/ beleza

07ago

Dicas infalíveis para tratar olheiras que não funcionam

Postado por às em Beleza

olheiras

Oi gente, eu vim aqui falar de olheiras, essas danadas que estão em todas nós pobres mortais que tem uma vida atribulada e o cansaço aparece na cara, as vezes nem é cansaço, eu não sei vocês, mas eu sempre tive olheiras, eu sempre tive essa mancha escurecida ao redor dos olhos e olha, já tentei inúmeras vezes seguir algumas dicas infalíveis que eu li em alguma revista ou que passou de amiga pra amiga sabe? Mas sem sucesso! Então eu resolvi escrever sobre algumas coisas que eu já testei e não deram certo pra mim.

Rodela de pepino na cara: Dica clássica, acho que certamente alguém já te indicou esse “tratamento” ou já leu em algum blog que colocar duas rodelas vai ajudar a melhorar a cara de cansaço, olha eu juro que já tentei, mas não deu certo, fora que eu não ia ficar picando um pepino todo dia pra botar nos olhos né?

Batata crua: aqui a ideia é fazer um suco com o caldo extraído da batata, segundo as indicações, assim como o pepino, a batata é um adstringente e faz com que o sangue tenha um melhor fluxo, mas pelos mesmos motivos do item anterior, pra mim não deu certo.

Chá de camomila: mais uma dica caseira, o chá da camomila gelado segundo as dicas dazamiga, é um grande aliado na redução das benditas olheiras, você tem que fazer um chá bem concentrado e deixar na geladeira antes de aplicar. Já testei mas não me adiantou nada.

Roll-on de cafeína: saindo da parte natural e indo para os cosméticos, eu comprei um desses rollons que bombou uns anos atrás e prometia reduzir o aspecto preto da olheira, mas obviamente também não mudou nada nas minhas queridas marcas panda.

Conclusão: acho que 20% dos testes sejam minha culpa, pois eu não consigo ser forte e usar por mais que uma semana, o resultado não vem, então eu já cancelo, talvez você tenha tido uma melhor experiência com todas as dicas que eu citei acima, me conte! Eu não sei vocês, mas no final de tudo isso eu acabei aceitando as minhas olheiras como parte do meu corpo e estilo, e não me preocupo tanto como resolver esta questão, já que pra mim e pra muita gente não funcionou.

Se você teve uma experiência diferente ou tem uma dica realmente infalível, me conta aqui nos comentários.

Misteriosa!

Uma foto publicada por Taína Sena (@tainasena) em

01jul

Pequenas misses e a frustração materna

Postado por às em televisão

pequenasmisses

Eu posso dizer que sou uma mãe com uma cabeça bem aberta e pensamentos que vão contra muitas mães com quem eu convivo, eu não sei vocês, mas perdi umas horinhas para assistir o programa Pequenas Misses, transmitido no Brasil pelo canal pago Discovery H&H onde não suportei ver alguns comportamentos e me deu vontade de escrever sobre.

Lindas meninas com vestidos carregados de lantejoulas, brilhos e canutilhos, maquiagem carregada, unhas postiças e pasmem, dentadura, peruca, bronzeamento artificial, fazem parte do traje básico para um concurso de miss nos EUA.  Mães fazendo micagem para as crianças de 3 a 7 anos durante a apresentação, coisas como: “manda beijo pros jurados” “sorria” “dá uma volta” e outras que repetem as coreografias ensaiadas por semanas no intuito de fazer com que a filha copie e se saia melhor no concurso.

honeybooboo

Mas o que pega mesmo é ver o que essas pequenas mocinhas soltam durante o programa, eu tive a pachorra de anotar: “Uau! Eu sou melhor que elas”Sou melhor do que as outras” “Dinheirooo” ou quando não dá certo: “Ah eu fui muito ruim, não fiz nada certo”. Eu não entendo porque uma mãe submete uma criança a passar por esse tipo de exposição e principalmente por esse tipo de situação de julgamento, stress e sentimento de incapacidade e de comparação com as outras pequeninas.

“é um retrato cruel do tipo de relação que o mundo contemporâneo aponta para os pais estabelecerem com seus filhos” Rosely Sayão

pageant+girl

Em alguns casos também é possível observar que este tipo de tratamento desenvolveu na criança uma “personalidade” cheia de egoísmo, falta de educação e prepotência. Isso é bom para tua filha? Eu acredito que não. No fim vejo pais e mães frustrados e que colocam nas filhas todas as expectativas e sonhos frustrados, ignorando o real bem estar da criança, ignorando a possibilidade de ser uma atividade que nada agrega na vida de uma menina ou pior, que pode gerar um transtorno futuramente ou então ser um problema na educação da criança.

Plugin creado por AcIDc00L: bundles
Plugin Modo Mantenimiento patrocinado por: seo valencia