/ Gastronomia

01out

Aprenda a ler rótulos de vinhos alemães com a evino

Postado por às em 1, Gastronomia, Vinho

gewurt5

 

Só de pensar em vinhos alemães minha boca já saliva pensando nos maravilhosos rieslings que vem dessa maravilhoso terroir. Recebi a notícia de que a evino fez sua primeira importação de vinhos alemães e trouxe um pouquinho de informação pra vocês.

Evino, considerada um dos maiores e-commerces e aplicativos de vinho do país, acaba de anunciar sua primeira importação de rótulos alemães. Os vinhos Gustav Riesling Trocken, Max Mann Riesling Rheinhessen 2016, Max Mann Pinot Noir 2015 e Rebgarten Riesling 2016, exclusivos da marca no país, chegam ao Brasil pela primeira vez com valores que variam de R$ 50 a R$ 70 reais.

“A Alemanha tem ficado com o clima cada vez melhor para produzir vinhos de qualidade, principalmente o Riesling, que é pouco comum aqui no Brasil, mas é um vinho muito refrescante e que cai bem em qualquer tipo de situação”, pontua Natália Cacioli, sommelière da Evino.

A marca ainda aproveita a oportunidade para ensinar como funciona a leitura de rótulos alemães, já que suas classificações são bem diferentes das conhecidas no Brasil e em outras regiões do mundo, para ajudar seus consumidores na busca pela opção ideal. Afinal, você sabe que termos indicam se um vinho é doce ou seco na Alemanha? E quais as categorias que definem sua qualidade?

index_strip_212237_3_web index_strip_212237_2_web

 

Preparamos um guia especial para te ajudar a diferenciar uma garrafa da outra em meio a tantos termos desconhecidos e se divertir nesta aventura enogastronômica.

Você sabia que os vinhos são diferenciados quanto à doçura dos rótulos? Trocken é o termo usado para vinhos secos com no máximo nove gramas por litro de açúcar residual. Halbtrocken são conhecidos como vinhos meio-seco e levemente doces. Lieblich remete a vinhos doces com até 45 gramas por litro de açúcar residual. Por fim, há a categoria süß, que significa doce e compreende vinhos com mais de 45 gramas de açúcar por litro.

Além da divisão por doçura, os vinhos alemães também são classificados quanto à qualidade dos rótulos. Os mais básicos são indicados com o termo Deutscher Wein. Já a categoria intermediária é chamada de Deutscher Landwein e trata-se de um tipo de vinho descomplicado com rótulo simples. Há também a denominação Qualitätswein que inclui a maior parte dos vinhos produzidos na Alemanha. O curioso desta denominação é que, para receber esse selo de qualidade, o vinho deve ser produzido 100% em umas das 13 regiões vinícolas autorizadas do país e deve passar por uma análise de qualidade regulamentada.

No topo da pirâmide da qualidade está a Prädikatswein. Para essa categoria é necessário os mais altos requisitos de qualidade, levando em conta harmonia e elegância. Vale frisar que esse tipo de vinho não pode se adicionar açúcar durante o processo de produção. Já a denominação Kabinett é a mais básica de todas e indica vinhos leves e delicados com baixo teor alcoólico.

 

 

01out

Happy Wine tem noites com trio de jazz e seleção especial de vinhos em dobro

Postado por às em Episódio de Hoje, Gastronomia, Vinho

supstrip_214912_0_web

O Trabuca Bar realiza todas as terças-feiras o Happy Wine, projeto que fica até o final do ano e celebra grandes vinhos de diferentes países. Nestes dias, a trilha sonora da casa ganha o jazz do Strasbourg Trio, acompanhada por uma seleção especial de rótulos da importadora Grand Cru – na compra de uma garrafa, o cliente ganha a segunda – e que podem ser apreciados com sugestões do chef inspiradas em cada região.

A partir do dia 02/10 (amanhã), será a vez da França ser representada por seis rótulos selecionados, a carta inclui o Delas Syrah da região no norte do Rhône e o Les Fleurines White, da área do Languedoc-Roussillon. Até o dia 30/10, os vinhos poderão ser harmonizados com uma variedade de comidas típicas francesas, como a Quiche Lorraine com mix de folhas e molho de mostarda Dijon – R$ 30,00, o Croque Monsieur e Madame – R$ 30,00, a Tartine de Queijo Camembert, servida com geleia de figo e broto de rúcula – R$ 30,00 e outras delícias locais, além de uma deliciosa Seleção de queijos (Camenbert, Chevrotin, Saint Agur e um embutido francês- R$ 60,00).

Os próximos países homenageados serão Espanha, EUA e África do Sul. Confira a programação abaixo e a lista completas de vinhos e menu do França.

Happy Wine 2018:
02/10 até 30/10 – França
06/11 até 13/11 – Espanha
20/11 até 11/12 – EUA e África do Sul

Vinhos e menu França – de 02/10 a 16/10:
Carta de Vinhos:
Vinho Les Fleurines Red (2016) – R$ 130,00
Vinho Les Fleurines White (2016) – R$ 130,00
Vinho Delas Syrah (2016) – R$ 150,00
Vinho Delas Rose – R$ 160,00
Vinho Delas Viognier (2016) – R$ 180,00
Vinho Coteaux Bourguignons Aop Rouge (2014) – R$ 180,00

Meu sonho é morar em SP pra aproveitar essas coisas maravilhosas, quem vai?

Serviço Local: Av. Juscelino Kubitschek, 1.444 – Itaim Bibi / São Paulo

 

 

 

19ago

Conheça a encantadora Casa Comitê

Postado por às em 1, Gastronomia, Quanto custa?, Vale a pena?

comite

Bem nessa pegada de lugares escondidos em São Paulo, tive a grata surpresa de encontrar uma jóia para pessoas comuns e para produtores de eventos em SP, sim, um lugar lindo chamado Casa Comitê, que fica no Brooklin.

Eu havia recebido a tarefa de encontrar um lugar cool para um jantar com um grande executivo da empresa da qual trabalho, mas a ideia é que não fosse um lugar muito sisudo, muito oficial sabe? Então fiz um “casting” com alguns restaurantes como Esther Rooftop, Adega Santiago, Parigi, tudo muito tradicional, mas eu não estava muito satisfeita, quando me deparei com o site da Casa Comitê e achei interessantíssimo.

Basicamentte eles são uma casa fechada que realiza alguns jantares especiais e que você pode comprar assim que eles abrem a agenda. Alta gastronomia com o chefe Raphael Arrigucci e a Renata Reif que formam o casal que toca o projeto. A casa é toda decorada com peças de arte moderna, luminárias e móveis diversos que fazem uma composição belíssima entre si.

55fa31_c8934f4a79cd466badf9d8212cb19dbf~mv2_d_2270_1514_s_2

O cardápio tem 4 tempos, com entrada, primeiro prato, prato principal, sobremesa, mas veja bem, todo o menu tem uma história e todos os ingredientes são de qualidade superior. O Raphael trabalhou em restaurantes renomados como o D.O.M. do Alex Atala, SPOT, Arturito e alguns outros nomes que você com certeza já ouviu falar ou até já visitou.

Mostrei o projeto deles e os meus chefes aprovaram, com algumas opções de cardápio, partimos para a execução, coitado do Rapahel que recebeu tanto whatsapp meu, rs.Ao conhecer fisicamente o espaço eu fiquei ainda mais encantada, um jardim bem cuidado, espaço super artsy, uma aura de leveza, respirei aliviada pela escolha.

55fa31_5ebf9f74715940b88231c0b058095a3e~mv2_d_4288_2848_s_4_2

Fechamos um menu com uma salada caprese desconstruída, um gnocheti com ragu de calabresa, Tagliata com risoto de funghi e para finalizar um brigadeiro mousse de chocolate e frutas vermellhas que eu queria lamber o prato. O a massa do gnocheti era feita lá mesmo com uma massa especial e com toda uma explicação maravilhosa, mas eu confesso que já me esqueci – juro, esse prato estava maravilhoso e já valeria a noite. Mas o risoto e o brigadeiro também brilharam.

IMG_7328 IMG_7331

 

 

 

 

 

 

 

IMG_7333IMG_7335

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você deve estar se perguntando quanto ficou esse rolé né? 187 reais com bebidas não alcóolicas inclusas e uma viagem num ambiente totalmente diferente do que se tem por ai. As vezes eu me canso de alguns formatos dos restaurantes, então visitar o casa comitê foi um belo respiro.

Eles também tem uma carta de vinhos harmonizada com o jantar do dia, então você que não entende muito de vinhos, pode ficar tranquilo no quesito harmonização, além de ter preços bem justos se comparados com restaurantes do mesmo nível.

 

55fa31_f34b29c09b41487085299e7cc50601ca~mv2_d_4288_2848_s_4_2

Como eu disse, foi um evento de trabalho, tive muito feedback positivo, na verdade, todo mundo ficou muito encantando, tanto com a comida quanto com o ambiente, fiquei muito feliz por ter encontrado esse pessoal, esse espaço e com certeza farei mais eventos por lá e não vejo a hora de voltar como pessoa física, para comer um pouco mais da maravilhosa cozinha do Raphael.

www.casacomite.com.br
Email: reservascomite@gmail.com
Tel. (11) 96959-4328

08ago

Você já experimentou a comida Persa?

foto: divulgação

Semana passada fui agraciada com um simpático email me convidando para um jantar persa, na hora achei sensacional, não tinha nenhuma referência sobre esse tipo de culinária e fiquei super empolgada, já obviamente aceitando o convite. O email super carismático veio do Cláudio, que é esposo da Nasrim, chefe do projeto Amigs do Rei. Nele havia algumas orientações sobre a localização e a explicação de que não seria um jantar tradicional, um jantar num restaurante e sim um petit comitê na casa da chef, uma coisa bem intimista e super inclusiva.

O jantar seria servido na casa deles, com reserva para apenas 8 participantes, prometia uma imersão pura e íntima à culinária iraniana. Nasrim veio do Irã em meados dos anos 90 já com uma bagagem boa na cozinha, conheceu Cláudio e se mudou para Paraty, onde abriram o restaurante no centro histórico da cidade.

O Jader não pode me acompanhar e eu logo acionei o boy, que prontamente topou se aventurar comigo em terras nunca antes navegadas, risos. Chegando no local, encontramos um simpático sobrado, toquei a campainha e o Cláudio nos recebeu com um sorriso e simpatia que já me alegraram por ter aceito o convite. As vezes essa vida de blogueira me dá oportunidades incríveis.

Sentamos na mesa e eu fiquei a observar a sala dele, toda decorada com motivos iranianos e com as artes do Cláudio, ele nos disse que gostava de pintar e tinha muitos quadros na sala. Depois de alguns minutos chegaram os outros participantes, também blogueiros focados em culinária/gastronomia e fizemos um bate papo bem legal. A Vanessa do SP 24 horas foi a “host” e uniu toda essa galera, o papo foi muito bom.

comida persa

foto: divulgação

Começamos o jantar com uma entrada cheia de especiarias, era azeitona com uma série de coisas que não consegui identificar, mas tinha um sabor delicioso. Depois veio uma sopa com uma espécie de omelete, não anotei os nomes, mas já começamos super bem.

Como terceiro prato chegou uma berinjela, chamada Kashq Bademjan – pausa pra dizer, que incrível esses sabores – você com certeza nunca verá a berinjela do mesmo jeito depois de provar essa. Pra mim, foi um dos melhores pratos.

Como prato principal temos o Feseenjun – são umas almondegas de carne com molho de nozes e romã, arroz com arroz de açafrão de verdade e um molho de yogurte, que serve para limpar o paladar – aqui temos um sabor totalmente novo, muito diferente de tudo que eu já experimentei.

degustacao4

Por fim, o simpático casal nos preparou duas sobremesas, um bolo de pistache e uma outra chamada ranghinak que é uma receita secreta, você tem uma tâmara recheada com nozes mergulhada numa antiga receita da região de Pasárgada, coberta com pistache e um pouco de canela. Vale dizer aqui que a sobremesa tem uma textura incrível, você tem uma sensação arenosa na boca, algo muito diferente, pouco açúcar, mas incrível. Saímos todos com uma pulga atrás da orelha tentando decifrar esses sabores e texturas.

IMG_7383

foto: acervo

Depois do jantar a galera estava empolgada e o papo foi longe, falando de política, economia, viagens e a vida no irã. Eu achei o jantar uma experiência incrível, intimista, com muito sabor, cultura e alegria. Foi muito bom experimentar tudo isso e compartilhar com vocês.

Se você quiser ter uma experiência como essa, eles oferecem o menu degustação, onde você será apresentado a 7 sabores: um boas-vindas, duas entradas, dois pratos principais e duas sobremesas, escolhidos a dedo pela Chef e em harmonia com os frutos e vegetais da estação. O valor é de 170,00 por pessoa.

Deixo aqui o site deles: www.amigodorei.com.br

Se você já conhece ou se você for, comenta aqui o que achou.

 

 

13jun

Novidade: Nova casa Peruana em São Paulo

Postado por às em Comida, Gastronomia

comida peruana

Uma nova casa temática chega para agitar a badalada noite de São Paulo. Barranco Pisco Bar é mais uma opção para quem gosta da cultura peruana, do ritmo caliente latino e do clima de azaração. Inspirado na boemia dos bairros de Lima, no Peru, o local que é um misto de bar e balada, traz a riquíssima gastronomia peruana, drinks típicos e muita música variada.  A inauguração acontece no dia 14 de junho, a partir das 18h, no coração da Vila Olimpia – Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 .

A casa abre cedo, a partir das 18h, para aqueles que querem curtir um happy hour. O menu tem opções para compartilhar e individuais – como o Ceviche de Pescado Personal (R$38,90). Para beber, há drinques clássicos e autorais, com receitas como o do Pisco Sour – com pisco, suco de limão, goma de açúcar, clara de ovo e gotas de angostura (R$30,00). A partir das 21h até 00H, a banda Oficina Latina comanda o som, o local ganha ares de balada, com uma pista animada.  Depois que a banda encerra é a vez dos DJs assumirem a pick up e a pista fica democrática com músicas que vão do funk ao hip-hop.

pisco sour

O ambiente é diferente e inusitado, conta com uma estrutura ampla e decoração totalmente voltada ao universo latino. Possui dois andares e três bares, um deles na área externa com uma temática exclusiva, ideal para quem quer bater um bom papo e curtir um ar fresco.

“O Barranco Pisco Bar quer trazer ao público paulistano e para os turistas da cidade, mais da cultura latina, sendo uma nova opção para casais, amigos e até famílias se divertirem com muita música, dança, se deliciando com ótimos petiscos e drinks peruanos.” explica Marcelo Máximo, um dos empresários responsáveis pelo local.

A inauguração do Barranco Pisco Bar acontece com grandes parcerias – Bombay, Cachaça Leblon e Grey Goose. Quem passar por lá na quinta-feira (14) poderá aproveitar dose dupla de Gin Bombay com tônica. Já na sexta-feira (15) vai rolar uma festa da Cachaça Leblon, com dose dupla de caipirinha. A casa irá funcionar todas as quintas e sextas-feiras, das 18h às 3h.

 Informações e Serviço:

Barranco Pisco Bar

Bar e Música ao vivo

Local: Av. Dr. Cardoso de Melo, 1639 – Vl. Olimpia

Funcionamento: Quinta e sexta-feira das18h às 3h

Valor: após as 19h30 R$40,00 (H) e R$30,00 (M)

Forma de pagamento: Dinheiro e cartão de credito ou débito

Valet: R$20,00

Capacidade: 400 pessoas

Contatos: (11) 3842-4453

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web