/ Vinho

01out

Aprenda a ler rótulos de vinhos alemães com a evino

Postado por às em 1, Gastronomia, Vinho

gewurt5

 

Só de pensar em vinhos alemães minha boca já saliva pensando nos maravilhosos rieslings que vem dessa maravilhoso terroir. Recebi a notícia de que a evino fez sua primeira importação de vinhos alemães e trouxe um pouquinho de informação pra vocês.

Evino, considerada um dos maiores e-commerces e aplicativos de vinho do país, acaba de anunciar sua primeira importação de rótulos alemães. Os vinhos Gustav Riesling Trocken, Max Mann Riesling Rheinhessen 2016, Max Mann Pinot Noir 2015 e Rebgarten Riesling 2016, exclusivos da marca no país, chegam ao Brasil pela primeira vez com valores que variam de R$ 50 a R$ 70 reais.

“A Alemanha tem ficado com o clima cada vez melhor para produzir vinhos de qualidade, principalmente o Riesling, que é pouco comum aqui no Brasil, mas é um vinho muito refrescante e que cai bem em qualquer tipo de situação”, pontua Natália Cacioli, sommelière da Evino.

A marca ainda aproveita a oportunidade para ensinar como funciona a leitura de rótulos alemães, já que suas classificações são bem diferentes das conhecidas no Brasil e em outras regiões do mundo, para ajudar seus consumidores na busca pela opção ideal. Afinal, você sabe que termos indicam se um vinho é doce ou seco na Alemanha? E quais as categorias que definem sua qualidade?

index_strip_212237_3_web index_strip_212237_2_web

 

Preparamos um guia especial para te ajudar a diferenciar uma garrafa da outra em meio a tantos termos desconhecidos e se divertir nesta aventura enogastronômica.

Você sabia que os vinhos são diferenciados quanto à doçura dos rótulos? Trocken é o termo usado para vinhos secos com no máximo nove gramas por litro de açúcar residual. Halbtrocken são conhecidos como vinhos meio-seco e levemente doces. Lieblich remete a vinhos doces com até 45 gramas por litro de açúcar residual. Por fim, há a categoria süß, que significa doce e compreende vinhos com mais de 45 gramas de açúcar por litro.

Além da divisão por doçura, os vinhos alemães também são classificados quanto à qualidade dos rótulos. Os mais básicos são indicados com o termo Deutscher Wein. Já a categoria intermediária é chamada de Deutscher Landwein e trata-se de um tipo de vinho descomplicado com rótulo simples. Há também a denominação Qualitätswein que inclui a maior parte dos vinhos produzidos na Alemanha. O curioso desta denominação é que, para receber esse selo de qualidade, o vinho deve ser produzido 100% em umas das 13 regiões vinícolas autorizadas do país e deve passar por uma análise de qualidade regulamentada.

No topo da pirâmide da qualidade está a Prädikatswein. Para essa categoria é necessário os mais altos requisitos de qualidade, levando em conta harmonia e elegância. Vale frisar que esse tipo de vinho não pode se adicionar açúcar durante o processo de produção. Já a denominação Kabinett é a mais básica de todas e indica vinhos leves e delicados com baixo teor alcoólico.

 

 

01out

Happy Wine tem noites com trio de jazz e seleção especial de vinhos em dobro

Postado por às em Episódio de Hoje, Gastronomia, Vinho

supstrip_214912_0_web

O Trabuca Bar realiza todas as terças-feiras o Happy Wine, projeto que fica até o final do ano e celebra grandes vinhos de diferentes países. Nestes dias, a trilha sonora da casa ganha o jazz do Strasbourg Trio, acompanhada por uma seleção especial de rótulos da importadora Grand Cru – na compra de uma garrafa, o cliente ganha a segunda – e que podem ser apreciados com sugestões do chef inspiradas em cada região.

A partir do dia 02/10 (amanhã), será a vez da França ser representada por seis rótulos selecionados, a carta inclui o Delas Syrah da região no norte do Rhône e o Les Fleurines White, da área do Languedoc-Roussillon. Até o dia 30/10, os vinhos poderão ser harmonizados com uma variedade de comidas típicas francesas, como a Quiche Lorraine com mix de folhas e molho de mostarda Dijon – R$ 30,00, o Croque Monsieur e Madame – R$ 30,00, a Tartine de Queijo Camembert, servida com geleia de figo e broto de rúcula – R$ 30,00 e outras delícias locais, além de uma deliciosa Seleção de queijos (Camenbert, Chevrotin, Saint Agur e um embutido francês- R$ 60,00).

Os próximos países homenageados serão Espanha, EUA e África do Sul. Confira a programação abaixo e a lista completas de vinhos e menu do França.

Happy Wine 2018:
02/10 até 30/10 – França
06/11 até 13/11 – Espanha
20/11 até 11/12 – EUA e África do Sul

Vinhos e menu França – de 02/10 a 16/10:
Carta de Vinhos:
Vinho Les Fleurines Red (2016) – R$ 130,00
Vinho Les Fleurines White (2016) – R$ 130,00
Vinho Delas Syrah (2016) – R$ 150,00
Vinho Delas Rose – R$ 160,00
Vinho Delas Viognier (2016) – R$ 180,00
Vinho Coteaux Bourguignons Aop Rouge (2014) – R$ 180,00

Meu sonho é morar em SP pra aproveitar essas coisas maravilhosas, quem vai?

Serviço Local: Av. Juscelino Kubitschek, 1.444 – Itaim Bibi / São Paulo

 

 

 

19jul

Museu da Casa Brasileira apresenta edição especial de aniversário do Vinho na Vila

Postado por às em Bebidas, Episódio de Hoje, Vinho

vinho na vila

O Museu da Casa Brasileira,  apresenta a edição especial de aniversário de dois anos Vinho na Vila, nos dias 4 e 5 de agosto, sábado e domingo, das 10h às 20h. A entrada é gratuita, mas para degustação de vinhos e produtos é necessário adquirir ingresso.

Em edição especial no MCB, o evento agrega aos já usuais produtores de vinhos e espumantes de pequenas e médias vinícolas nacionais, expositores de diversos segmentos com o objetivo de entreter os visitantes e estimular a economia criativa. Estão confirmadas as participações de 18 vinícolas, 10 expositores criativos, 15 produtores de gastronomia artesanal, 4 de bebidas e 4 food trucks.

A partir das 14h, acontecerá a Pisa na Uva, experiência que revive a técnica tradicional de produção de vinhos. A atração promete divertir adultos e crianças e será realizada conforme a demanda dos participantes no local. Ainda para os pequenos, haverá o Espaço Kids, das 13h às 19h, no jardim do MCB, com jogos educativos, oficina de balão, roda de histórias, pintura facial e na mão.

Aos interessados em aprofundar seus conhecimentos sobre a produção nacional de vinhos, acontecerão dois bate-papos com especialistas. No sábado, a partir das 15h, o tema será Espumantes Brasileiros, oferecido pelo Ibravin – Instituto Brasileiro do Vinho e com integrantes das vinícolas do evento. No domingo, será a partir das 17h, sobre Vinhos Brasileiros, em que cada produtor contará experiências sobre sua região de origem, com oferecimento de Vinhos do Brasil.

vinhos

“A novidade desta edição de dois anos será a degustação de produtos. Como bons vinhos pedem boa gastronomia, para harmonizar, os visitantes poderão degustar queijos de qualidade de pequenos produtores, além de gins nacionais”, comenta Larissa Fin, idealizadora do evento.

“O Museu da Casa Brasileira realiza diversas feiras dentro de sua programação, como o Vinho na Vila, com o intuito de propiciar o contato direto entre o pequeno produtor ou artesão e o consumidor final, na tentativa de garantir a sustentabilidade desta cadeia produtiva”, explica Miriam Lerner, diretora geral do Museu.

O evento é gratuito, entretanto, para degustação de vinhos e produtos é necessário adquirir o ingresso, à venda no site do Ingresso Rápido por R$ 50,00 o primeiro lote, que dá direito a uma taça de cristal do evento e acesso a todos os rótulos.

Atrações confirmadas para os dois dias de evento:

Pisa da Uva: a partir das 14 horas Espaço Kids: das 13h às 19h com jogos educativos, oficina de balão, pintura facial e na mão e roda de histórias Bate-papo sobre Espumantes Brasileiros – Ibravin, a partir das 15h Bate-papo sobre Vinhos Brasileiros – Vinhos do Brasil, a partir das 17h

Expositores confirmados:

Academia do Pão, Acervo Chrome, Angeliz, Apothek Gin, Beggin, Belem Bakeri, Café 174, Caiu do Pé, Fourganic, Frigorifico Cancian, Jaishmade, Jupra, Lemanjue Cervejaria, Leppe, Livremente Kids, Mundo Pano, O Jambu Bags, Terra Tradição queijos e Vitafiori.

Vinícolas confirmadas:

Don Giovanni, Vinhos e Vinhos, Villagio Grando, Vinícola Goes, Vinícola Fin, Salton – Vinícola, Bueno Wines, Ovinho, Detetives do Vinho, Vinícola Aurora, Fazenda Santa Rita, Gallon Sucos, Don Guerino, Fabenne, dentre outras.

Food trucks confirmados: Mocotó, Carne Louca da Villar, Ruaa e Laguna Chopp Artesanal. 

evento de vinho

Edição anterior

Serviço:

Vinho na Vila

Dias 4 e 5 de agosto

Sábado e domingo, das 10h00 às 20h00

Entrada Gratuita

Patrocinadores: Vinhos do Brasil, Ibravin e Governo do Estado do Rio Grande do Sul

 

Museu da Casa Brasileira

Av. Faria Lima, 2705

Tel.: (11) 3032-3727

 

Ingresso degustação: R$ 50,00 – primeiro lote

http://bit.ly/VinhoNaVilaNoMCB *Degustação de vinhos com direito a taça de cristal do evento, que dará acesso a todos os rótulos.

 

04mar

Degustação de vinhos Brunello di Montalcino

Postado por às em Vinho, Você rica

Brunello

Na semana passada, o pessoal da Sonoma me convidou para participar de uma degustação super exclusiva de Brunellos di Montalcino, tradicional terroir italiano. São vinhos famosos por sua potência, tipo de produção e também por sua exclusividade, já que são vinhos mais caros, uma vez que seu processo de produção é um pouco mais difícil.

Em toda minha vida, já tomei pelo menos uns 4 Brunellos di Montalcino, é gente, é um vinho que começa com preços em 200 reais, no mínimo.

Sobre o Brunello di Montalcino

O Brunello é produzido da uva Sangiovese e tem denominação de origem controlada e garantida, aquela sigla DOCG, essa denominação traz algumas regras: o vinho tem que ficar minimamente 2 anos na barrica de carvalho e mínimo 4 meses em garrafa e tem mais uma série de regras mais técnicas.

brunello

Mas o que diferencia o Brunello de outros vinhos? basicamente seu terroir, traduzindo em miúdos: o lugar de produção, que contempla a sua temperatura, sua terra, formato de produção.

O Brunello di Montalcino é um vinho de guarda, que evolui em 10, 15 anos na garrafa, não que você não possa beber antes, mas esse tempo guardado faz com que o vinho evolua, seus taninos sejam “domados” e entregue mais complexidade de aromas e sabor na abertura da garrafa. Ah, ao se abrir um vinho como esse, é recomendado que você o faça com 8 horas de antecedência, para que o vinho “respire” e entregue toda sua versatilidade e potência.

No evento da Sonoma, experimentamos 9 Brunellos diferentes e fomos acompanhados do Sommelier responsável pela curadoria do e-commerce, explicando sobre os rótulos escolhidos e também contando histórias dos vinhos e tudo que envolve esse mundo.

Brunello di montalcino

A degustação foi acompanhada de um menu de carne e massa, que é a melhor pedida para esse tipo de vinho, com estrutura e complexidade. Um menu incrível do restaurante Modi, que fica ali em Higienópolis, perto do shopping.

Também experimentamos duas garrafas de  Rosso de Montalcino, que são vinhos mais fáceis de beber, com taninos mais amaciados, vinhos de entrada, como eles costumam dizer.

rosso di montalcino

Meu preferido foi o Barrici, que é um dos top 100 Brunellos da safra, segundo a Wine Enthusiast achei ele um vinho super complexo, com taninos ainda muito duros, daqui uns 5 anos vai ficar maravilhoso.

A Sonoma é um e-commerce super moderno, tem uma curadoria especial, traz vinhos para todos os bolsos, vinhos exclusivos e também alguns mais tradicionais. O que eu acho mais legal é que você vai encontrar vinhos de entrada, aqueles mais baratos e também encontra complexidade de um Brunello ou Barolo, entre outras denominações. Ah e outro ponto super legal, eles entregam em até 90 minutos nas regiões aqui em SP, testei o serviço e realmente eles conseguem cumprir a promessa, olha que eu morro bem longe né?

Eu adorei o evento e os vinhos que provei, vou mostrar cada rótulo lá no meu instagram – segue ai! www.instagram.com/tainasena

Se você quiser saber mais, o site deles é www.sonoma.com.br – dá um pulo lá e depois me conta!

14fev

Vinhos e Espumantes para o Verão

Postado por às em Vinho

vinhos de verão

Não é possível negar, mas a estação mais esperada pelos brasileiros é o verão, todo mundo se prepara pra isso, também já não é segredo a minha paixão por vinhos e espumantes, então, mesmo no verão eu quero muito aproveitar e continuar tomando. Claro que os brancos e espumantes são as melhores pedidas nessa época, mas vocês sabem, o vinho branco ainda não é muito bem aceito pelos brasileiros e vem penetrando aos poucos no mercado. Preconceito bobo, porque tem muitas opções boas e os espumantes brasileiros vem tendo destaque no mercado de vinhos e espumantes.

Conversamos com o sommelier Carlos Aguiar para nos ajudar com 3 dicas preciosas para que você faça seus drinks de verão em casa para receber amigos ou pra você ahazar e curtir o verão sozinho.

beefamous
Dica 1:
 Vinhos Brancos e Rosé

A melhor opção de bebida para o verão são os vinhos brancos, rosés e espumantes bem geladinhos para degustar ao longo do dia. Escolha os mais leves como o  Bee Famous Organic Costières de Nimes Rosé com aroma de morango, sabor fresco, frutado e leve. “Com certeza uma opção super agradável de beber, refinado e macio com um toque de acidez” afirma o sommelier Carlos Águiar.

 

Dica 2: Nem sempre o mais caro é melhor

Hoje em dia, é possível encontrar rótulos nacionais ou importados com preços a partir de R$: 70,00, dependendo da necessidade e do público a opção de um melhor custo-benefício é com certeza a melhor. Uma boa sugestão é o Alzira Branco (R$:63,90), um português com coloração levemente citrina e aspecto límpido, aroma intenso e frutado com boa acidez.

Vinho Branco

Vinho verde também é uma ótima pedida: saiba mais!

Dica 3: Dicas de Organização

Antes de organizar o seu evento de verão em casa é preciso levar em consideração as seguintes informações para montar a carta de bebidas que serão servidas na data escolhida: qual será o tipo de evento (aniversário, bodas ou outro tipo de comemoração), local, horário do evento, número de pessoas que estarão presentes, faixa etária e cardápio que será oferecido.

vinho tinto

Carlos Águiar é sommelier, escreve para o blog Wine in Rio e é proprietário do e-commerce Rio Di Vino.

Espero que vocês gostem das dicas e tomem mais vinho branco e espumantes! Aproveite e saiba mais sobre o mundo do vinho.

 

Site do Rio Di Vino: www.riodivino.com.br

Plugin creado por AcIDc00L: noticias juegos
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: posicionamiento web