronomia

comida peruana

Uma nova casa temática chega para agitar a badalada noite de São Paulo. Barranco Pisco Bar é mais uma opção para quem gosta da cultura peruana, do ritmo caliente latino e do clima de azaração. Inspirado na boemia dos bairros de Lima, no Peru, o local que é um misto de bar e balada, traz a riquíssima gastronomia peruana, drinks típicos e muita música variada.  A inauguração acontece no dia 14 de junho, a partir das 18h, no coração da Vila Olimpia – Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 .

A casa abre cedo, a partir das 18h, para aqueles que querem curtir um happy hour. O menu tem opções para compartilhar e individuais – como o Ceviche de Pescado Personal (R$38,90). Para beber, há drinques clássicos e autorais, com receitas como o do Pisco Sour – com pisco, suco de limão, goma de açúcar, clara de ovo e gotas de angostura (R$30,00). A partir das 21h até 00H, a banda Oficina Latina comanda o som, o local ganha ares de balada, com uma pista animada.  Depois que a banda encerra é a vez dos DJs assumirem a pick up e a pista fica democrática com músicas que vão do funk ao hip-hop.

pisco sour

O ambiente é diferente e inusitado, conta com uma estrutura ampla e decoração totalmente voltada ao universo latino. Possui dois andares e três bares, um deles na área externa com uma temática exclusiva, ideal para quem quer bater um bom papo e curtir um ar fresco.

“O Barranco Pisco Bar quer trazer ao público paulistano e para os turistas da cidade, mais da cultura latina, sendo uma nova opção para casais, amigos e até famílias se divertirem com muita música, dança, se deliciando com ótimos petiscos e drinks peruanos.” explica Marcelo Máximo, um dos empresários responsáveis pelo local.

A inauguração do Barranco Pisco Bar acontece com grandes parcerias – Bombay, Cachaça Leblon e Grey Goose. Quem passar por lá na quinta-feira (14) poderá aproveitar dose dupla de Gin Bombay com tônica. Já na sexta-feira (15) vai rolar uma festa da Cachaça Leblon, com dose dupla de caipirinha. A casa irá funcionar todas as quintas e sextas-feiras, das 18h às 3h.

 Informações e Serviço:

Barranco Pisco Bar

Bar e Música ao vivo

Local: Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 – Vl. Olimpia

Funcionamento: Quinta e sexta-feira das18h às 3h

Valor: após as 19h30 R$40,00 (H) e R$30,00 (M)

Forma de pagamento: Dinheiro e cartão de credito ou débito

Valet: R$20,00

Capacidade: 400 pessoas

Contatos: (11) 3842-4453

27nov

Quanto custa jantar no Skye bar?

Postado por às em Bebidas, Comida, Gastronomia, Quanto custa?

sky

Nós já falamos aqui sobre Skye Bar, lembra?




Na época o texto foi sobre quanto custa beber no Skye bar, eu demorei um pouco pra escrever esse post, uma vez que já faz mais ou menos 2 meses que eu fui jantar no Skye.

Fui levar duas gringas para jantar, elas estavam super animadas com a night de SP, confesso que eu já estava bem cansada por conta da rotina de um trabalho que estava me consumindo toda minha energia vital, risos. Escolhi o Skye Bar por conta da vista e também por que eu queria muito experimentar aquele famoso prato do Emanoel Bassoleil, que é o chef responsável pelo restaurante.

Pausa pra falar que eu compartilho um monte de coisa lá no meu Instagram, você já me segue? (clique pra seguir! @tainasena)

skybar-unique

O prato era aquele de tinha ovas, peixe e creme de champagne, ficou mais famoso ainda depois que a galera precisou reproduzir esse prato na última edição do Masterchef amadores – nome é: Robalo ao creme de champagne com purê de nhame.

Leia mais: Quanto custa jantar no Figueira Rubayat?

Começamos com algumas bebidas, que giravam em torno de 35 – 40 reais cada, estávamos em 4 mulheres, conversa vai, conversa vem, super curtindo aquele rooftop e consequentemente a vista de São Paulo, finalmente vagou uma mesa para jantar. Faço um parêntese aqui para avisar que o Skye não faz reservas no restaurante se você não estiver hospedado no hotel Unique.

robalo-ao-creme-champagne-com-pure-de-inhame-e-pastel-de-caviar

Chegamos na mesa, eu escolhi um vinho mais ou menos, estou gostando muito dos vinhos que vem da uva nero d´avolla, custava algo em torno de 170 reais, inclusive achei que a carta tinha opções para vários bolsos.

A escolha dos pratos principais

O couvert deles é bem gostosinho, com pães diferentes, com duzentos mil temperinhos e tal. Fizemos um mix de entradas e dividimos, tinha camarões e ceviche. De principal eu fui no famoso, nem era tão caro assim, algo em torno de 115,00 só prato, acho ok considerando todo o ambiente, a fama do chef e o lugar. Depois escolhemos um combo de sobremesas para dividir, juro, tinha tudo o que você pode imaginar: mousse de chocolate, creme brulé, figos, um doce de café, que sobremesa maravilhosa, se não me engano ela custou 65 reais, você pode conferir na única foto que tenho desse rolé, que é bem grandinha, vale a pena.

As amigas gringas pediram uma um prato de sushis, parecia um rodízio, a outra uma massa e a Karina uma carninha que parecia deliciosa. Não acho elegante abrir aqui o custo de todo o jantar, mas considerando os vinhos, os drinks e as caipirinhas que as gringas amaram, o valor ficou até que ok.

prato-skybar

Bom dizer que a caipirinha deles é super grande, os outros drinks são servidos em copos mais bonitosos, taças e tal, o que não vem muita coisa, mas são muito bons.

Eu gostei muito do atendimento, da comida, o robalo ao champagne é realmente incrível e acho que vale a pena ir, é aquilo, pra gente que é do proletariado, uma vez na vida e outra na morte!

Por fim, se você chegou aqui é lógico que está curioso pra saber quanto custa jantar no Skye Bar, fazendo os cálculos e considerando mais ou menos os itens que eu comi e bebi, você vai gastar em torno de uns 330 reais por pessoa. Agora se você não beber vinho/drinks provavelmente consegue jantar gastando uma média de 200 – 220 reais.

24nov

Como foi vistar a vinícola Concha y Toro, em Santigo no Chile

Postado por às em Comida, tipos de vinho, Viagem, Vinho

conha_y_toro_vinicola

Eu e Taína estávamos no Chile (em Santiago) na semana passada e fomos convidados para conhecer a vinícola Concha y Toro para contar pra vocês aqui no blog, pois nós adoramos vinhos, passeios e principalmente convites.

Nós fomos de Uber do nosso hotel, que ficava há 50 minutos da Concha y Toro. Foi super tranquilo e até mais rápido do que imaginávamos, no final chegamos alguns minutos antes do agendado. Chegando lá fomos avisados para procurar um moço chamado Estevam, que nos deu a direção certa e nesse momento descobrimos que o nosso tour seria privado, ou seja, um tour pela vinícola só comigo e Taína, e esse seria o Tour Marques de Casa Concha, um tour premium da vinícola.

Começou o tour com a Sommelier chamada Kerstin, que nos apresentou quatro vinhos do selo Marques de Casa Concha, a terceira linha de produtos da Concha Y Toro. Ela nos ensinou analisar a cor, o aroma e o sabor dos vinhos. A Taína que entende bem mais do que eu, e já tinha feito cursos, já estava habituada, mas pra mim foi uma novidade. Eu amei!

Os vinhos que experimentamos vinham acompanhados de queijos, eram quatro vinhos (Chardonnay, Pinot Noir, Carménère e Cabernet Sauvingnon) e quatro queijos diferentes que harmonizavam com os vinhos propostos de uma maneira deliciosa. Eu fiquei empolgado pois consegui sentir os aromas e também os sabores do vinho, foi muito legal aprender sobre as especialidades de cada vinho.  

All the Pinot, Pinot Grigio girls. Keep it real cold. Cause it’s a fired up world #grigiogirls #ladygaga #wine Uma publicação compartilhada por Jardinho 🌈 (@jaderplanob) em

Depois dessa sessão de experimentação (vip) seguimos para o tour com um rapaz super atencioso que nos levou para conhecer os arredores da vinícola e nos explicou sobre a fundação, sobre como a empresa está no mercado hoje, sobre os tipos de uva, de vinhos e nos levou para experimentar mais vinhos, além dos nos presentear com uma taça e também com a tábua de queijos que estávamos comendo.

A parte mais engraçada do passeio ainda estava para começar, foi quando entramos na sala para conhecer a lenda por trás de um dos famosos vinhos da casa. Como vocês sabem a Concha y Toro é responsável pela produção do Casillero del Diablo, que faz muito sucesso aqui no Brasil. E para nos apresentar a lenda por trás do vinho, nos levaram para uma experiência bem divertida (pelo menos no final foi). Eu e Taína ficamos numa adega com vários barris de vinhos, sim sozinhos, tudo ficou escuro e (eu fiquei com medo) começou a história do Casillero. Foi legal entender o motivo do nome do vinho que é um dos mais vendidos aqui no Brasil.

Após essa experiência do Casillero do Diabo, o tour estava acabando. Experimentamos mais um vinho, que fazia parte do tour e nos despedimos do moço. Eu e Taína estavamos super felizes pelo convite e pelo tour vip, além dos presentes que havíamos recebido. Mas não parou por aqui, o tour acaba no wine bar e comos já estavámos lá a Taína quis aproveitar e experimentar o icônico Alvaviva, que  é uma empreitada de duas empreas a Baron Philippe de Rothschild e a chilena Concha y Toro que queriam produzir um vinho diferenciado, um vinho de alta qualidade. E sim, foi isso que encontramos, que vinho!

O tour não pagamos pois fomos convidados, mas o preço do Tour é 17 mil pesos e o premium 24 mil pesos. O vinho Almaviva teve um custo aproximado de 700,00 reais (aqui no Brasil custa aproximadamente 1200 reais). Bebemos aquela maravilha e pegamos o uber de volta para a casa. Foi mega fácil pegar o transporte de volta, pois o local é super movimentado e não fica tão afastado. Eu adorei o passeio, adorei conhecer mais sobre vinhos e a experiência de beber vinhos onde eles são feitos é incrível.

Serviço:
Concha y Toro
www.conchaytoro.com
Segunda a Domingo, das 09h às 18h.
Reserva pelos e-mails: reserva@conchaytoro.cl

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia